Acid: Relançamento de um clássico oitentista em versão nacional

Resenha - Acid - Acid

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

E a Hellion Records continua com sua fantástica saga de lançar clássicos do metal no mercado nacional. E dessa vez o pessoal caprichou, pois acabam de relançar os três full-lengths lançados pelos belgas do ACID. E aqui vamos falar do debut autointitulado da banda, lançado originalmente em 1983, sendo considera da uma verdadeira pérola do metal oitentista.

Instagram: as fotos mais legais do perfil de James HetfieldEddie Van Halen: "Eruption foi um acidente"

Sim, convenhamos, a Bélgica não é lá um país tão tradicional em termos de música pesada como outros vizinhos, como Alemanha e Inglaterra. Mas nem por isso deixa de abrigar grupos de grande qualidade, como é o caso do ACID, um dos precursores do estilo, embora sem o mesmo reconhecimento de outros nomes daquela cena.

Trazendo a formação clássica da banda, com Kate De Lombaert no vocal, Demon e Dizzy Lizzy nas guitarras, T- Bone no baixo, e Anvill na bateria, o disco é um verdadeiro deleite para os amantes do verdadeiro e puro heavy metal, aqui executado em sua essência, com guitarras estridentes e pesadas, cozinha direta, veloz e precisa, além de linhas vocais marcantes e cheias de personalidade.

Isso porque, claro, os vocais de Kate são o grande diferencial do ACID, pois na época não era muito comum bandas de metal com vocais femininos, e muito menos com uma cantora tão acima da média.

Faixas como "Acid", "Ghostriders" e "Hell on Wheels", a trinca de abertura do material, são verdadeiros clássicos do gênero, com riffs certeiros, vocais cativantes e uma crueza e simplicidade marcantes, transbordando energia, com influências que vão de MOTORHEAD a MISFITS, passando por JUDAS PRIEST e SAXON.

Mas não há como não citar "Woman At Last" e "Five Days of Hell", outros momentos memoráveis de "Acid", e que mostram uma banda que surgia com um potencial gigantesco, sem grandes recursos, já nos primórdios dos anos 80.

Essa nova versão do álbum traz 04 faixas bônus, além de encarte com entrevista com os membros da banda, além de nota do jornalista inglês Malcom Dome sobre o trabalho.

Imperdível para qualquer fã de metal, em todas as suas vertentes.

Acid - Acid
(Hellion Records - Relançamento - 2016)

1. Acid
2. Ghostriders
3. Hell on Wheels
4. Anvill
5. Demon
6. Hooked on Metal
7. Woman at Last
8. Five Days Hell
9. Heaven s Devils
10. Satan

Bonus Tracks:

11. Hell on Wheels (7 version)
12. Hooked on Metal (7 version)
13. Five Days Hell (Demo version)
14. Woman at Last (Demo version)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Acid"


InstagramInstagram
As fotos mais legais do perfil de James Hetfield

Van HalenVan Halen
Eddie explica os segredos do seu modo de tocar

Simplicidade é para os falsosSimplicidade é para os falsos
O nome de banda mais complicado do mundo

Oops!: 10 erros eternizados em gravações de clássicosCretin: transexual rompe barreiras no metal extremoVelvet Revolver: "foi o auge da minha vida", diz Matt SorumRolling Stone: Os 500 melhores álbuns da história em lista da revista

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336