RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemNey Matogrosso reflete sobre não ter contraído HIV mesmo tendo contato com quem tinha

imagemA clássica canção que fez tanto sucesso que nem Nick Mason consegue mais ouvir

imagemO dia que Marcelo Nova perguntou para Raul Seixas se existe coisa melhor do que mulher

imagemA incrível música do Black Sabbath que Geezer Butler achou "comercial demais"

imagemGeezer diz que Iommi não para de compor e gravar, e fala sobre álbum de blues do Sabbath

imagemOzzy Osbourne revela que Rick Rubin detestou o "No More Tears"

imagemRogério Skylab critica Renato Russo, Cazuza, Lobão, e todo o pessoal do BRock

imagemSlipknot lança videoclipe com música inédita e inaugura site misterioso

imagemO profundo significado da cruz de "Appetite For Destruction", segundo Axl Rose

imagemCentenas de álbuns em vinil e CD com desconto de 20% na Amazon mediante cupom

imagemO ritual assustador no show do Queen que apavorou o Kid Abelha no Rock in Rio de 1985

imagemSlipknot anuncia saída de Craig Jones, um de seus integrantes mais antigos

imagemNey Matogrosso: "Cazuza queria que eu tomasse remédio de AIDS para ficar na mesma onda"

imagemRock não fura bolha por causa de "tiozões com bandana do Sepultura", defende produtora

imagemMatt Heafy, do Trivium, pula do palco para salvar fã em show e posta vídeo


Anunciar

Nonconformity: Ótimo disco que mostra banda com competência

Resenha - Shackled - Nonconformity

Por Mateus Rister
Postado em 15 de abril de 2016

Nota: 10

Há tempos o Rio Grande do Sul é celeiro para bandas de Metal Extremo. Thrash, Death e Black Metal são estilos que sempre tiveram muita representação em solo gaúcho. Conforme os anos passam a tecnologia se torna acessível e muitas bandas independentes conseguem lançar material de forma oficial. Esse é o caso da banda NONCONFORMITY, que lançou o primeiro disco em 2015.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

O disco começa com "Never Lose Yourself", um grande riff conduz a música. A mistura de velocidade e cadência está bem costurada, a bateria se destaca com ótimas viradas e um bom exemplo de uso de pedal duplo. Já a segunda faixa "Bloody Nations" começa mais lenta e em seguida ganha velocidade. Um dos aspectos que a torna interessante é a variação vocal, o solo de guitarra é curto, mas certeiro. "Culmination of The Wretched" é em minha opinião a melhor música do álbum, com refrão e riffs perfeitos para bater cabeça e cantar junto, é pesada e a estrutura geral se encaixa de uma maneira especial, lembra muito o SEPULTURA no começo. A faixa seguinte é "As I Walk With the Nameless" segue a pegada forte com destaque para a base depois do solo e o refrão. A sequência com "Bloodshed" que conta com a participação de Wilmar Souza Filho da banda M-19 tem uma ótima introdução e um solo matador. Enquanto "The Reality That Torments You" mantém o excelente padrão do disco com destaque para a bateria. "Inborn Evil" tem uma introdução interessante, mais uma vez o pedal duplo aparece muito bem, a letra é forte, raivosa, obscura e conta com um pequeno trecho em português que encaixou perfeitamente, também vale destacar mais um magnifico solo de guitarra. A próxima é "Glory", instrumental com ótimos dedilhados e uma atmosfera sombria. A música seguinte é "Agonizing Existence" que mais uma vez dá pra sentir a raiva e a agonia na interpretação da letra, tem o instrumental bem trabalhado e a tensão presente na base antes do solo é de arrepiar. O álbum encerra com o bônus "Devastation’s Architecture" onde o destaque é o baixo que inicia a música e dá o tom do que está por vir com sua melodia marcante. A levada mais lenta traz um clima especial até o crescimento e explosão que se sucede com ótimo feeling.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

No geral é um ótimo disco que mostra uma banda com competência para usar e abusar das mudanças de andamento e que trata de temas sombrios com clareza em suas letras. Quem é fã de Thrash Metal bem feito e bem produzido tem um prato cheio nesse trabalho.

NONCONFORMITY: Shackled
2015 – Hurricane Records – Violent Records – Rock Animal

1 – Never Lose Yourself
2 – Bloody Nations
3 – Culmination of The Wretched
4 – As I Walk With the Nameless
5 – Bloodshed
6 – The Reality that Torments You
7 – Inborn Evil
8 – Glory
9 – Agonizing Existence
10 – Devastation’s Architecture (Bonus Track)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

A."FuManchu" Marcus Teixeira – Voz

Adriano Zietlow – Guitarra
Cassio Araújo – Baixo
Rafael Kniest – Bateria

Gravação, mixagem e masterização: Studio Hurricane

Produção: Sebastian Carsin

Contatos:
https://pt-br.facebook.com/nonconformitythrash

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Facchini Medeiros | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Mateus Rister

Jornalista, assessor de comunicação/imprensa e músico. Apaixonado por Rock And Roll, cinema e contracultura. Dono do blog insanityrecords.com.br e incentivador de cenário musical autoral.
Mais matérias de Mateus Rister.