Matérias Mais Lidas

João Gordo e Eloy Casagrande ironizam morte de Olavo de Carvalho nas redesJoão Gordo e Eloy Casagrande ironizam morte de Olavo de Carvalho nas redes

Steve Vai: Eu não posso tocar como Yngwie Malmsteen; ninguém pode tocar como eleSteve Vai: "Eu não posso tocar como Yngwie Malmsteen; ninguém pode tocar como ele"

Bruce Dickinson, sem pensar duas vezes, revela pérola do Maiden que merece mais atençãoBruce Dickinson, sem pensar duas vezes, revela pérola do Maiden que merece mais atenção

Lemmy e Joey Ramone: a forte e verdadeira amizade entre duas lendas do RockLemmy e Joey Ramone: a forte e verdadeira amizade entre duas lendas do Rock

Bruce Dickinson já fez show para um único ser humano (e ofereceu cerveja ao felizardo)Bruce Dickinson já fez show para um único ser humano (e ofereceu cerveja ao felizardo)

Foo Fighters: a tocante opinião de Brian May (Queen) sobre a bandaFoo Fighters: a tocante opinião de Brian May (Queen) sobre a banda

O sentimento de Pete Best, primeiro baterista dos Beatles, após ter sido demitidoO sentimento de Pete Best, primeiro baterista dos Beatles, após ter sido demitido

Malas sem alça: dez vezes que astros do rock e do metal foram arrogantes em citaçõesMalas sem alça: dez vezes que astros do rock e do metal foram arrogantes em citações

Capital Inicial: cinco músicas que foram escritas por Pit Passarell, do ViperCapital Inicial: cinco músicas que foram escritas por Pit Passarell, do Viper

Supla diz que trap também é rock: o jovem sem guitarra é mais rock que vocêSupla diz que trap também é rock: "o jovem sem guitarra é mais rock que você"

A opinião de Dinho Ouro Preto sobre o rapper Mano BrownA opinião de Dinho Ouro Preto sobre o rapper Mano Brown

Vocalista do Saxon acha um pouco maluco Judas Priest tocar como um quartetoVocalista do Saxon acha "um pouco maluco" Judas Priest tocar como um quarteto

John Lennon: conheça a música que o uniu a Elton John e o reconciliou com YokoJohn Lennon: conheça a música que o uniu a Elton John e o reconciliou com Yoko

Raul Seixas: a inusitada reação de Paulo Coelho ao saber da morte do compositorRaul Seixas: a inusitada reação de Paulo Coelho ao saber da morte do compositor

Beatles: todas as músicas da banda em ordem de grandiosidade, segundo a NMEBeatles: todas as músicas da banda em ordem de grandiosidade, segundo a NME


Stamp

Alea Jacta: Não é pequena a jornada do grupo das ilhas Canárias

Resenha - Tales Of Void And Dependence - Alea Jacta

Por Josena Zombie
Em 06/01/18

Nota: 8

Não é pequena a jornada da ALEA JACTA, grupo das ilhas Canárias, formada no já distante ano 1994, na cidade universitária de San Cristóbal de La Laguna. Alea Jacta apresentou desde então um desenvolvimento contínuo de seu som, apresentou vários EP e fortaleceu sua personalidade musical, com o tempo suficiente para terminar este álbum que temos em nossas mãos, "Tales Of Void And Dependence".

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Talvez seja por causa do alto tempo de desenvolvimento, ou por sua personalidade intrínseca, a verdade é que estamos diante de um álbum que denota tempo e esforço, além de um som muito intenso próprio... De fato, em uma primeira escuta eu poderia dizer que, se nos juntarmos a Phil Anselmo com Killswitch Engage e alguns toques, Stone Sour poderia vir algo muito parecido com o som de Alea Jacta. O que é claro é que o som do álbum é claramente atual, crucificado cru e áspero, com uma sensibilidade harmônica especial, o que lhe confere um visual muito interessante... Digamos o universo Alea Jacta.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O álbum tem, como eu disse, uma grande contribuição agressiva, é difícil e nítida, mas mantém um bom equilíbrio entre harmonias. Eu poderia dizer que estamos dentro de um disco de Thrash metal muito especial com uma grande densidade melódica. Que já vimos no início espetacular do álbum, o "Sense Of Loss" muito rápido, um primeiro corte (Prólogo realmente sério, mas é um mitro que poderia estar dentro do mesmo tema) que já o ganha pela melodia...

No entanto, há mais... em um corte mais estruturalmente semelhante ao Avenged Sevenfold, temos "Anastrophe", menos Thrash, mas igualmente melódico e sem perder vantagem, esta música é um corte muito bom que me liga ainda mais do que o anterior... metal vanguardista muito realizado.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O quarto corte "The Other In Us" é uma compilação mais carregada e melódica... aqui o grupo procura a música sem concessões que serve como uma ponte entre Thrash e metalcore... não é ruim, mas depois de outros cortes Eu sei pouco.

... praticamente concatenados, entramos "Insight". Corte, isso difere do anterior em seu excelente equilíbrio entre melodia e parte Thrash; é um grande recurso para o meu gosto são as letras brutais que se encaixam perfeitamente na harmonia melódica... uma fodida ótima música que me exploda.

O próximo corte, "Swimming With A Lead Lifejacket" para a sua estrutura, me lembra muito da Panther... no entanto, apesar da bagagem e da carga inata do baixo rítmico e poderoso, é outra música brutal que mantém muito bem, o lado harmônico, distanciando-se de sua influência... e é acertado novamente no ouvinte. Outro grande tema.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Nós entramos "Praying for... (prelude)" apenas alguns segundos de introdução, sim, delicioso, para entrar "Your Presence", um tema que tem força e força, mas tem uma visão mais pensativa e íntima... um corte que sacode e agita você desde o início.

"... Searching Of A New Self", é outro corte que me conhece novamente para Pantera, até o interlúdio entrar, um interlúdio magnífico e em contraste total com a parte mais difícil da música e que me fez ligar Ossos... uma das melhores faixas do álbum, graças ao seu equilíbrio.

Depois de hesitar uma excelente música como a anterior, este intitulado "Son" me conhece algo menos acessível. É uma canção áspera e dura, com uma aura escura sem dúvida, e o grupo continua a cuidar da parte melódica (os riffs são de destaque) e elaborar as construções harmônicas. É um ótimo corte, no entanto, apenas que é um assunto eminentemente escuro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Continuamos com "The Loop"... com o qual me parece algo semelhante com o outro corte... tem uma garra e uma boa estrutura. O grupo segue os parâmetros que derretem as harmonias e as partes mais difíceis, um pouco de estilo Panther, mas exceto o interlúdio de riff sem distorção, não é um corte que me seduzi completamente. No entanto, não paro de reconhecer que é um bom tópico.

Nós praticamente fechamos o capítulo Alea Jacta com "Interdependência". Aqui, sim, o grupo encontra novamente a comunhão entre a adictividade e o tom selvagem quebra os pescoços, graças a algumas refreações realmente crispadas e a um jogo rítmico / lírico brutal, em outro corte espetacular do Headbanger.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

E, sim, agora, se fecharmos o trabalho com "Hypsteria" com um corte fantástico, claramente brutal, mas com essa melodía particular que te atrapa em torções convulsivas e espasmódicas no pescoço... apenas olhe as mudanças de tom lírico, na impressionante linha de melodia do baixo e a constante mudança do jogo rítmico para entender o corte.

A verdade, impressionada por um trabalho tão notável desses caras, que já guardam um canto na minha biblioteca de música particular.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam Load e Reload?Metallica
Por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?

Heavy Metal: O início do movimento e a origem do termoHeavy Metal
O início do movimento e a origem do termo