Nightwish: O fim de uma era com o "Once"

Resenha - Once - Nightwish

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Danilo Oliveira
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


7 de Junho de 2004. Era lançado uma das principais obras do heavy metal da época. "ONCE", quinto álbum de estúdio dos finlandeses, mostrou o desenvolvimento da banda nos arranjos, nas melodias, e o grande músico que é Tuomas Holopainen. No DVD do álbum, "End of an Era", fica evidente o sucesso que suas músicas faziam. Os fãs choravam, berravam seus nomes. Mal sabiam estes que, naquela noite no Hartwall Areena, era a última vez que viam a maior formação do heavy metal com vocal feminino. No fim do show, Tuomas entrega uma carta à vocalista Tarja Turunen. Depois disso, muitos já sabem o que aconteceu.

Nightwish: vocal covers de "The Poet and the Pendulum" com quatro vocalistas diferentesQuatro filhos: rockabilly, pop rock, prog rock e hard rock

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Dark Chest of Wonders'', dá início ao álbum com um riff pesado e distorcido na entrada, sendo seguido por um coro e uma orquestra sensacional. Logo de início, da pra perceber o grande nível técnico que o álbum irá seguir. Tarja canta em meio aos estrondos da orquestra durante a faixa. Dark Chest of Wonders tem uma pegada obscura e triunfal.

Logo a seguir, entra o dueto entre Tarja e Marco Hietala, "Wish I Had an Angel", música tema do filme "Alone in the Dark". A música não tem orquestra, seguindo um parâmetro mais industrial de heavy metal. O refrão foi muito bem feito, assim como a música toda. Hietala, nesta faixa, mostra o quanto ele agrega na banda. Uma das maiores faixa de Once. Virou single, é claro.

Então, dá início a terceira faixa, "Nemo". Nemo é uma música típica de 5 estrelas. Tudo nela funciona perfeito. A música ganhou um videoclipe muito bem produzido, não sendo a toa que não saía das paradas mais top do mundo da música na época. A orquestra fica de apoio nessa faixa, deixando o heavy metal rolar puro e sinfônico. No fim da música, após o teclado marcante de Tuomas, ela entra de vez pra encerrar a faixa. Aumente o som nessa parte! O arranjo aqui é lindo, e fecha a música com maestria.

Após essas três faixas, vemos que os finlandeses não estão de brincadeira em Once. O álbum, definitivamente, não é só um grande álbum de symphonic metal; mas, sim, um grande álbum de música.

"Planet Hell" é mais uma boa música com os arranjos a lá hollywoodianos do álbum. A faixa foi usada em um especial do programa da rede globo, afinal, ela traz uma mensagem muito bonita e coerente sobre o meio ambiente em que vivemos hoje. Ela começa com um arranjo de coro e orquestra bonito por um minuto, dando entrada aos riffs e teclado da faixa. Marco divide mais uma vez o vocal com Tarja nessa faixa, mostrando a química que há na junção dos dois vocalistas. Perceba, no meio da faixa, o clima Century Child invadindo o som.

"Creek Mary's Blood" traz um vocalista de tribo indígena nos vocais. A voz do cantor é potente, e agrega um som bem de natureza na música. A faixa traz um arranjo cinematográfico, bem bacana. Muito boa a atuação da Tarja nesta faixa, também.

"The Siren" é criativa e exótica, e funciona muito bem como sexta faixa no álbum. A música tem um ar meio que egípcio, e Tarja dá mais um show de canto aqui. Marco também aparece na faixa, com uma voz parecida com o que ele faz no Tarot, bem bacana.

"Romanticide" é uma faixa pesada e agressiva, tendo seu destaque no final do som. Aquela parte final da música é show de bola!

"Ghost Love Score" é a grande investida da banda em Once, com duração de exatos 10 minutos. A música em si é um filme. Alterna, perfeitamente, entre momentos calmos e agitados, orquestra e heavy metal. A faixa emociona, e faz dez minutos muito bem ouvidos de música. O coro está de muito bom gosto, principalmente, na parte:

"My fall will be for you
My love will be in you
You were the one to cut me
So I`ll bleed forever."

É com esse refrão cantado pelo coro, que em fade out, evanesce o som de Once. Há, também, as faixas "Kuolema Tekee Taiteilijan" e "Higher Than Hope". Ambas, de bom agrado! Quando termino de ouvir o álbum, sinto ter escutado muita das coisas que meus ouvidos pedem numa música. Mas, também, sinto-me melancólico.

Tarja, subitamente, era demitida da banda através da carta entregue pelos membros naquele fim de noite no Hartwall. O assunto, rendeu uma novela e tanto na cena do rock. Os membros acusavam-na em mídia, Tarja processava-os em defesa de seus autorais, seu marido e produtor chegou a falar que Tuomas "não tinha atitude de homem", enfim. Hoje, todos sabem que seu retorno à banda, é impossível.

O Nightwish continuou com sua excelência nos álbuns posteriores, ao lado da vocalista Anette Olzon; e hoje, após a demissão da mesma (!), recebe a ótima vocalista Floor Jansen, dona de um grande potencial vocal. Tarja, por sua vez, entrou em carreira solo, já está no quarto álbum de estúdio, apresenta boas músicas, e um estilo artístico próprio (afinal, na banda, ela não atuava nas composições). De qualquer maneira, a perda foi recíproca: Tarja perde um ótimo compositor pra sua voz, e Tuomas perde uma ótima voz pra sua composição. E nós, a formação de cinco músicos que, dificilmente, teremos igual na cena do symphonic metal.

Once é a magnum opus do symphonic metal. NOTA: 10


Outras resenhas de Once - Nightwish

Resenha - Once - NightwishResenha - Once - NightwishResenha - Once - NightwishResenha - Once - Nightwish




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Nightwish"


Nightwish: vocal covers de "The Poet and the Pendulum" com quatro vocalistas diferentesMarco Hietala: baixista do Nightwish e Tarot lançará álbum solo também em inglês

Power Metal: os 25 maiores álbuns do estiloPower Metal
Os 25 maiores álbuns do estilo

Collectors Room: Floor Jansen e Nightwish, uma união espetacular (vídeo)

Tarja Turunen: novo DVD será gravado com Rafael Bittencourt e outras participaçõesTarja Turunen
Novo DVD será gravado com Rafael Bittencourt e outras participações

Nightwish: Anette Olzon explica por que jamais subirá ao palco com a bandaNightwish
Anette Olzon explica por que jamais subirá ao palco com a banda

Nightwish: vídeo oficial de "Slaying The Dreamer," que estará no próximo DVD

Nightwish: vídeo ao vivo de Devil And The Deep Dark Ocean, do novo DVD ao vivoNightwish
Vídeo ao vivo de "Devil And The Deep Dark Ocean", do novo DVD ao vivo

Nightwish: banda anuncia turnê pela Europa em 2020Nightwish: banda lançará ao vivo gravado em Buenos Aires ainda em 2019

Nightwish: Steve Harris novamente se declara fã da bandaNightwish
Steve Harris novamente se declara fã da banda

Alissa White-Gluz: Floor Jansen manda muito bem toda noiteAlissa White-Gluz
Floor Jansen manda muito bem toda noite


Quatro filhos: rockabilly, pop rock, prog rock e hard rockQuatro filhos
Rockabilly, pop rock, prog rock e hard rock

Seguidores do Demônio: as 10 bandas mais perigosas do mundoSeguidores do Demônio
As 10 bandas mais perigosas do mundo


Sobre Danilo Oliveira

Paulistano, estudante e apaixonado por música. Rockeiro porque curte música boa. Seu primeiro rock foi o Nightwish. Hoje, além do heavy metal, curte muito a passagem da música nos anos 80.

Mais matérias de Danilo Oliveira no Whiplash.Net.

adGoo336