Acrania: Salsa Death Metal?

Resenha - An Uncertain Collision - Acrania

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


A primeira música deste segundo álbum dos mexicanos do Acrania, Treason, Politics & Death, não deixa muito na cara os elementos que a banda mescla com seu poderoso Thrash/Death Metal. Pelo menos até a metade da ‘canção’, nada surpreende, até porque o som é direto e com uma produção simples.
5000 acessosO Clube dos 27: 17 roqueiros que sucumbiram à idade fatídica5000 acessosOrtografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?

Até se ouvir ali pro meio da primeira faixa um saxofone e um trompete, dando um ritmo de mambo com direito a percussão. Aí percebe-se porque a banda se rotula Experimental Death Metal. Deceive The Pain traz uma bateria sensacional, cheia de ritmo latino, aliada a um baixo dinâmico e mais inclusão de instrumentos de sopro, desta feita um saxofone bem melancólico.

A Praise To Madness traz a salsa revestida de cozinha pesada, riffs agressivos, acompanhados por uma mini-orquestra de metais. Enquanto isso Speartooth traz agressividade e melodia também com influências de música latina. Precedida pela bossa instrumental Vallarta Night, a faixa que encerra o disco, My Land, também se destaca.

Talvez se a produção fosse um pouco mais cristalina as coisas se sairiam ainda melhor e a nota deste “An Uncertain Collision”, obviamente, seria maior. Afinal, a ideia aqui casou perfeitamente e é de muito bom gosto. Quem curte som extremo e gosta de sair do comum, tem obrigação de ouvir isso.

https://www.facebook.com/acraniaofficial
http://www.myspace.com/acrania

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Acrania"

O Clube dos 27O Clube dos 27
17 roqueiros que sucumbiram à idade fatídica

OrtografiaOrtografia
Como deveriam realmente se chamar as bandas?

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
"Eu detesto a expressão Heavy Metal!"

5000 acessosSlipknot: demônio avistado em fogo durante show?5000 acessosRenato Russo: a história do maior nome do rock nacional5000 acessosSlipknot: "para cada Mustaine falando merda há um Hetfield"5000 acessosMetallica: versões insanas de Master Of Puppets no baixo4501 acessosElvis Presley: segundo irmão, Rei do Rock teria cometido suicídio5000 acessosAndreas Kisser: o Brasil passa por um momento idiótico, ou você é A ou é B

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online