Kid Joe: Elementos para agradar os fãs do Rock em geral

Resenha - Nossas Armas - Kid Joe

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Pierre Cortes
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

Esse quarteto catarinense executa um Hard Rock delicioso e nos apresenta aqui um EP que contém 6 excelentes composições cantadas em português. Ao todo, o ouvinte é presenteado com aproximadamente 25 minutos de som que deixam um gosto de quero mais. O material é uma grata surpresa.

Kiko Loureiro: ele intimidou Chris Adler quando mostrou CD soloMetal Brasileiro: 10 bandas recomendáveis fora o Sepultura

"Nossas Armas" tem elementos para agradar aos fãs do Rock em geral: peso, melodia, refrãos agradáveis, letras inteligentes e recheadas de protestos. E mesmo soando pesado, é possível identificarmos que o trabalho pode também agradar ouvintes de outros estilos, fato este que é genial, afinal de contas é uma tarefa árdua manter fidelidade a um gênero musical tendo ainda uma veia comercial sem soar apelativa.

Seguem alguns destaques: "Nossa Arma" começa com uma introdução e logo abre com uma sonoridade forte e mostra, de fato, para que a banda veio, isso sem contar com o refrão que é excelente; "Controle" tem riffs bem bacanas e um baixo com marcação forte e bem audível; "Política", a melhor do EP, tem uma letra bem atual e um solo em que a guitarra chora lindamente.

Ao final do trabalho fica um único lamento por parte do ouvinte: Pena que acabou rápido!

No mais, estamos diante de um material consistente, bem feito e que nos faz ver o quanto o nosso Rock ainda é potente e intenso. Resta agora aguardar que o grupo faça um Full-length. Que seja o quanto antes. Nós merecemos.

Banda: Kid Joe
País de Origem: Brasil
Título do álbum: Nossas Armas
Ano: 2013
Estilo: Hard Rock
Gravadora: Independente

Line-up:
Daniel Ribeiro - Guitarra/Vocal
Thiago Freitas - Baixo
Cássio Nogueira - Guitarra
Leonardo Godinho - Bateria/Vocal

Faixas:
1. Nossa Arma
2. Controle
3. Olhos Fechados
4. Despertar
5. Política
6. Perdão

Site:
http://www.kidjoe.com.br/


Outras resenhas de Nossas Armas - Kid Joe

Kid Joe: Uma banda que aposta em letras em portuguêsKid Joe: Como fazer um bom Rock n' RollKid Joe: Uma banda nova e interessante no BrasilKid Joe: Hard rock cativante cantado em portuguêsKid Joe: O bom e velho Hard Rock nacional




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Kid Joe"


Kiko Loureiro: ele intimidou Chris Adler quando mostrou CD soloKiko Loureiro
Ele intimidou Chris Adler quando mostrou CD solo

Metal Brasileiro: 10 bandas recomendáveis fora o SepulturaMetal Brasileiro
10 bandas recomendáveis fora o Sepultura

Slipknot: Joey Jordison revela o verdadeiro motivo de sua saídaSlipknot
Joey Jordison revela o verdadeiro motivo de sua saída

Dave Mustaine: 10 coisas que você não sabia sobre eleDave Mustaine
10 coisas que você não sabia sobre ele

Metal Sucks: Top 25 vocalistas do metal modernoMetal Sucks
Top 25 vocalistas do metal moderno

Guns N' Roses: as músicas do Appetite For Destruction, da pior para a melhorGuns N' Roses
As músicas do "Appetite For Destruction", da pior para a melhor

Roy Buchanan: o exemplo obscuro de um amante das seis cordasRoy Buchanan
O exemplo obscuro de um amante das seis cordas


Sobre Pierre Cortes

Pierre Cortes, paulistano, bacharelado em Publicidade e em Cinema, amante da fotografia e escrita, apreciador do Heavy Metal e todas as suas subdivisões desde o início dos anos 80, colaborador do Whiplash.Net desde 2011, Twitter - @pierrecortes.

Mais matérias de Pierre Cortes no Whiplash.Net.

adGooILQ