Older Jack: Apesar de brasileira, banda tem essência alemã

Resenha - Metal Über Alles - Older Jack

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Gabriele Moura
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

Eu sou aquela que ama uma banda alemã, desde as mais calmas como Accept e Scorpions até as pesadas Sodom, Kreator e Rammstein. Mesmo brasileira, a Older Jack tem na veia aquela essência alemã que mescla o Heavy Metal tradicional com uma pegada Rock N' Roll que dá um ar gostoso ao som, além disso, há momentos em que um groove todo envolvente toma a música e a torna grudenta, no bom sentido.

Metallica: Hetfield explica por que não gosta de bater fotos com fãsMike Mangini: um dos bateristas mais rápidos do mundo?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


"Öl Und Blut" é a faixa de abertura do álbum, é uma das minhas favoritas, o vocal e seus agudos remetem bem o heavy metal, e em alguns momentos é possível sentir um peso thrash, mas tal peso não se sobressai tanto, o que acaba tornando a canção muito envolvente. A segunda faixa é a que dá nome ao álbum, "Metal Über Alles" tem uma introdução toda thrash, cheia de agudos e riffs muito bem executados.

Elejo como melhor música do álbum a "In Namen Das Geldes", quem conhece meu gosto sabe exatamente o por que disso, que linha de baixo maravilhosa que esta música tem, sem falar da bateria cadenciada e groovada, um pouquinho stoner mas é metal, um fucking heavy metal! Gosto bastante da faixa "Wahnsinn" também, ela inicia de um modo pesado com muitos elementos thrash,, a faixa é bastante propicia para fazer roda punk (hehe).

Não podemos esquecer da instrumental "Luft", contendo menos de dois minutos ela é leve, uma balada instrumental muito bem colocada em meio ao álbum, servindo, assim, para acalmar os ouvidos e os preparar para mais pancadaria. E por fim, a faixa "Das Ende", que encerra com o disco com a mesma categoria que iniciou, nela também há uma rica linha de baixo com uma bateria pesada e novamente um show de riffs e de vocal.

O que mais me agradou na banda como um todo foi a irreverência de cantar em alemão, e fazer isso com muita qualidade, apresentando um vocal agudo nos momentos certos e pesados ao mesmo tempo, riffs muito bons em todas as canções, bateria no ponto e linhas de baixo inteligentes. Acho que a mixagem em alguns pontos deixou o som meio "quebrado", e a banda deveria procurar um diferencial a mais, o som já está bastante maduro, mas falta aquela coisa que te faz ouvir e saber quem é, algo que traga identidade à banda.

Line Up
Carlos Klitzke - vocal
Deivid Wachholz - guitarra
Hermann Wammser - guitarra
Cesar Rahn - baixo
Bruno Mass - bateria


Outras resenhas de Metal Über Alles - Older Jack

Older Jack: Coração brasileiro, sangue alemão!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Older Jack"


Metallica: Hetfield explica por que não gosta de bater fotos com fãsMetallica
Hetfield explica por que não gosta de bater fotos com fãs

Mike Mangini: um dos bateristas mais rápidos do mundo?Mike Mangini
Um dos bateristas mais rápidos do mundo?


Sobre Gabriele Moura

Gabriele Moura, 17 anos, dona do site The Metal World e membro da equipe da Black Legion Produções!

Mais matérias de Gabriele Moura no Whiplash.Net.

adGoo336