Matérias Mais Lidas

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemEdu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

imagem"Éramos nós contra o mundo" relembra Bill Ward, sobre o início do Black Sabbath

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemAC/DC: Angus Young conta como é para ele o antes, o durante e o depois de um show

imagemDave Mustaine cutuca Kiss e bandas "preguiçosas" que usam playbacks

imagemMax Cavalera diz quais foram os dois discos mais difíceis que já gravou

imagemIggor Cavalera diz que reunião da formação clássica do Sepultura seria incrível, mas...

imagemRush: Geddy Lee comenta as dificuldades da gravação de "Hemispheres"

imagemA categórica opinião de Dave Mustaine sobre religião "abusiva e falsa" de sua mãe


Stamp

Wings: "Wild Life" e a sua importância para a carreira de McCartney

Resenha - Wild Life - Wings

Por André Luiz Paiz
Fonte: 80 Minutos
Em 01/10/17

Nota: 7

1971. Paul McCartney estava empolgado. Com bons resultados de seu álbum anterior, o excelente RAM, não via a hora de se arriscar novamente a produzir um novo trabalho. Só que, além da empolgação, Paul queria mais, queria voltar aos palcos. Assim, concluiu que era o momento de formar uma nova banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com a nova idéia em mente, Paul rapidamente pensou no baterista Denny Seiwell, que fizera um excelente trabalho nas sessões de RAM. Também convidou o vocalista/guitarrista do The Moody Blues, Denny Laine, que viria a ser o fiel escudeiro de Paul durante toda a trajetória do grupo. Estaria Paul buscando por um novo John Lennon? Sabe-se lá...

Por fim, com todo o apoio oferecido por Linda durante os momentos difíceis, Paul a queria por perto e decidiu que lhe ensinaria a tocar teclado, para que pudesse fazer parte do grupo.

Diante da empolgação de Paul, o álbum foi gravado em pouco mais de uma semana, com algumas faixas registradas somente em um único take. As sessões ocorreram no lendário Abbey Road Studios, com Tony Clarkin e Alan Parsons como engenheiros.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vale considerar que a empolgação de Paul o trouxe de volta à música com vigor e criatividade, porém algumas decisões não foram tão acertadas. O álbum não foi bem recebido, apesar de ter vendido bem. A imprensa considerou o trabalho imaturo, pouco trabalhado e bem abaixo do que poderia sair das mãos de um ex-Beatle. De fato, o primogênito da banda possui bons momentos, mas também alguns não tão bons.

"Mumbo" abre o álbum como uma faixa praticamente registrada ao vivo. Paul está cantando muito bem no disco e sua performance é o que salva. Uma faixa simplesmente legal para acompanhar uma "jam" dos músicos e só.
"Bip Bop" é muito pouco perto do que Paul já compôs. Na minha opinião, a pior do disco.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O cover "Love Is Strange"(Mickey & Sylvia) causa uma impressão melhor, pois possui belas vocalizações, mas nada que impressione. "Wild Life" é uma boa faixa, que protesta contra maus-tratos aos animais. Curiosamente ela lembra um pouco das contribuições de Lennon nos últimos trabalhos dos Beatles com: "I Want You (She's So Heavy)", "Yer Blues", etc. "Some People Never Know" eu adoro. Acho uma linda faixa, com uma melodia belíssima. Lembro de ter lido em algumas fontes que é mais uma faixa com letra direcionada a John Lennon.

"I Am Your Singer" também vai bem, no dueto de Paul e Linda. Uma bela faixa. "Tomorrow" é um dos hits do álbum e uma das melhores. Lembra um pouco dos trabalhos anteriores de Paul.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Encerrando o álbum, "Dear Friend" soa tristemente como um pedido de desculpas a John Lennon, após seu revide extremamente agressivo em "How Do You Sleep?", no álbum "Imagine". Paul parece questionar se realmente valia a pena...

As versões mais recentes possuem algumas faixas que foram lançadas como singles na época. A faixa de protesto "Give Ireland Back To The Irish", a balada "Mary Had A Little Lamb", a quase "Blackbird": "Mama's Little Girl" e "Little Woman Love", gravada nas sessões de RAM. Todas dentro da média.

Após o lançamento, Paul pegou sua turma, um ônibus, e saíram em turnê pelas universidades do Reino Unido. Simplesmente queriam tocar e sentir novamente a sensação de "começar do zero". Imaginem que interessante, um produtor batendo na porta de uma faculdade e dizendo: "Olá, temos Paul McCartney e sua banda no ônibus e gostaríamos de tocar para vocês".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Wild Life tem sua importância, pois aqui nascia uma banda de destaque, que faria no futuro com que Paul McCartney conquistasse novamente o mundo. A primeira vez após o final dos Beatles.

Tracklist:

Mumbo 3:54
Bip Bop 4:14
Love Is Strange 4:50
Wild Life 6:48
Some People Never Know 6:35
I Am Your Singer 2:15
Tomorrow 3:28
Dear Friend 5:53

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp




Sobre André Luiz Paiz

André Luiz Paiz é formado em computação, funcionário público do estado de São Paulo e fanático por música. Criou o site colaborativo 80 Minutos para que os usuários se cadastrem e avaliem seus álbuns favoritos.

Mais matérias de André Luiz Paiz.