Tunguska Mammoth: Stoner com Thrash? Canadenses ousados

Resenha - First Chapters - Tunguska Mammoth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


Que energia que transmitem esses canadenses com seu Sludge/Stoner Metal! Quando você vê como os caras são rotulados, espera algo mais ‘malandro’ ou ‘descolado’, e ao colocar a bolachinha pra rodar se depara com uma sonoridade agressiva e, de certo modo, até tensa.

Este primeiro trabalho da banda traz três músicas de um som com guitarras sujas, vocais semi-guturais e uma cozinha que adota até certo ‘groove’. Aliás, as guitarras despejam riffs de ótimo bom gosto, com melodia na dose certa. Enquanto isso, o vocalista Maxime Bellerose (também guitarrista) berra e carrega influências até de Max Cavalera.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A primeira faixa Degenesis traz uma pegada agressiva e interessante, com leves influências ‘sabbáticas’ em seus riffs. Dark Age já traz um clima tenso, parecendo uma marcha para o apocalipse, enquanto Mother Earth é a mais influenciada pelo que nos habituamos a chamar de ‘Groove Metal’ e possui um baixo com um peso absurdo.

Vale lembrar que o Tunguska Mammoth lançou após este EP um álbum auto-intitulado em 2013. "First Chapters" é um trabalho interessantíssimo que foge um pouco das premissas do estilo. Completam o time Mathieu Savage (guitarra), Paolo Di Stefano (baixo) e Pierre-Hugues Rondeau (bateria).

https://www.facebook.com/TunguskaMammoth
http://tunguskamammoth.bandcamp.com/

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Humor: Não basta um machado na mão para ser Black MetalHumor
Não basta um machado na mão para ser Black Metal

Mascotes do Metal: os dez maiores segundo The GauntletMascotes do Metal
Os dez maiores segundo The Gauntlet


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Cli336 Goo728 Goo336