Harmony Fault: Um dos maiores expoentes do GoreGrind brasileiro

Resenha - Savage Horror Dementia - Harmony Fault

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


Um dos melhores expoentes do Goregrind no Brasil (e por que não no mundo?), o Harmony Fault traz em seu segundo full-length 18 faixas incluindo um cover e três regravações. Para a alegria geral da ‘podreiragem’ o negócio está bom e a banda tinindo ainda mais.

Rock Brasileiro da Década de 70

Ozzy Osbourne: "Eu detesto a expressão Heavy Metal!"

As influências de Death Metal já não são tão brutais, sendo que o timbre mórbido das guitarras são os únicos resquícios. Aliás, o trabalho de guitarras se mostra ser um dos destaques, já que mistura objetividade nas bases e de forma simples consegue criar todo um contexto.

A ênfase do peso fica por conta da cozinha. Variando ritmos cadenciados com alguns mais agressivos, as músicas soam interessantes na maior parte do tempo. A parte grotesca realmente fica para os vocais ultras guturais borbulhantes que soam mais como se fossem um instrumento do que cantados.

Das novas composições Dead Flesh Pleasure, Zombie Cave, Puke Fetish, La Maschera del Demonio e a Noite do Chupa Cabras se destacam. O cover fica por conta de Bleeding Peptic Ulcer do Regurgitate em uma boa versão. Taxi Driver, Sangue e Visceras (originais do EP "Sangue e Vísceras" de 2004) e Comendo Lixo (do K7 "Pedaços de Carne Podre" de 2002) são as regravações.

A ótima gravação, a cargo de Ismael Foppa e da banda, também contribuiu para um bom resultado final. E não poderia deixar de mencionar a bela arte gráfica a cargo mais uma vez de Carlos Porto. Uma verdadeira aula de como se fazer Goregrind.

https://www.facebook.com/harmony.fault
https://myspace.com/harmonyfault



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rock Brasileiro da Década de 70Rock Brasileiro da Década de 70

Ozzy Osbourne: Eu detesto a expressão Heavy Metal!Ozzy Osbourne
"Eu detesto a expressão Heavy Metal!"


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin