Andsolis: Metal extremo diversificado, trabalhado e cativante

Resenha - Vigil - Andsolis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O ANDSOLIS é uma banda alemã, que autoproclama seu som de death metal melódico progressivo, e que acaba de lançar seu disco de estreia, o ótimo "Virgil", que chega ao mercado nacional graças novamente à parceria entre a batalhadora Shinigami Records e a Quality Steel Records.

Prostitutas: As mais famosas e devassas do cenário Rock - Parte 1Guitarristas: os maiores do Hard & Heavy segundo a revista Burnn

Atualmente formada por Simon Abele (guitarrista), Oliver Kilthau (Vocal limpo), Manuel Siewert (Vocal gutural), Stefan Rosenmeyer (Guitarra), Martin Pohl (Teclados), Bryan Zwiers (Baixo ) e Marco Tecza (Bateria), a banda, na verdade, apresenta um som bem variado e intenso, transitando entre o black/death metal, o progressivo, e o folk, com arranjos e melodias ricas e cativantes, lembrando os bons tempos de bandas como BORKNAGAR e VINTERSORG, e fase mais melódica do BATHORY.

Outro fator que chama a atenção são as linhas vocais diversificadas, que conferem ao trabalho uma dinamicidade bem interessante, sem que a audição se torne maçante durante todo seu interregno. Alias, liricamente, o disco foi inspirado em artistas do Romantismo inglês.

Gravado, mixado e masterizado por Marc Ayerle no Studio 22, "Vigil" tem uma sonoridade bem crua e visceral, transitando entre momentos de pura pancadaria, e outros mais introspectivos e ambientais, como se observa na variada "Stand Vigil",que abre o disco, e traz latentes todas características da sonoridade da banda.

E o disco segue nivelado por cima até o final, com faixas longas, mas que não soam enjoativas, graças ao talento dos músicos enquanto compositores.

Sem dúvida um trabalho muito bom, que agradará os fãs mais exigentes da música pesada, que procuram um som diferenciado e belo, mas que em momento algum deixa de lado as raízes da música extrema. Aproveite o lançamento nacional, pois vale a aquisição!

Vigil - Andsolis
(2014 -Quality Steel/Shinigami Records)

1. Stand Vigil
2. Kingdoms without Shape
3. In Silent Confidence
4. The Mystic
5. Days of Receding Light
6. Meridian Smiles
7. The Laughter Echoes


Outras resenhas de Vigil - Andsolis

null




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Andsolis"


Prostitutas: As mais famosas e devassas do cenário Rock - Parte 1Prostitutas
As mais famosas e devassas do cenário Rock - Parte 1

Guitarristas: os maiores do Hard & Heavy segundo a revista BurnnGuitarristas
Os maiores do Hard & Heavy segundo a revista Burnn

Sepultura: Pavarotti gravou uma versão de Roots Bloody Roots?Sepultura
Pavarotti gravou uma versão de "Roots Bloody Roots"?

Queen - Perguntas e RespostasMetal: adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?Andreas Kisser: ele não entende por que Max e Iggor tocam o "Roots"Ozzy Osbourne: Faixa retirada do Youtube volta da melhor forma possível

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adGooILQ