Murder Worship: O poder do extremo underground

Resenha - Hate Celebration - Murder Worship

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade


Apesar de este debut ter sido lançado há 2 anos, ele ainda é o material de divulgação deste quarteto mineiro, oriundo de Patos de Minas. Bem pudera, afinal estamos diante de um material de extrema qualidade e que merece uma atenção muito maior do que qualquer que a banda já tenha conquistado até então.

O som aqui não traz inovação alguma, mas prima pelo conhecimento de causa que a banda demonstra dentro do Death Metal, estilo totalmente já explorado, mas que não se exige muito quando se leu certinho a cartilha. Enfim, o Murder Worship sabe disso e deixa de queixo caído, até porque o disco foi feito de forma totalmente independente.

publicidade

Quando o leitor ler Death Metal não se deixe levar apenas pela velocidade e brutalidade a esmo do gênero, pois os mineiros primam por algo mais cadenciado, muito trabalhado e uma pequena dose de melodia, principalmente nos solos muito bem encaixados. É algo como se nomes como Dismember, Morbid Angel e Autopsy (principalmente nas levadas) se unissem e, colocando aí as próprias características da banda, saísse o Murder Worship.

publicidade

Palmas para os riffs, carregados e privilegiados pela ótima produção, que dão um peso necessário e variam sem soar técnicos ou artificiais demais. Aliás, essa produção de qualidade, mas não deixando soar moderno foi um dos grandes trunfos. Além disso, os vocais de Diegö Mürray (também guitarrista) são excelentes, soando guturais inteligíveis e interpretando as composições com sangue nos olhos.

publicidade

Outra característica da banda são as músicas longas, sendo que as mais curtas possuem cinco minutos no mínimo. Isso faz parecer cansativo, mas a banda manda muito bem no dinamismo e variação nos riffs que soa como um deleite ao ouvinte. Sem fazer média, praticamente todas as faixas possuem suas qualidades. Menção honrosa para essa capa aí ao lado. Que petardo!

https://www.facebook.com/braziliandeathmetal
https://soundcloud.com/murderworship

publicidade

publicidade



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


A7X: Curiosidades sobre a banda que talvez você não saibaA7X
Curiosidades sobre a banda que talvez você não saiba

Humor: as 101 regras para ser um fã da NWOBHMHumor
As 101 regras para ser um fã da NWOBHM


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin