Adrenaline Mob: Mais objetivo, novo disco supera expectativas

Resenha - Men of Honor - Adrenaline Mob

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: IgorMiranda.com.br
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Sem dúvidas, o Adrenaline Mob começou pretensioso demais. A pompa de supergrupo atribuiu grandes expectativas ao projeto, que contava com os consagrados Russell Allen (vocalista do Symphony X), Mike Portnoy (ex-baterista do Dream Theater), John Moyer (baixista do Disturbed) e Mike Orlando (guitarrista).

Redemption Tour: Datas com Noturnall, Mike Portnoy e Edu FalaschiLinkin Park: Qual a relação da morte de Chester Bennington com Chris Cornell?

Curiosamente, o desconhecido Orlando foi o que apresentou um trabalho mais consistente no debut do conjunto, "Omertà" (2012). Musicalmente, o disco de estreia do Mob soa confuso. A banda queria soar pesada e mais acessível aos fãs mais tradicionais, visto que Moyer estava em contato com admiradores de correntes mais contemporâneas do metal e Allen e Portnoy, com os apreciadores de gêneros progressivos e técnicos. Faltou objetividade.

Mike Portnoy acabou saindo do grupo no ano passado para se dedicar a outros projetos, em especial o The Winery Dogs, e deixou a vaga para A.J. Pero (Twisted Sister). Pero não é nenhum baterista limitado, mas não é tão técnico como Portnoy. Então, evidentemente, algo mudaria no Mob. Neste caso, para melhor. A saída do ex-Dream Theater parece ter feito bem ao grupo.

"Men Of Honor" traz uma espécie de hard n' heavy contemporâneo. A essência metálica do grupo é mantida, especialmente, pela afinação um pouco mais grave dos instrumentos de cordas. A objetividade de A.J. pero na bateria deu o toque necessário para o quarteto. E Russell Allen, um dos cantores mais desperdiçados e versáteis do gênero, voltou a brilhar fora do Symphony X.

Além de pauladas como a abertura "Mob Is Back", a grudenta faixa título e as pesada "Come On Get Up" e "House Of Lies", as baladas se destacam no disco. "Behind Those Eyes", "Crystal Clear" e "Fallin' To Pieces" dão um toque formidável e um pouco mais diferenciado ao registro.

Com "Men Of Honor", podemos constatar que o título da faixa de abertura, "Mob Is Back", não é condizente à banda. O Mob não está de volta: ele, enfim, chegou de verdade.

Adrenaline Mob: "Men Of Honor"
(Hellion Records, edição nacional, http://www.hellion.com.br/)

Russell Allen (vocal)
Mike Orlando (guitarra)
John Moyer (baixo)
A. J. Pero (bateria)

1. Mob Is Back
2. Come on Get Up
3. Dearly Departed
4. Behind These Eyes
5. Let It Go
6. Feel the Adrenaline
7. Men of Honor
8. Crystal Clear
9. House of Lies
10. Judgment Day
11. Fallin' to Pieces


Outras resenhas de Men of Honor - Adrenaline Mob

nullnullnull




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Adrenaline Mob"Todas as matérias sobre "Mike Portnoy"


Redemption Tour: Datas com Noturnall, Mike Portnoy e Edu FalaschiRedemption Tour
Datas com Noturnall, Mike Portnoy e Edu Falaschi

Twisted Sister: Mike Portnoy conta como foi o triste fim da bandaTwisted Sister
Mike Portnoy conta como foi o "triste fim" da banda

Modern Drummer: os melhores bateristas votados pelos fãsModern Drummer
Os melhores bateristas votados pelos fãs

Mike Portnoy: O que ele acha sobre os comentários de que está em muitas bandas?Mike Portnoy
O que ele acha sobre os comentários de que está em muitas bandas?


Linkin Park: Qual a relação da morte de Chester Bennington com Chris Cornell?Linkin Park
Qual a relação da morte de Chester Bennington com Chris Cornell?

Journey: o famoso erro geográfico em Don't Stop Believin'Journey
O famoso erro geográfico em "Don't Stop Believin'"

Velocidade: Top 10 de músicas de Metal para ser multadoVelocidade
Top 10 de músicas de Metal para ser multado

King Diamond: O que significa ser Satanista?Kurt Cobain: a teoria de assassinato do músicoYngwie Malmsteen: veja-o cantar "Burn", do Deep Purple, em showO Metaleiro: Baile da Favela - Paródia Metal

Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336