Adrenaline Mob: Mais objetivo, novo disco supera expectativas

Resenha - Men of Honor - Adrenaline Mob

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Igor Miranda, Fonte: IgorMiranda.com.br
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Sem dúvidas, o Adrenaline Mob começou pretensioso demais. A pompa de supergrupo atribuiu grandes expectativas ao projeto, que contava com os consagrados Russell Allen (vocalista do Symphony X), Mike Portnoy (ex-baterista do Dream Theater), John Moyer (baixista do Disturbed) e Mike Orlando (guitarrista).
5000 acessosAllan Holdsworth: Kiko, Vai, Coverdale e outros comentam morte5000 acessosBlack Sabbath: As 10 melhores músicas da banda segundo a Ultimate Classic Rock

Curiosamente, o desconhecido Orlando foi o que apresentou um trabalho mais consistente no debut do conjunto, "Omertà" (2012). Musicalmente, o disco de estreia do Mob soa confuso. A banda queria soar pesada e mais acessível aos fãs mais tradicionais, visto que Moyer estava em contato com admiradores de correntes mais contemporâneas do metal e Allen e Portnoy, com os apreciadores de gêneros progressivos e técnicos. Faltou objetividade.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Mike Portnoy acabou saindo do grupo no ano passado para se dedicar a outros projetos, em especial o The Winery Dogs, e deixou a vaga para A.J. Pero (Twisted Sister). Pero não é nenhum baterista limitado, mas não é tão técnico como Portnoy. Então, evidentemente, algo mudaria no Mob. Neste caso, para melhor. A saída do ex-Dream Theater parece ter feito bem ao grupo.

"Men Of Honor" traz uma espécie de hard n' heavy contemporâneo. A essência metálica do grupo é mantida, especialmente, pela afinação um pouco mais grave dos instrumentos de cordas. A objetividade de A.J. pero na bateria deu o toque necessário para o quarteto. E Russell Allen, um dos cantores mais desperdiçados e versáteis do gênero, voltou a brilhar fora do Symphony X.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Além de pauladas como a abertura "Mob Is Back", a grudenta faixa título e as pesada "Come On Get Up" e "House Of Lies", as baladas se destacam no disco. "Behind Those Eyes", "Crystal Clear" e "Fallin' To Pieces" dão um toque formidável e um pouco mais diferenciado ao registro.

Com "Men Of Honor", podemos constatar que o título da faixa de abertura, "Mob Is Back", não é condizente à banda. O Mob não está de volta: ele, enfim, chegou de verdade.

Adrenaline Mob: "Men Of Honor"
(Hellion Records, edição nacional, http://www.hellion.com.br/)

Russell Allen (vocal)
Mike Orlando (guitarra)
John Moyer (baixo)
A. J. Pero (bateria)

1. Mob Is Back
2. Come on Get Up
3. Dearly Departed
4. Behind These Eyes
5. Let It Go
6. Feel the Adrenaline
7. Men of Honor
8. Crystal Clear
9. House of Lies
10. Judgment Day
11. Fallin' to Pieces

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Men of Honor - Adrenaline Mob

2089 acessosAdrenaline Mob: Sobrevivendo após a saída de Portnoy1978 acessosAdrenaline Mob: 2º round de riffs matadores e vocais agressivos2215 acessosAdrenaline Mob: Ampliando seu leque de alternativas

Allan HoldsworthAllan Holdsworth
Kiko Loureiro, Steve Vai e outros comentam morte

501 acessosMike Portnoy: DVD do Winery Dogs e EP com faixas inéditas2377 acessosPortnoy: Bumblefoot e Derek Sherinian podem estar em supergrupo2789 acessosMike Portnoy: vídeo profissional de estreia do Shattered Fortress0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Mike Portnoy"

Mike PortnoyMike Portnoy
Não me considero um grande baterista

Mike PortnoyMike Portnoy
Não ligo para a técnica, sou da escola Keith Moon/Lars Ulrich

Mike PortnoyMike Portnoy
Ensinando filho de 14 anos a tocar música do Rush

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 18 de abril de 2014

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Adrenaline Mob"0 acessosTodas as matérias sobre "Mike Portnoy"

Black SabbathBlack Sabbath
As 10 melhores músicas da banda segundo a Ultimate Classic Rock

Guns N RosesGuns N' Roses
Irmão de Slash pede desculpas; Axl está de dieta

Artistas popArtistas pop
E se eles migrassem para o Heavy Metal?

5000 acessosMusas do Metal: confira as 10 mais lindas atualmente5000 acessosMudanças: 5 bandas que seguem sem membros da formação original5000 acessosMike Portnoy: baterista explica a camisa "Fuck Paul Stanley"5000 acessosO rock progressivo e os bootlegs4942 acessosJames Hetfield: adoro ouvir rock dos anos 70 e início dos anos 805000 acessosKiko Loureiro: o encontro com DJ Ashba na Polônia

Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013 – apesar de ainda manter por lá uma coluna semanal, chamada Cabeçote.

Mais informações sobre Igor Miranda

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online