Matérias Mais Lidas

Metallica: Jason Newsted conta o segredo para manter uma boa grana até hojeMetallica: Jason Newsted conta o segredo para manter uma boa grana até hoje

O recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilosO recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilos

O motivo pelo qual Regis Tadeu considera Phil Collins deprimenteO motivo pelo qual Regis Tadeu considera Phil Collins deprimente

Iron Maiden: Bruce Dickinson não vai pilotar avião da banda nas próximas turnêsIron Maiden: Bruce Dickinson não vai pilotar avião da banda nas próximas turnês

Acredite se quiser: Iced Earth lançou novo álbum; ouça A Narrative SoundscapeAcredite se quiser: Iced Earth lançou novo álbum; ouça "A Narrative Soundscape"

A banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício BrancoA banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício Branco

A categórica opinião de Kiko Loureiro sobre SlashA categórica opinião de Kiko Loureiro sobre Slash

Anitta lança clipe de Boys Don't Cry, com estética rock e punk; assistaAnitta lança clipe de "Boys Don't Cry", com estética rock e punk; assista

Motörhead: o que Lemmy dizia a quem não queria cheirar cocaína com eleMotörhead: o que Lemmy dizia a quem não queria cheirar cocaína com ele

Luis Mariutti comenta saída da banda Andre Matos; quase 5 anos trabalhando de graçaLuis Mariutti comenta saída da banda Andre Matos; "quase 5 anos trabalhando de graça"

Steve Vai teve que malhar quando começou a tocar com Lee Roth; Parecia um macarrãoSteve Vai teve que malhar quando começou a tocar com Lee Roth; "Parecia um macarrão"

Metallica: segundo Jason, acidente que quase fez James perder a vida salvou a bandaMetallica: segundo Jason, acidente que quase fez James perder a vida salvou a banda

O principal motivo pelo qual o rock nacional falhou, segundo Diogo DefanteO principal motivo pelo qual o rock nacional falhou, segundo Diogo Defante

Kid Abelha: a opinião de Alvin L sobre a banda e a cena da praia no Rio de JaneiroKid Abelha: a opinião de Alvin L sobre a banda e a "cena da praia" no Rio de Janeiro

Cannibal Corpse: a música que fez George Corpsegrinder querer cantar death metalCannibal Corpse: a música que fez George Corpsegrinder querer cantar death metal


Bloodgood: Hard Tradicional oitentista com pitadas de Heavy Metal

Resenha - Dangerously Close - Bloodgood

Por Jefferson Guedes Giammelaro
Em 24/03/14

Após um longo hiato de mais de 20 anos sem um lançamento com músicas inéditas, BLOODGOOD lança "Dangerously Close" que vem com uma energia e pegada do passado mas bem revigorada... CD muito forte e muito bom. Um dos melhores lançamentos de 2013, Hard Tradicional oitentista com pitadas de Heavy Metal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Desde o início do projeto Kickstarter (forma que a banda angariou fundos para a gravação do CD, do qual participei "contribuindo/comprando" minha cópia do CD) percebia-se que o projeto era o lançamento de um trabalho old-school, mas com a qualidade disponibilizada hoje em dia. Desde de os primeiros e-mails de contato da banda com os participantes do projeto, percebia-se a vontade de fazer um trabalho ótimo, e não apenas lançar um CD para o retorno da banda, e sem dúvida conseguiram.

Na capa, também percebemos a idéia do old-school, lembrando a capa do primeiro CD demo, sem muitos detalhes, mas com o nome da banda em foco. A formação da banda, o mais original possível com Les Carlsen no Vocal, Michael Bloodgood no Baixo, Kevin Whisler na Bateria, Paul Jackson (guitarra) e reforçados oficialmente pela entrada de Oz Fox (STRYPER) na guitarra, outro antigo membro da banda David Zaffiro, não está mais tocando, mas continua na música trabalhando em produção/gravação e etc, e se engana quem pensa que ele não trabalhou neste CD, pois todo o trabalho de Masterização foi realizado por ele... Assim, o clima das gravações feita pelo grupo "original" permaneceu com eles, a banda estava reunida, e sem dúvida essa união resultou neste ótimo trabalho.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A parte física do CD é ótima, o encarte contém todos os detalhes e informações sobre o CD, fotos dos integrantes e informações detalhadas até de quem faz os solos de guitarra em cada música, sendo ótimo para os fãs saberem o que cada um toca. A única parte ruim é a falta das letras no encarte, mas não chega a ser um ponto negativo no trabalho. A impressão da arte no CD, é de grande qualidade, mostra um cuidado imenso com o "produto".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

1. Lamb Of God

A faixa que foi escolhida como single e vídeo foi composta por Les Carlsen e Paul Jackson. Música muito forte, com instrumentais agressivos e nos leva de volta aos anos 80. Refrão simples e que fica cravado na mente. Os vocais de Les são mais graves que há vinte anos atrás, mas ainda alcança notas ótimas e altíssimas, o solo desta música ficou a cargo de Paul Jackson que mostra muita habilidade. Oz Fox tem papel muito importante como vocal de apoio, já faz isso muito bem no STRYPER e a banda soube aproveitar muito bem esta qualidade dele. Ainda há tempo na música para uma parte dividida entre baixo e bateria (quem acompanha BLOODGOOD, sabe que isso acontece com algumas faixas, e muitas vezes nas gravações ao vivo). A letra fala exatamente do que eles acreditam, fala sobre o "Cordeiro de Deus". Essa música marca o retorno da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

2. Run Away

Mais uma vez a música começa bem forte, com pressão. A segunda música do CD mantém a pegada que permanecerá durante o trabalho todo referente ao clima Hard/Heavy. Antes do solo algumas palavras de Les Carlsen e um solo matador de Paul Jackson..

3. Child On Earth

Mais cadênciada mas ainda pesada, riff marcado, ótima música, gritos ótimos e impressionantes. A letra trata da parte humana do filho de Deus. O solo foi feito por Oz Fox que é co-autor da música junto de Les Carlsen. Nesta música tivemos no back vocal, dois contribuintes da arrecadação no Kickstarter.

4. I Will

Música interessante, não está entre as melhores do CD, mas ainda assim é muito legal, e na ponte para o refrão as guitarras fazem um ótimo riff ; Michael Bloodgood e seu baixo marcante tem destaque antes do solo, e por falar no solo (feito por Paul Jackson) é um dos melhores do CD, e tem sua parte de dueto, muito bom.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

5. Bread Alone

Uma das melhores na minha opinião, pedal duplo e agressividade do começo ao fim. As guitarras muito pesadas, e o baixo seguindo de maneira impressionante. Ótimos back-vocals durante a música, essa música tem o potencial de ser eternizado com o uma das melhores da banda. O solo de guitarra nesta música foi feita por Oz Fox.

6. Pray

O timbre agressivo da guitarra dita a música, até o momento que entra o som de violão (violão nas músicas do Bloodgood sempre foram muito bem gravados, sempre soando limpo, neste trabalho se manteve assim, e creio que grande parte disto pela presença de David Zaffiro na masterização). O grito e o solo são ótimos, o solo foi feito por Paul Jackson.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

7. I Can Hold You

"Hardão" dos bons, um pouco mais lento e com menos peso. Mas, é sem dúvida mais uma grande canção. Os autores foram: Michael Bloodgood, C. Eddy e Paul Jackson (que também assina o solo de guitarra da canção)

8. Run The Race

Old-Scholl, "bem Bloodgood" seria um "adjetivo" que caberia muito bem nesta música. Parece que saiu de um Cd como "Rock in a Hard Place" ou "All Stand Together". O solo foi dividido e tanto Paul Jackson quanto Oz fox fazem ótimas performances.

9. Father Father

A primeira balada do CD, guitarra e vocal começam esta bela canção que é cheia de melodias. Solo feito pelos dois guitarristas traz uma beleza para a música. BLOODGOOD sempre fez ótimas baladas, e essa não é diferente, os vocais de apoio são ótimos e fazem um ótimo papel "oitentista" nesta música.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

10. Man In The Middle

Outra música fantástica, a linha da bateria nesta música é muito boa, e a música se torna em alguns momentos bem agressiva, o timbre do baixo tocado por Bloodgood está muito pesado dando um efeito fantástico. O solo é muito bom, bem expressivo e também feito tanto por Oz, quanto por Paul.

Ao vivo em 2008

11. Crush Me

Linda música tocada no violão, que novamente tem um timbre fantástico, e a captação e gravação são fantásticas. Les Carlsen tem um momento memorável, é impressionante a emoção que ele coloca no vocal, uma das melhores interpretações e atuações do vocalista no CD, e o solo feito por Paul Jackson é muito bom.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

12. In The Trenches

Pesada, tensa com muita distorção e timbres graves. Ótima música, o solo é expressivo e muito bom, assinado por Paul Jackson. Na parte final da música as vozes que surgem, além dos membros do BLOODGOOD, são de mais três pessoas que participaram/colaboraram/contribuíram na arrecadação no Kickstarter.

obs: Vídeo do time de Football Americano Seattle Seahawks NFL para a final do campeonato, BLOODGOOD também é da cidade de Seattle

13. The Word [Faixa bônus para os participantes do projeto Kickstarter]

A música bônus foi liberada apenas para download (a principio apenas dos participantes do projeto), ela não está inclusa no CD físico, o som é rápido e bem Hard Rock, o momento do solo de guitarra é muito legal, pois os intrumentos crescem juntos e a bateria entra com o pedal duplo, e deixa o momento mais pesado. O grito final é ABSURDO, Les Carlsen vai subindo a sua voz nota a nota, e chega num tom impressionante. Fecha o trabalho de maneira fantástica!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A produção do CD ficou com Paul Jackson e foi co-produzido por Michael Bloodgood e Les Carlsen.

Mais um grande lançamento do BLOODGOOD, com certeza tudo o que ele propuseram no começo do trabalho eles conseguiram cumprir. Um ótimo CD, com um clima old-school mas com uma ótima tecnologia, esse não é só um trabalho para compor a discografia, mas um dos melhores que eles lançaram. A formação da banda com Paul Jackson e Oz Fox, trouxe um peso maior e uma criatividade ótima para banda além de terem participações importantes como autores e co-autores das músicas. Esperemos que como esse, venham outros ótimos trabalhos...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Track List :

1. Lamb Of God (Les Carlsen e Paul Jackson)
2. Run Away (Michael Bloodgood, Les Carlsen, Paul Jackson e David Zaffiro)
3. Child On Earth (Les Carlsen e Oz Fox)
4. I Will (Paul Jackson e Greg Sweet)
5. Bread Alone (Les Carlsen e Oz Fox)
6. Pray (Les Carlsen e Paul Jackson)
7. I Can Hold You (Michael Bloodgood, C. Eddy e Paul Jackson)
8. Run The Race (Michael Bloodgood, Les Carlsen e Paul Jackson)
9. Father Father (Les Carlsen e Paul Jackson)
10. Man In The Middle (Les Carlsen e Oz Fox)
11. Crush Me (Les Carlsen e Paul Jackson)
12. In The Trenches (Michael Bloodgood, Les Carlsen)

13. The Word [Kickstarter Supporters Bonus Track]

Formação da banda no CD - Instrumentos que tocam - CDs/DVDs que participaram

Michael Bloodgood – Baixo - Todos os Lançamentos
Les Carlsen - Vocais - Todos os Lançamentos
Paul Jackson - Guitarra (Out of the Darkness, Alive in America, Shakin' the World, All Stand Together, To Germany With Love, Dangerously Close)
Oz Fox - Guitarra (Live in Norway DVD, Dangerously Close)
Kevin Whisler - Bateria (Out of the Darkness, Alive in America, Shakin' the World, Dangerously Close)


Outras resenhas de Dangerously Close - Bloodgood

Resenha - Dangerously Close - Bloodgood

Bloodgood: Mostrando que ainda sabem fazer Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Lista: clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1Lista
Clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1


Sobre Jefferson Guedes Giammelaro

Um cara que gosta muito de música e que sabe que ela pode ser muito mais que apenas sons (ou barulho), mas sim algo que pode mudar vidas. Casado, cristão, guitarrista, colecionador de CDs e um cara que gosta muito de divulgar, reviver e ajudar na caminhada de novas e antigas bandas que não são apenas passageiras, mas que acrescentem algo na jornada... Buscando voltar à essência! Twitter: @je_ggg.

Mais matérias de Jefferson Guedes Giammelaro.