AHAB: Funeral Doom em águas tempestuosas

Resenha - Divinity of Oceans - AHAB

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Henrique Figueiredo
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Formado em 2004 na Alemanha, a banda AHAB tem chamado a atenção do público e da crítica especializada desde suas primeiras demos, levando-os a serem headliners em diversos festivais e a conquistarem admiradores em todo o mundo. Fazendo um Funeral Doom Metal intrincado, o quarteto alemão explora a temática marinha, baseando-se em clássicos da literatura, como Moby Dick (o que leva a banda a ser rotulada diversas vezes como Nautic Funeral Doom Metal).

5000 acessosMalmsteen: "A 1ª vez que fui ao Brasil não consegui acreditar"5000 acessosIron Maiden: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Com a (difícil) missão de suceder o debut The Call of the Wretched Sea, o AHAB lançou, em 2009, The Divinity of Oceans. Ao longo de suas seis faixas vamos encontrar diversos elementos já marcantes na discografia da banda: o timbre inconfundível das guitarras, as partes cantadas (ou narradas) com voz limpa, a bateria repleta de técnica e o gutural assombroso do vocalista Daniel Droste. A faixa título representa bem o AHAB neste disco. Ao longo de seus onze minutos, os poderosos riffs carregados de distorção das guitarras disputam espaço com o baixo absurdamente pesado. Aliás, o baixista Stephan Wandernoth se mostra ainda mais criativo nesse álbum e o instrumento passou a ser muito mais presente na banda.

Já em faixas como “O Father Sea” e “Gnawing bones (coffin’s lot)” o ouvinte perceberá uma que se mantém fiel ao estilo sem medo de experimentar, abusando com bom senso dos pedais de efeito e das partes cantadas à duas vozes. “Redemption Lost” é um funeral doom bem tradicional, com vocal denso, seco e pesado, como deve ser.

Com The Divinity of Oceans, o AHAB cumpriu a missão de lançar um segundo álbum à altura dos elogios que vinham recebendo desde a criação da banda. Um ótimo disco para aquela noite chuvosa, repleta de raios e relâmpagos. Boa audição!

Setlist:

Yet Another Raft of the Medusa (Pollard’s Weakness)
The Divinity of Oceans
O Father Sea
Redemption Lost
Tombstone Carousal
Nickerson’s Theme

AHAB:

Daniel Droste – Vocais/Guitarra
Christian Hector – Guitarra
Cornelius Althammer – Bateria
Stephan Wandernoth - Baixo

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Ahab"

MalmsteenMalmsteen
"A 1ª vez que fui ao Brasil não consegui acreditar"

Iron MaidenIron Maiden
Perguntas e respostas e curiosidades

João GordoJoão Gordo
Quais são as bandas que ele ouve hoje em dia?

5000 acessosNo alto do castelo há uma linda princesa...5000 acessosRob Halford: Uma resposta educada a comentários de Dickinson5000 acessosCinema: o melhor e o pior dos rockstars em filmes5000 acessosMetallica: as 10 melhores músicas segundo a Loudwire5000 acessosAquiles Priester: Procurando autora de carta de 30 anos atrás5000 acessosTony Iommi: relembrando seu tempo com o Jethro Tull

Sobre Henrique Figueiredo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online