Deathinition: Thrash Metal dinâmico

Resenha - Art of Manipulation - Deathinition

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Esse quinteto polonês surgiu em 2008, lançando um single em 2010 e uma demo em 2011. “Art of Manipulation” é o primeiro trabalho profissional da banda, que vem do interior do país, mais precisamente da cidade de Bydgoszcz.
5000 acessosPorta dos Fundos: Andreas Kisser e a cobrança dos metaleiros5000 acessosVersões originais: 10 músicas que foram "tomadas" emprestadas

Embora seja europeu, o Deathinition bebe na fonte norte-americana do Thrash Metal, partindo por um lado mais dinâmico e menos ‘from hell’ do estilo. Nota-se também influências do Speed Metal oitentista, já que a banda opta por ritmos mais velozes e se utiliza de poucas alternâncias rítmicas.

Apesar de não exagerar na hora de executar as composições, a banda mostra habilidade através de seus membros, destilando riffs criativos, solos melódicos, além de ter uma cozinha bem consistente. O vocalista Adam Langowski não parte para o lado ‘escachado’ do estilo e procura cantar, possuindo um timbre de certa forma diferente.

São quatro composições e todas possuem suas qualidades, mas é bom ficar de olho na técnica e mais variada Art of Misunderstanding e na curiosa Kłamstwa dla mas, que é cantada na língua pátria da banda. Pelas informações o Deathinition ainda divulga este trabalho, mas se servir de parâmetro já podem lançar um debut.

https://www.facebook.com/deathinition
https://myspace.com/deathinitionthrash

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Deathinition"

Porta dos FundosPorta dos Fundos
Andreas Kisser e a cobrança dos metaleiros

CuriosidadesCuriosidades
10 músicas que foram "tomadas" emprestadas

Hard RockHard Rock
As bandas do gênero que ficaram para trás

5000 acessosFotos de Infância: Cradle Of Filth5000 acessosCorey Taylor: "não comprem a playboy da Lindsay Lohan"5000 acessosOverkill: mandando recado ao Avenged Sevenfold4172 acessosBruce Dickinson: quanto melhor o músico, maior chance de criar coisas sem alma4622 acessosPunk: três exemplos de como tocar na batera também é difícil5000 acessosBon Jovi: "Tive contato com drogas muito jovem, e amadureci cedo"

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online