RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemProdutor da turnê de Paul Di'Anno explica problemas no primeiro show

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok

imagemMoita: O fã de heavy metal no Brasil é muito melhor atendido que o fã de música pop

imagemTony Iommi conta quais são os riffs preferidos que ele escreveu

imagemOs 20 melhores álbuns lançados em 1993, segundo a Revolver Magazine

imagemZelador viraliza após incrível semelhança com voz de Steve Perry em "Don't Stop Believin'"

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemShane Hawkins, filho de Taylor Hawkins, ganha prêmio de melhor performance do ano

imagemEloy Casagrande repete o feito sendo eleito melhor baterista de metal do mundo

imagemO último grande álbum clássico do rock, segundo André Barcinski

imagemBrian May diz que adoraria trabalhar com ícone dos anos 2000; "Ela é a melhor"

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemEstrela pop sueca causa polêmica por usar vestido com arte da banda Burzum

imagemO motivo nada musical que fez Bruce Dickinson querer se juntar aos hippies

imagemEm disputa acirrada, fãs batem recorde e elegem melhores discos de metal de 2022


Summer Breeze

Metal Épico: um "estilo" verdadeiramente poliglota

Por Pietro Abbate Luiz
Postado em 12 de junho de 2014

No universo da música há duas aplicações para o termo "épico". Uma delas é quando nos referimos a narrações de fatos históricos e aventuras, ou a obras de ficção. O outro uso, o mais frequente, é para se referir a algo heroico, grandioso, extraordinário... Não raro, estas duas definições de "épico" se reúnem em uma única música.

Como fica fácil deduzir, podemos considerar um som como épico independentemente do rótulo, seja Folk, Viking, Power, Death, ou Heavy Metal; o que importa é a sensação transmitida.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

São vários os idiomas presentes em canções figuradamente épicas, desde o latim (intercalado com o inglês e em introduções); o aramaico na música Yeshua Netsaret, do Wizards; o japonês do Galneryus; o árabe e hebraico do Orphaned Land.

Já que destacar todos deixaria a lista muito extensa, a seleção irá girar em torno do tradicional número 7: espanhol, finlandês, inglês, italiano, português, russo, sueco. O nosso poderoso gênero musical, o Metal, não é moda regionalista e passageira. É, sim, global e duradouro, quiçá como a música clássica, ressoando através das épocas e pelas nações!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mago de Oz (espanhol)

Teräsbetoni (finlandês)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Iron Maiden (inglês)

Rhapsody of Fire (italiano)

Iaweh (português)

Arktida (russo)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sabaton (sueco)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Metal Épico: um "estilo" verdadeiramente poliglota


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Pietro Abbate Luiz

Embora formado na área da Informática, sua predileção é por alguns ramos da arte. Na música, os acordes de guitarra e flauta são imitações imperfeitas de suas bandas preferidas; na literatura, as ambições são maiores e também a dedicação. Os estilos que mais o empolgam são: Power Metal, Heavy, Folk, Trash... Mas sem amarras ou radicalismo!
Mais matérias de Pietro Abbate Luiz.