Bloody: O retorno sangrento

Resenha - Bloody - Bloody

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Bloody gravou dois ótimos álbuns, “Slow Death” (2005) e “Engines of Sin” (2008), e depois deu uma parada, não exatamente encerrando as atividades. Este ano anunciaram o retorno definitivo e, melhor ainda, com um novo trabalho em mãos e a formação praticamente intacta.
5000 acessosRobert Plant: "quase saí do Led quando meu filho morreu"5000 acessosLinkin Park: Bennington fala sobre alcoolismo e abuso na infância

Ao ouvir o trabalho, a impressão é que o grupo não parou no tempo e se manteve ligado, afinal “Bloody” traz a banda em uma evolução natural e com suas características de sempre. Isto é, agressividade e peso caminham lado a lado trazendo temas que abordam o caos humano.

O principal quesito a ser destacado aqui são as guitarras. Sem desmerecer os outros instrumentos que fazem seu trabalho com coesão, os riffs aqui estão de encher os olhos (de raiva) de tão bem elaborados e executados. A naturalidade de como as bases soam ganha ainda mais pontos, pois está difícil de encontrar isso hoje em dia.

O guitarrista Fabio Bloody também conseguiu uma produção bacana, natural e que foge dos moldes plastificados dos dias atuais. A regularidade e equilíbrio entre as faixas também chama atenção, mostrando que a banda voltou com gás suficiente para não deixar a peteca cair.

Difícil destacar apenas uma ou outra composição até mesmo pelo já citado equilíbrio entre as faixas, mas Another Bloody Day, a cantada em português e bem variada Cancro e Vegeance (que rifferama!) chamam atenção logo de cara. Enfim, um retorno impactante. Bem vindos de volta à cena!

http://www.bloody.com.br/
https://www.facebook.com/pages/Bloody-Thrash-Metal-Band/6304...

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Bloody - Bloody

209 acessosBloody: O retorno de um dos ícones de thrash nacional

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Bloody"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Bloody"

Robert PlantRobert Plant
"Quase saí do Led quando meu filho morreu!"

Linkin ParkLinkin Park
Bennington fala sobre alcoolismo e abuso sexual na infância

Roqueiro poserRoqueiro poser
100 regras essenciais para se tornar um

5000 acessosRock e Heavy Metal: E se as capas dos álbuns fossem honestas?5000 acessosRock In Rio 2017: ausência do "Dia do Metal" é compreensível5000 acessosSlayer: o que acontece quando tentam tocar com um violão?5000 acessosMetallica: Lemmy, um dos principais motivos desta banda existir5000 acessosRoda de Pogo - A Dança Punk5000 acessosSteve Vai: guitarrista fala sobre ser vegetariano

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online