RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemRoger Waters se defende, mas David Gilmour fica do lado da esposa e confirma tudo

imagemRodinha de mosh gigantesca em show do System of a Down viraliza e impressiona

imagemQuem ganhou e quem devia ter ganhado o Grammy de metal desde 1989, segundo Loudwire

imagemEm 1974, Raul Seixas explicava detalhes dos significados por trás da letra de "Gita"

imagemMegadeth é processado por artista que criou capa do último disco da banda

imagemVeja o que esperar da turnê do Mayhem no Brasil

imagemRússia pede para que Roger Waters fale com a ONU sobre a situação da Ucrânia

imagemAs 20 melhores músicas do Nightwish, em lista da Metal Hammer

imagemO maior disco de heavy metal da história, na opinião de Doro Pesch

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemTommy Lee posta (mais um) nude em suas redes sociais

imagemBruce Dickinson explica como cuida de sua voz

imagemComo o maior riff da história do Rock foi roubado do Brasil

imagemIron Maiden está atrás de George Michael e Cyndi Lauper em votação do Rock Hall Of Fame

imagemRoger Waters ataca a Ucrânia e é ofendido por esposa de David Gilmour


Stamp

Age of Artemis: Firmando banda como uma das principais no estilo

Resenha - Waking Hour - Age of Artemis

Por Vitor Franceschini
Postado em 25 de outubro de 2014

Nota: 9

Desde o lançamento do debut "Overcoming Limits" (2011) muitas coisas aconteceram no Age of Artemis, principalmente com o vocalista Alírio Netto. Desde boatos em ingressar como ‘frontman’ do Angra até participar da versão brasileira do musical Jesus Cristo Superstar (ao lado de Igor Rickli e Negra Li), colocaram bastante o nome do cantor em pauta.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Tudo parecia ter deixado o Age of Artemis de lado, até que a banda aparece com este "The Waking Hour" mostrando uma evolução impressionante em relação ao primeiro disco, além de um amadurecimento natural e que o quinteto só estava ‘se fingindo de morto, para... enfim’.

Desde a parte instrumental e sua mistura de Power com Prog Metal, passando pelos arranjos intrincados e encaixados na medida certa, até os vocais de Alírio que aqui prova que é sim um dos melhores do estilo no Brasil e talvez o mais versátil da atualidade, tudo soa equilibrado.

Desde as guitarras de Gabriel "T-Bone" Soto e Nathan Grego, com bons riffs e solos bem elaborados, até a cozinha de Giovanni e Pedro Sena com uma coesão perfeita, servindo de estrutura básica para as composições. Alírio une agressividade e sutileza como poucos, variando bastante seu timbre.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Após a introdução Penance, a trinca inicial é soberba! Under the Sun é um hit certo e o flerte com a música brasileira na inclusão de tamborins na percussão foi uma ótima sacada (flertes que retornam na faixa Childhood), sendo que Broken Bridges mantém a energia e a faixa título é um Prog agressivo com quebradas excelentes.

Hanger and Shame, a balada Your Smile, trazendo facetas da MPB, New Revolution e a bônus Take Me Home (retirada do primeiro álbum) em versão piano, também merecem menção. A primorosa produção colaborou muito com a sonoridade da banda e a arte da capa é de tirar o chapéu. Sem dúvidas um dos melhores álbuns do ano.

http://www.ageofartemis.com.br/
https://www.facebook.com/ageofartemis

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal


Outras resenhas de Waking Hour - Age of Artemis

Resenha - Waking Hour - Age of Artemis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Def Leppard Motley Crue 2

Vocalistas: alguns que poderão ser os novos ídolos do nosso Metal

Fotos de Infância: Alírio Neto muito antes da fama


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.
Mais matérias de Vitor Franceschini.