Elvenking: Propando amálgama entre o Power e o Folk

Resenha - Wyrd - Elvenking

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Marcelo Hissa
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O que acontece se você juntar o vocal agudo e a guitarra de alta velocidade do power com a temática élfica e o uso de instrumentação ortodoxa do folk? O fabuloso Wyrd da banda italiana ELVENKING. Como toque final coloque uma produção competente em músicas contagiantes.
5000 acessosKerrang!: listando 30 bandas que mudaram sua vida5000 acessosBlackmore é removido de camiseta do Purple

Wyrd é o segundo álbum, dos longínquos 2004, mas ainda hoje considerado um dos melhores álbuns da banda. Classificado como Power folk metal, a mistura deu tão certo quee lançou mais uma inovadora vertente da música pesada.

A introdução com The Loser's Ball expressa todo o lado folk com uso de instrumentação tradicional do estilo (violino principalmente), palmas de fundo e vocais femininos felizes. Pathfinders já pisa fundo no acelerador, menos folk mais power. Aqui uma amostra considerável da base do som de ELVENKING: contraste de agudos vocais intercambiando espaço com urros guturais. Esse entrelaçamento também é refletido na coexistência em uma mesma músca da suave viola folk com a distorcida guitarra metal. Essa fórmula estorva qualquer fastio que possa surgir durante a ausculta dessa pérola.

Destaque também para Moonchariot que é um bom espécime de análise do preceito de Wyrd. Folk semi-acústico, vocal quase sussurrado, fornecendo uma atmosfera serelepe, alternando com distorção rápida e o clássico refrão em coro do power. Another Haven dá a outra face à tapa, aqui o folk desce para o segundo plano, a melodia metal é ressaltada pelo o sublime vocal de Kleid, uma das melhores músicas do álbum.

Antes de encerrar mais uma crítica, espaço para a jornada de 12 minutos no último capítulo de Wyrd: A Poem for the Firmament. Como toda campanha épica apresenta intempéries no caminho, uma mutabilidade de ritmos e velocidades. Dividia em 5 partes é o tipo de música bem elaborada, que soa natural com um belíssimo resultado.

Wyrd se destaca pela amálgama que propôs entre o Power e o Folk, delegando ao ouvinte o trabalho de tentar responder: até onde o metal pode evoluir? Quando pensamos que já ouvimos tudo, vem sempre alguém demonstrando que há uma nova porta a ser aberta com uma infinidade de possibilidades a ser explorada.

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Elvenking"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Elvenking"

Kerrang!Kerrang!
Listando trinta bandas que mudaram sua vida

Deep PurpleDeep Purple
Blackmore removido de camisetas do Machine Head

Al JorgensenAl Jorgensen
Heroína e boquete em companheiro de banda

5000 acessosPlanet Rock: 40 melhores discos ao vivo de todos os tempos5000 acessosEm 11/05/1981: Bob Marley morre, vítima de um tumor no cérebro5000 acessosGuns N' Roses: funkeiro assassina clássico máximo da banda5000 acessosMotorhead: Segundo Lemmy Kilmister, "Rap não é música"5000 acessosVisual Kei: nazismo e cabeleiras no gênero mais extravagante do metal5000 acessosIron Maiden: Bruce Dickinson detonando os Reality Shows

Sobre Marcelo Hissa

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online