Matérias Mais Lidas

Megadeth: gravações de baixo do David Ellefson para o novo disco serão descartadasMegadeth
Gravações de baixo do David Ellefson para o novo disco serão descartadas

Massacration: quando Kiko Loureiro criticou a banda - e supostamente arregou para elesMassacration
Quando Kiko Loureiro criticou a banda - e supostamente arregou para eles

Helloween: ouça o álbum Helloween, que marca voltas de Michael Kiske e Kai HansenHelloween
Ouça o álbum "Helloween", que marca voltas de Michael Kiske e Kai Hansen

Megadeth: revelados detalhes do caso envolvendo vazamentos de David EllefsonMegadeth
Revelados detalhes do caso envolvendo vazamentos de David Ellefson

Hellfest 2022: anunciado megafestival com 350 bandasHellfest 2022
Anunciado megafestival com 350 bandas

Troca-troca: dez músicos que mudaram de instrumento ao longo da carreiraTroca-troca
Dez músicos que mudaram de instrumento ao longo da carreira

Felipe Andreoli: Anunciados convidados especiais para primeiro álbum soloFelipe Andreoli
Anunciados convidados especiais para primeiro álbum solo

Thrash metal: dez grandes álbuns do estilo que foram lançados em 1990Thrash metal
Dez grandes álbuns do estilo que foram lançados em 1990

Gêmeos: grandes discos de rock e metal que foram lançados no mesmo diaGêmeos
Grandes discos de rock e metal que foram lançados no mesmo dia

Led Zeppelin: quanto eles conseguiam arrecadar por show no auge da bandaLed Zeppelin
Quanto eles conseguiam arrecadar por show no auge da banda

Malmsteen: guitarrista explica por que gosta de ser o seu próprio patrãoMalmsteen
Guitarrista explica por que gosta de ser o seu próprio patrão

Slipknot: Toco guitarra mas não me considero um guitarrista, diz Jim RootSlipknot
"Toco guitarra mas não me considero um guitarrista", diz Jim Root

Lacuna Coil: Confio na ciência, não em posts no Facebook, diz vocalista após vacinaLacuna Coil
"Confio na ciência, não em posts no Facebook", diz vocalista após vacina

Carcass: novo álbum será lançado em setembro; confira capa, tracklist e singleCarcass
Novo álbum será lançado em setembro; confira capa, tracklist e single

Michael Kiske: ouvi The X Factor do Iron Maiden com Adrian Smith e não entendemosMichael Kiske
"ouvi The X Factor do Iron Maiden com Adrian Smith e não entendemos"


Stamp
Pentral

Oficina G3: Um trabalho com alta carga poética

Resenha - Histórias e Bicicletas - Oficina G3

Por Jefferson Guedes Giammelaro
Em 18/11/13

Uma análise completa do trabalho sem se prender ao rótulo de música cristã, uma análise voltada para a qualidade e proposta deste que é praticamente um "CD temático", "Histórias e Bicicletas (Reflexões Encontros e Esperança)" é um trabalho com alta carga poética e cheio de detalhes, certamente será indicado para muitos prêmios e pode inclusive ser novamente o ganhador do "Grammy".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas, se você esperava um trabalho melhor que seu antecessor "Depois Da Guerra", ou até mesmo igual, certamente não ficará 100% satisfeito, mas não se decepcionará, pois mesmo sendo inferior ao DDG, este é ainda um bom CD, com muito potencial.

Primeiramente análise das composições, se no álbum DDG das 14 músicas letradas do CD apenas 6 foram dos membros da banda e todas as outras 8 foram de outros compositores (ou com parceria com pessoas de fora da banda) ou totalmente de outras bandas, neste CD das 11 faixas letradas 9 são assinadas principalmente pelo vocalista Mauro Henrique em parceria com outros membros da banda, as outras duas são regravações de outras bandas mas recebendo o toque G3, por aí já percebemos uma coisa importante deste CD, as letras são todas voltadas para um lado mais poético, mas também não são todas que são profundas como no CD anterior.

As músicas:

Diz - Uma música muito puxada para um Metal Progressivo, a introdução já te remete diretamente pelo timbre usado (não riffs ou ritmo) à uma música do DREAM THEATHER - "These Walls" do CD "Octavarium" de 2005, a bateria no começo é muito técnica e mostra a habilidade de Alexandre Aposan, que reconhecidamente é um dos melhores bateristas brasileiros, o "Prog" fica bem visível durante a música na construção da melodia e em algumas quebras de velocidade. O vocal é bom com poucas variáveis, o que deixou muito a desejar foi a falta de um solo, a música tem vários momentos que caberiam um solo fantástico do Juninho, e fica sempre a esperança de que o solo aconteceria em algum momento, mas não... A letra desta música, é razoável, mas bem abaixo das composições do último CD, a letra não é uma das melhores, mais fortes ou marcantes do CD.

Água Viva - Uma letra interessante, a música tem uma ótima produção, com bastante efeito e um solo com o começo bem expressivo (principal marca de Afram) e bastante velocidade, e esse é o ponto alto da música. Após o solo vem a melhor parte da letra, além do refrão marcante. E para fechar a música um dos momentos mais belos do CD, Jean Carllos mostrando o quão bom ele é tocando piano e criando melodias, o final desta música remete muito no tema do CD, reflexões...

Encontro - A mais comercial do CD, entra com o vocal fazendo uma passagem que com certeza será feito por todos os fãs em voz alta em todos os shows e será uma das músicas que carregará novamente o Oficina G3 nos braços do público, que tocará nas rádios por muito tempo; uma das melhores letras do CD, letra bastante poética unida com uma das melhores melodias e com um grande solo do Afram. No meio da música tem uma poesia que é recitada (por Roberto Diamanso), esta poesia tem um total encaixe com o tema da música.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Confiar - Uma das melhores baladas gravadas pelo G3 em todo o tempo da banda e sem dúvida uma das melhores nesta nova fase com o Mauro no vocal, que nesta música faz um vocal bem marcante. Começa com um violão em uma cadência muito interessante, o instrumental entrando de uma maneira muito suave, a música cresce no momento certo, a letra acompanha a melodia de uma maneira muito perfeita, com um grau poético alto, conceitos interessantes, riff muitos bons. No meio da música o melhor solo de guitarra deste trabalho, o dueto de vocais também merece um destaque por que é muito bom. Uma das melhores canções do CD.

Não Ser - Começa com um momento de destaque do baixo (Duca Tambasco sempre que requisitado ele aparece muito bem), o instrumental bem interessante e animado, a letra é boa, mas nas estrofes a letra parece não se encaixar bem com o instrumental, o ponto alto é o refrão que tem a melhor parte da letra. O instrumental da música é muito bom, por volta dos 03:40min o instrumental realmente fica muito marcante com a participação forte dos teclados e com bastante peso, na parte final a participação do vocal mais "screamo" (que gutural) de Jean Carllos. Mas ainda assim é a música mais fraca deste novo trabalho.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar - Uma letra que como o nome mesmo propõe, fala sobre o compartilhar de sentimentos em algumas situações e momentos diferentes, como o de alegria e de tristeza, quando se presta a atenção devida na letra, ela em alguns momentos é quase uma pequena história que mostra que as pessoas podem aparentemente ter o mesmo sentimento, mas por motivos diferentes. Solos bem legais e uma quebra de ritmo muito boa no meio da faixa, seguida por um solo destruidor de guitarra.

Descanso - A música que melhor expressa o título do álbum, composta por Mauro e Jake Dantas sua esposa (que faleceu recentemente), é uma música que mostra a nossa humanidade, fraqueza e fé, uma das melhores letras do CD (se realmente não for a melhor), com uma melodia simples e muito bela como a letra pede. Uma balada com peso como o G3 faz sempre bem, com um momento mais intenso, sem solos rápidos, talvez a música mais preocupada com a mensagem do CD. Essa música é uma das melhores já feita pelo OFICINA G3.

Aos Pés da Cruz - música originalmente lançada pelo cantor Kléber Lucas, ganhou uma roupagem mais atual e como uma balada pesada, ótima música. Completamente encaixada com a proposta do CD, com um solo de guitarra muito expressivo e o final com uma levada do baixo muito bonita, como disse sempre que Duca é requisitado, ele representa bem.

Sou Eu - Uma entrada muito legal da bateria marcando junto da guitarra, baixo fazendo uma base muito boa e os instrumentos nesta música mostram ser muito coesos, ótima música do CD, a letra realmente é MUITO boa, uma ótima reflexão sobre como somos e de indagações e situações que nós mesmos criamos. No meio da música acontece uma quebra incrível de ritmo, se tornando por alguns momentos apenas voz e piano, para depois crescer e explodir novamente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lágrimas - Melhor união entre guitarra distorcida e piano no CD, com um ritmo cadenciado, letra profunda, poética, riffs muito bem elaborados (o baixo novamente com destaque), transições, temas e pontes muito boas, e um coro muito intenso, em resumo uma ótima música, uma das prediletas do CD por toda a construção, letra, melodia, duetos e vocais de apoio. A parte final da música é intensa e utiliza uma sequencia de frases muito boas, fazendo uma alusão ao tema do CD novamente.
obs: existe um errinho de mixagem no CD, no início desta faixa, em que se escuta o som de chimbal e uma voz, nada que tire o brilho da faixa, mas o interessante é que nunca se percebeu algo relacionado em outros trabalhos do G3. Conta com a participação de Leonardo Gonçalves como vocal de apoio, fazendo muito bem o papel.

Save Me From Myself - Como de costume o G3 sempre coloca músicas em inglês nos CDs, isso é muito bom, pois abre portas internacionais e mostra competência pra lutar num cenário estrangeiro, originalmente composta por Dennis Jernigan, esta música ganhou fama na gravação de "Michael W. Smith" (que foi a versão usada como base para o G3), a música é ótima e traz um solo de guitarra cheio de técnica e emoção, esta música fecha o CD de maneira muito eficiente.

Como colecionador de CDs, eu gosto de analisar não só as músicas, mas o produto final como um todo, assim a gravação feita em Londres mais a parte de masterização em Nova York e a mixagem em São Paulo trazem uma alta qualidade (mesmo com o pequeno erro citado), mesmo tendo achado (opinião pessoal) que a bateria ficou com menos "brilho" que no último trabalho, não prejudicou o som; um ponto baixo do CD é o som da respiração, que é constante e forte antes de cada frase cantada pelo Mauro (na maioria das faixas, e é notada facilmente na faixa "Descanso", alguns dizem que é o estilo dele (ou até mesmo de interpretação dado ao tema do CD ser mais pesado), mas não podemos deixar de comparar com o DDG que foi o CD de estréia dele à frente do G3, onde neste primeiro trabalho em todas as músicas as frases soavam limpas e sem esta respiração marcada, é um ponto que deve ser considerado. Outro ponto considerado por mim é a arte final no encarte do CD, mesmo não tendo as letras das músicas (acho isso ruim), é um belo trabalho com frases de algumas músicas, algumas fotos bem reflexivas e um texto de introdução muito legal feito pelo baixista Duca Tambasco.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Este trabalho consolida também o G3 cantando em inglês, sou da opinião que o OFICINA poderia muito bem, agora que com o Mauro que fala muito bem inglês, fazer um CD totalmente nesta língua, pois o rock, e principalmente o progressivo e o power metal (estilos que vem pintando nos útimos 3 CDS de inéditas da banda), recebem e conseguem ser bem encaixado.

Opinião 100% pessoal, comparando até hoje com todos os trabalhos do G3, o "Indiferança" e depois o "Depois Da Guerra" continuam sendo os dois melhores CDs da banda.

Curiosidades:
Um ponto interessante, este é o primeiro CD da banda que não tem o Juninho Afram como principal compositor e o primeiro trabalho que o Juninho não lidera o vocal em pelo menos uma música.

Primeiro trabalho desde o CD "O Tempo" que a banda aparece completa com todos integrantes efetivos da banda, neste CD "Aposan" se torna membro do G3.

No final é um bom trabalho desta que já faz um tempo é a banda cristã que mais chama atenção da mídia em geral, especializada em som com temática cristã ou não, seria um CD com nota 8,0.

Track-list (forma: Título/Compositores/Duração

1."DIZ" - Mauro Henrique, Duca Tambasco, Jean Carllos, Juninho Afram - 5:42

2."Água Viva" - Mauro Henrique, Duca Tambasco, Jean Carllos, Juninho Afram, Alexandre Aposan - 6:20

3."Encontro" - Mauro Henrique, Duca Tambasco, Jean Carllos, Juninho Afram - 6:21

4."Confiar" - Mauro Henrique, Duca Tambasco, Jean Carllos, Juninho Afram - 5:13

5."Não Ser" - Mauro Henrique, Duca Tambasco, Jean Carllos, Juninho Afram, Alexandre Aposan - 5:52

6."Compartilhar" - Mauro Henrique, Duca Tambasco, Jean Carllos, Juninho Afram - 4:59

7."Descanso" - Mauro Henrique, Jaky Dantas - 5:18

8. "Aos Pés da Cruz" - Kleber Lucas - 4:01

9."Sou Eu" - Mauro Henrique, Duca Tambasco, Jean Carllos, Juninho Afram, Alexandre Aposan - 5:41

10."Lágrimas" - Mauro Henrique, Duca Tambasco, Jean Carllos, Juninho Afram - 7:17

11."Save Me From Myself" - Dennis Jemigan (versão Michael W. Smith) - 4:16

Oficina G3:

Mauro Henrique - Vocal e Violão
Juninho Afram - Guitarra base, Guitarra solo, Vocal de apoio
Duca Tambasco - Baixo e Vocal de apoio
Jean Carllos - Teclado e Vocal screamo
Alexandre Aposan - Bateria


Outras resenhas de Histórias e Bicicletas - Oficina G3

Oficina G3: drama pessoal superado com reflexões e ótimo rock pesado do último trabalho

Oficina G3: Talvez estejam aqui os melhores solos de Juninho

Oficina G3: ficou muito aquém do que a banda pode oferecer

Oficina G3: ouça sem preconceitos, curta o som...

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Arte Musical
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Oficina G3: o Brasil não é essa desgraça como todos afirmam!Oficina G3
"o Brasil não é essa desgraça como todos afirmam!"

Rock Cristão: alguns dos principais discos nacionais do gêneroRock Cristão
Alguns dos principais discos nacionais do gênero

White Metal: 10 bandas do estilo que merecem respeitoWhite Metal
10 bandas do estilo que merecem respeito


Slipknot: como são os membros da banda sem as máscaras?Slipknot
Como são os membros da banda sem as máscaras?

Steven Tyler: primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeasSteven Tyler
Primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeas


Sobre Jefferson Guedes Giammelaro

Um cara que gosta muito de música e que sabe que ela pode ser muito mais que apenas sons (ou barulho), mas sim algo que pode mudar vidas. Casado, cristão, guitarrista, colecionador de CDs e um cara que gosta muito de divulgar, reviver e ajudar na caminhada de novas e antigas bandas que não são apenas passageiras, mas que acrescentem algo na jornada... Buscando voltar à essência! Twitter: @je_ggg.

Mais matérias de Jefferson Guedes Giammelaro.