In Soulitary: Death metal melódico cativante, épico e agressivo

Resenha - Confinement - In Soulitary

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  


Já na estrada há mais de 10 anos, os paulistanos do IN SOULITARY podem ser vistos como veteranos na cena. Porém, "Confinement", que acaba de ser lançado via Shinigami Records, é apenas o primeiro álbum lançado pela banda, mas que mostra muita qualidade, fruto da experiência adquirida pelo sexteto ao longo de todos esses anos de carreira.

Formado por Elder Oliveria (baixo), André Bortolai (teclados), Marcel Briani (vocal), Rafael Pacheco (guitarra), Matthew Liles (bateria) e Daniel Schneider (guitarra), a banda apresenta um death metal melódico bem pesado e épico, com faixas marcantes e que deverão agradar facilmente os apreciadores do estilo. E a banda tem um estilo todo próprio de criar suas canções (embora sejam perceptíveis influências de grupos como CHILDREN OF BODOM, IN FLAMES e AMON AMARTH), em especial graças as linhas vocais variadas de Marcel, que transita entre o gutural, o rasgado e o lírico com muita facilidade.

publicidade

Gravado no estúdio AV Works, o disco tem uma sonoridade boa (mas poderia ser melhor), destacando-se os ótimos timbres de guitarras, e as linhas vocais.

No geral, as doze faixas apresentas no trabalho são bem legais, com ótimas estruturas, e arranjos muito bem compostos, e que demonstram toda a técnica dos músicos, como se observa, em especial, nas ótimas "Hollow" (que conta com a participação de Mario Pastore) e "Mouth of Madness".

publicidade

Destaca-se ainda a participação da vocalista Verônica O. Rodriguez (Karkaos do Canadá), em "Write to Life"; de Lan Wweiss, em "The Key" e dos guitarrista Dimitri Brandi (PSYCHOTIC EYE), nos belos solos de "Ministry of Truth" e "River of Souls", e "Luigi Regolini", em "The Key".

Sem dúvida um ótimo trabalho, de uma banda que tem tudo para se tornar referência no death metal melódico em nosso país que, embora não tenha muita tradição no estilo, quando revela alguma banda , esta é de muita qualidade, como é o caso do IN SOULITARY. Pode conferir sem medo de errar.

publicidade

Confinement - In Soulitary

1. Burning Tsa
2. Hollow
3. Written to Life
4. Behind the Rows
5. Mouth of Madness
6. River of Souls
7. Devil s Playground
8. Ministry of Truth
9. Raven King
10. The Key
11. Deep Fear
12. True Religion


Outras resenhas de Confinement - In Soulitary

In Soulitary: Primeiro álbum lançado com êxito



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sabaton: Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda suecaSabaton
Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda sueca

Whiplash.Net: Como enviar conteúdo ou se tornar um colaborador do siteWhiplash.Net
Como enviar conteúdo ou se tornar um colaborador do site


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin