Jethro Tull: o clássico álbum Aqualung

Resenha - Aqualung. - Jethro Tull

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Oliveira Andrade
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em 1971 o cenário do rock borbulhava preparando para o restante da década uma porrada de bandas e trabalhos maravilhosos. Para citar alguns casos o BLACK SABBATH ainda lançava o seu terceiro álbum e o THE DOORS, solidificando sua carreira, perdia JIM MORRISON pouco após o lançar "L.A. Woman"; o LED ZEPPELIN apresentava seu quarto álbum e o PINK FLOYD ainda deixava as influências de SYD BARRETT com o disco "Meddle". E no meio de outras dezenas de feras o JETHRO TULL lancava o seu quarto trabalho intitulado Aqualung.

MTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy MetalDream Theater: semelhanças na capa de álbum?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda inglesa era fortemente influenciada pelo blues, pelo jazz e pelo folk rock, suas letras exploravam os mais variados temas de maneira bem poetica e clara, o carisma do vocalista IAN ANDERSON se aliava a voz firulenta e aos temas de flauta executadas pelo mesmo. Em plena ascensão, o grupo nos deixou um álbum com muitas avaliações de fãs e da crítica especializada. Se tornou unânime uma definição de "Aqualung": todos o classificaram como um trabalho conceitual. Mas ANDERSON, sendo principal letrista do grupo, declarou que não havia nenhum conceito no clássico LP.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tamanha repercussão gerou no ano seguinte o álbum "Thick As A Brick", este sim conceitual e muito curioso pois havia uma unica faixa separada em algumas partes. Foi com certeza o momento em que a banda emergia no rock progressivo, firmando ainda mais a sua competência.

"Aqualung" tem momentos flamejantes na faixa título e em musicas como My God e Locomotive Breathe, mesclando a sutileza de Wondring Aloud e Slipstream; cada instrumento tem um andamento criativo e divertido, e o clima geral é de muita riqueza nos detalhes o tornando de grande entretenimento. As letras unidas de fato nos dão uma forte impressão de álbum conceitual e leva qualquer ouvinte a crer nisso, contrariando a declaração de seu próprio criador.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os temas são claramente anti-igreja, com a influência da própria experiência de IAN ANDERSON na infância, o conceito é claro quanto a situação de religiões serem o principal motivo de afastamento dos fiéis para com seu deus, e como toda grande composição precisa de argumentos, o conteúdo tem impacto a cada faixa que transcorre na interpretação única do líder do TULL.

Quem ainda não conferiu vale a pena conhecer o "Aqualung", e toda a vasta discografia do JETHRO TULL. Dissecar suas letras é uma experiência muito educativa e gratificante. Impossível parar de ouvir.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Jethro Tull"


Robert Plant: ele intimidou Ian Anderson, do Jethro Tull, nos 60sRobert Plant
Ele intimidou Ian Anderson, do Jethro Tull, nos 60s

Metallica: perdendo o Grammy para o Jethro Tull e ganhando do MegadethMetallica
Perdendo o Grammy para o Jethro Tull e ganhando do Megadeth


MTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy MetalMTV
Experts indicam as maiores bandas de Heavy Metal

Dream Theater: semelhanças na capa de álbum?Dream Theater
Semelhanças na capa de álbum?


Sobre Ricardo Oliveira Andrade

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336