RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemThiago Bianchi explica sucessão de problemas durante show de Paul Di'Anno

imagemO dia que João Gordo xingou Ayrton Senna por piloto se recusar a dar entrevista a ele

imagemMustaine tentou fazer hit radiofônico e acabou escrevendo a "música mais idiota" do Megadeth

imagemOs 4 fatores determinantes que levaram Renato Russo a dependência química

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemO clássico da banda Evanescence que a vocalista Amy Lee odiava

imagemMike Portnoy escolhe os álbuns preferidos de sua adolescência

imagemA opinião de Slash sobre Dave Mustaine e "Rust In Peace", clássico do Megadeth

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemFalling In Reverse insulta Sebastian Bach em seu novo clipe

imagemA opinião de Paul McCartney sobre a música dos Sex Pistols

imagemComo Tommy Lee e o Mötley Crüe ajudaram Axl Rose a escrever "November Rain"

imagemOs 10 maiores álbuns da história do grunge, em lista do Brave Words

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal


Exilio Angel

Blind Melon: A verdadeira fórmula do sucesso da banda

Resenha - Blind Melon - Blind Melon

Por Gabriel Gomes Maiante
Postado em 11 de junho de 2019

No ano de 1991 o Guns N' Roses era uma das bandas de maior sucesso no mundo, e com o lançamento de seu álbum "Use Your Illusion", a banda passou a ser ainda mais conhecida.

No meio de todo esse sucesso estava um garoto que acabou se tornando conhecido devido a uma participação no clipe de "Don't Cry" presente no álbum e muitas pessoas se perguntavam sobre quem era o garoto que dividia os microfones com Axl no clipe oficial da canção.

Esse garoto se chamava Shannon Hoon e um ano depois ficou extremamente conhecido. Hoon junto com seus colegas de banda formaram uma banda que seria um fenômeno em pouquíssimo tempo, o Blind Melon.

A gravadora Capitol Records, uma das maiores na época apostou no potencial e investiu $500.000 na banda, um valor tanto quanto alto para um primeiro trabalho. Assim, um ano depois a banda lança seu primeiro trabalho, intitulado de "Blind Melon", um álbum que marcaria e muito a carreira da banda.

O sucesso foi alavancado com o clipe de "No Rain", o famoso clipe da abelhinha como ficou conhecido no Brasil, levando a banda a ser sucesso no mundo inteiro, atingindo as primeiras posições em diversos países e superando artistas como Madonna.

O primeiro álbum acabou vendendo mais de 6 milhões de cópias em todo mundo e levou o Blind Melon a ser uma das bandas mais populares e promissoras do mundo da música, e a banda mostrou que o álbum é muito mais profundo que o single mais conhecido "No Rain".

As faixas selecionadas para se tornarem vídeo clipes foram várias, sendo elas "Tones of Home"," I Wonder", "Dear OI' Dead" e "Change", levando a banda a um reconhecimento muito grande pela exibição desses vídeo clipes em canais de televisão.

O disco tem ao todo 13 canções em sua composição original, e mistura diversos gêneros,mas sendo conhecido como um álbum de rock alternativo e folk rock, gêneros que na época não estavam em tanta evidência, e muitos enquadravam a banda como fazendo parte do movimento "Grunge" pelas vestimentas e estilo dos membros.

O primeiro trabalho do Blind Melon é até hoje considerado atual e conceitual, e diversas músicas presentes no álbum como "Holyman", "Drive" e "Time" fizeram um grande sucesso mesmo sem fazer parte da seleção de singles de divulgação, mostrando o como o disco é recheado de ótimas faixas e potenciais clássicos para a carreira da banda. O Blind Melon apesar de só ter lançado dois discos de estúdio gravados por Shannon Hoon, que veio a falecer em 1995 com apenas 28 anos conseguiu uma incrível coleção de músicas em seu primeiro trabalho e aquela expressão de ouvir um disco de cabo a rabo e amar todas as músicas presentes no trabalho está muito vivo no Blind Melon.

Com um estilo vocal único e instrumental bastante refinado a banda chamou a atenção de todos e seu primeiro trabalho é explorado até os dias atuais, Shannon Hoon tinha uma grande criatividade para a criação das canções e a alegria que as faixas eram produzidas e com a junção com ótimo instrumental levou a banda ao Mainstream.

No final fica aquele gostinho de quero mais pela banda que infelizmente teve uma carreira curta, lembrando que a banda ainda esta na ativa com um novo vocalista "Travis Warren", mas que mantem o projeto vivo pelo legado de Hoon, e mais uma vez perdemos um grande talento pelo abuso de drogas, uma grande pena não só para todos os amantes do rock mas também pela música em geral.

Faixas
1-"Soak the Sin"
2-"Tones of Home"
3-"I Wonder"
4-"Paper Scratcher"
5-"Dear OI'Dad"
6-"Chage"
7-"No Rain"
8-"Deserted"
9-"Sleppyhouse"
10-"Holyman"
11-"Seed to a Three"
12-"Drive"
13-"Time"

Capitol Records. 1992

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Rock And Roll Hall Of Fame: 10 bandas elegíveis para 2018


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Gabriel Gomes Maiante

Formado em jornalismo, nerd, amante de vídeo-games antigos, esportes e é claro do bom e velho Rock and Roll.
Mais matérias de Gabriel Gomes Maiante.