Wo Fat: Mais do mesmo (ainda bem!)

Resenha - Midnight Cometh - Wo Fat

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcelo Hissa
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Heavy metal psicodélico ou o famoso Stoner metal no mais puro estado. Wo Fat vai demorar ainda pra decepcionar os fãs da música viajada. Midnight Cometh fornece mais uma oportunidade autossuficiente de se ficar “high”em 2016. Não adianta encher linguiça e lançar álbum com 20 faixas, o Wo Fat diz tudo em apenas 6. Desconhece a banda? Que pena, eles já lançaram mais de 5 álbuns antes desse.

5000 acessosMulheres no Rock: as mais importantes segundo rádio inglesa5000 acessosMalmsteen: Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarrista

Os riffs são de grosso calibre, a distorção não apazigua nem na hora do solo. Vide “There's Something Sinister in the Wind” que abre o álbum chutando a porta. Cada faixa é uma longa experiência a ser usufruída (em média 6 a 10 minutos,). Riffborn é a mais curta, mas compensa na velocidade. O som do Wo Fat só limpa nas eventuais viagens psicodélicas como em “Of Smoke and Fog” e em “Three Minutes To Midnight” (chegou um minuto antes do Iron Maiden - trocadilho infame).

A garotada que se liga em solo-Dragonforce, falsetes-Helloween, riff-detah metal ou pula-pula do Korn (nada contra) passe longe. Esse som tá mais para o seu tiozão calejado do tanto levar pancada no mosh-pit da vida, ele agora procura um som raiz com meio pé no freio para curtir. Se é rock pesado ou se é metal eu não sei, pergunta para seu tio.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Wo Fat"

Mulheres no RockMulheres no Rock
As mais importantes segundo rádio inglesa

Yngwie MalmsteenYngwie Malmsteen
Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarrista

GóticasGóticas
10 grandes bandas do gênero dos anos 80

5000 acessosHistória do Rock: dos primórdios aos anos 705000 acessosJack Bruce: "Foda-se o Led Zeppelin, eles são um lixo!"5000 acessosKid Vinil: "Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!"5000 acessosUltimate Classic Rock: As 10 melhores músicas do Scorpions5000 acessosChorão: Médium teria psicografado poesia do vocalista?1515 acessosMetalSucks: Músicos grisalhos que continuam trues

Sobre Marcelo Hissa

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online