Def Leppard: A ressurreição do Hair Metal

Resenha - Def Leppard - Def Leppard

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thárik Leonardo
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Título: Def Leppard
Ano de Lançamento: 2015
Gêneros: Hard Rock, Heavy Metal, Hair Metal

1. Let’s Go: “Let’s Go”, o primeiro single do álbum, marca um retorno a era de ouro da banda em seus vindouros discos dos anos 80. Os coros estão de volta, a animação está de volta, e a galera do Def Leppard mostra que idade não define competência. O refrão é grudento feito chiclete e a faixa é constante, firme e animada. Nota: 5/5

1821 acessosGNR: até agora, a banda que mais faturou com shows em 20175000 acessosLoudwire: as 10 melhores músicas do Nirvana

2. Dangerous: essa é uma faixa que parece ter vindo do disco Adrenalize (1992). Tem uma vibe muito pra cima e é contagiante, com um refrão legal e versos muito bons. O instrumental também é muito interessante por remeter certeiramente a época citada. Nota: 4/5

3. Man Enough: uma faixa competente que lembra o disco Slang (1996), com uma pegada meio sacana e um excelente refrão com ótimos riffs que variam a todo momento. A linha de baixo também é digna de nota. Excelente música. Nota: 4.5/5

4. We Belong: a primeira balada do disco chega perto de decepcionar, mas é salva por um refrão contagiante e gostoso de ouvir, a banda novamente soa como em Adrenalize (1992) mas em seus piores momentos. Nota: 3.5/5

5. Invicible: começa com uma linha de baixo excelente e logo entram dois riffs, um de base e um lead riff, ambos contagiantes e fortes. A música é muito legal, com uma bela letra e uma performance vocal muito agradável por parte de Joe Elliott. O refrão também é bem carismático. Nota: 4.5/5

6. Sea of Love: remetendo ao álbum Hysteria (1987), “Sea of Love” é uma faixa rocker vigorosa com versos cativantes e um ótimo refrão. Além disso, tem riffs muito competentes pra acompanhar e traz uma boa performance vocal de Elliott. Nota: 4/5

7. Energized: a faixa infelizmente é muito próxima do que a banda fez em seu pior trabalho, X (2002) e apresenta um instrumental fraco, versos muito comerciais e um refrão anti-climático. Nota: 2.5/5

8. All Time High: a faixa mais animada do disco até então é uma excelente música de Heavy Metal com vocal marcando presença com força, excelentes riffs e um refrão melhor ainda. Lembra muito o disco Hysteria (1987). Nota: 5/5

9. Battle of My Own: um acústico meio psicodélico é um dos grandes destaques do disco por sua originalidade e fugir completamente do estilo da banda, apostando em algo digno de Led Zeppelin III (1970), apenas mais espalhafatosa e pesada do meio pro fim. Uma das melhores faixas do disco. Nota: 5/5

10. Broken ‘n’ Brokenhearted: mais uma faixa demasiadamente Pop, é apenas um filler sem muito carisma e com uma proposta simples e pouco interessante. Nota: 3/5

11. Forever Young: “Forever Young” é uma faixa contagiante que novamente apresenta grandes influências de Hysteria (1987) e com seu estilo despojado e pra cima chega perto de se destacar como uma das melhores do disco, pecando apenas por apresentar versos inferiores ao refrão. Nota: 4/5

12. Last Dance: a segunda balada do trabalho tem uma vibe bem hippie, meio The Black Crowes, com uma melodia suave e instrumental íntimo e competente, a letra é muito romântica e melancólica e também lembra a era de ouro da banda, principalmente da faixa “Hysteria” do álbum de mesmo nome. Nota: 4.5/5

13. Wings of an Angel: “Wings of an Angel” é uma faixa inspirada, com uma entrada estupenda mostrando versos doces e suaves, tendo uma quebra brusca pra um refrão rocker e divertido. Excelente faixa. Nota: 5/5

14. Blind Faith: a terceira balada do disco infelizmente não repete o êxito das duas primeiras, com uma letra meio clichê e melodia simples demais. Mas não é uma faixa ruim não, só passa longe de ser um destaque. Nota: 3/5

Conclusão: após uma sequência de discos de gosto duvidoso o Def Leppard alcança sua redenção em uma volta triunfal com um disco inspirado em tudo o que a banda já fez de melhor. Def Leppard é um dos melhores discos de 2015 e certamente vai agradar os fãs da era de ouro da banda (1983-1992).

Destaques: “Let’s Go”, “Man Enough”, “Invicible”, “All Time High”, “Battle of My Own”, “Last Dance” e “Wings of a Angel”.

Nota: 4/5

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Def Leppard - Def Leppard

1781 acessosDef Leppard: Chiclete da melhor qualidade!1277 acessosDef Leppard: ainda com lenha para queimar em novo álbum

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 01 de novembro de 2015

Guns N RosesGuns N' Roses
Até agora, a banda que mais faturou com shows em 2017

976 acessosGanhos: veja quanto algumas bandas faturaram com shows recentes2247 acessosDef Leppard: edição deluxe celebra 30 anos do álbum "Hysteria"1058 acessosDef Leppard: nunca mais lançarão álbuns como o "High and Dry"518 acessosWho e Def Leppard em POA: venda para público geral inicia amanhã0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Def Leppard"

GuitarristasGuitarristas
Os 10 músicos mais subestimados de todos os tempos

The GauntletThe Gauntlet
"Melhores músicas para fazer air guitar"

Strip-TeaseStrip-Tease
Algumas canções que combinam com o tema

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Def Leppard"

LoudwireLoudwire
As 10 melhores músicas do Nirvana

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1990

Steven TylerSteven Tyler
"Nunca esquecerei a audição para o Led Zeppelin!"

5000 acessosMetallica: as 10 melhores músicas segundo a Loudwire5000 acessosAs regras do Death Metal5000 acessosCuriosidades: 40 fatos inacreditáveis do rock5000 acessosBlack Sabbath: filósofo escreve livro sobre as letras5000 acessosFotos de Infância: Andre Matos e Viper5000 acessosCharlie Brown Jr: Esposa diz que Champignon foi sucumbido por espíritos ruins

Sobre Thárik Leonardo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online