Deus Otiosus: Terceiro álbum mesclando anteriores

Resenha - Rise - Deus Otiosus

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Os prolíficos dinamarqueses do Deus Otiosus retornam com seu terceiro disco e mais uma vez acertam na fórmula. Sempre apostando no Death Metal puro e simples, a banda iniciou em seu primeiro álbum uma ode ao gênero da morte e se mantém assim até os dias atuais.
5000 acessosAC/DC: A origem do nome da banda5000 acessosHeavy Metal: o Diabo e personagens bíblicas nas capas

“Rise” se diferencia de seus antecessores por juntar ambos. Por mais que pareça irônico, essa junção gerou uma sonoridade mais variada. Afinal, no primeiro trabalho, “Murderer” (2010) a banda se utilizava de uma sonoridade mais cadenciada, enquanto em “Goddless” (2012) deu uma acelerada no andamento de suas composições.

“Rise” traz uma banda mais variada, com a cozinha forte e coesa que sempre possuiu e andamentos rápidos se alternando a climas mais lentos. A evolução dos guitarristas Peter Engkjaer e Henrik Engkjær é latente. As linhas de guitarras estão mais trabalhadas, melhor timbradas e com solos bem encaixados.

O vocalista Anders Bo Rasmussen continua urrando como nunca e está cada vez melhor. O detalhe é que as composições continuam com um ar obscuro, mas com alguns andamentos mais agitados e enérgicos. Tudo isso sem a banda perder suas características, o que é algo importantíssimo para uma carreira sólida.

A produção segue a boa linha orgânica e deixou um pouco de lado a parte rústica que marcou o trabalho anterior. Destaque para Rising War, Iron Rule, Walk the Shadows, Stand up and Fight (levada interessante) e Will and Fear. Não tenho dúvidas que o Deus Otiosus merece mais atenção na cena Death Metal.

http://www.deus-otiosus.com/
https://www.facebook.com/deusotiosus.dk

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Deus Otiosus"

AC/DCAC/DC
A origem do nome da banda

Heavy MetalHeavy Metal
As figuras do Diabo e personagens bíblicas nas capas

Heavy MetalHeavy Metal
Diagrama explica a origem dos nomes de bandas

5000 acessosGosto Musical: artistas falam do que devia ser banido para sempre5000 acessosAlice In Chains: seria essa a última foto de Staley com vida?5000 acessosGuitarra: o riff mais popular de todos os tempos5000 acessosPKN: banda punk formada por membros com Síndrome de Down5000 acessosIron Maiden: Fantasmas e navegadores na melhor música após volta5000 acessosGuns N' Roses: Maurício Meirelles fala sobre shows em Las Vegas

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online