RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana que traz crítica contra "Escolinha do Professor Raimundo"

imagemJão, do Ratos de Porão, chama Digão para resolver as diferenças em um ringue

imagemA banda que desbancava Roberto Carlos na época da Jovem Guarda, segundo Miguel Plopschi

imagemA banda que Mustaine achou que pudesse ser a nova encarnação dos Beatles (e não foi)

imagemNarrador Luiz Carlos Jr. manda ver em cover de "Holy Diver"; assista vídeo

imagemSete canções de Rock que citam a Rainha Elizabeth II na letra

imagemA opinião curta e grossa de Tony Iommi sobre documentário de Ronnie James Dio

imagemA música de Elton John que Dave Mustaine adoraria gravar um cover

imagemPrince "não sabia lidar com as pessoas", segundo seu antigo empresário

imagemAnthrax: Scott Ian revela qual música ele apagaria da história da banda

imagemScott Ian revela qual sua banda preferida da nova geração

imagemSalgadinho, ex-Katinguelê, diz que não tem como ouvir Legião Urbana e ser conformado

imagemBruce Dickinson relembra dificuldades vocais antes de entrar para o Iron Maiden

imagemTony Iommi revela característica que "realmente curtia" em seu amigo Dio

imagemJoão Gordo e Casagrande conversam sobre soluções inteligentes para a Cracolândia


Stamp

Unblackpulse: New Metal de qualidade feito no Brasil

Resenha - Rise - Unblackpulse

Por Fernando Queiroz
Em 06/10/13

Nota: 9

Se antes tínhamos a sina de nenhuma banda de New Metal na cena mainstream brasileira, isso pode estar mudando. Os paulistas do Unblackpulse mostram que, se há a esperança de no Brasil metal de qualidade fazer sucesso novamente, eles com seu New Metal estarão na linha de frente.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Para um álbum debut de uma banda independente, a produção não fica devendo em nada para grandes bandas. O álbum, em geral, é pesado, moderno e homogêneo, mostrando que realmente eles sabiam o que queriam desde o início: fazer um som modernoso sem se entregar a modas metalcore, e apostando em um som que um dia já esteve na grande mídia, mas hoje está "esquecido".

O preconceito com o New Metal infelizmente ainda existe, mas se você tem mente aberta e não liga para os velhos e ruins dogmas do metal, com certeza vai, no mínimo, admitir a competência e talento dos paulistanos.

Os destaques ficam por conta de More Than Me, Trash, Blood Down e o excelente cover de Bodies do Drowning Pool. Outro ponto extremamente positivo eh a potência e personalidade na voz de Henrique Gordilho. As linhas de bateria de Caio Gaona também são de se tirar o chapéu. O único ponto negativo fica pelos poucos solos do álbum terem um exagero de uso de Wha-Wha (um dos motivos por eu detestar as guitarras de Kirk Hammet do Metallica), mas isso é compensado pelos excelentes riffs.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Enfim, vale muito a pena ouvir o disco, e aposto alto no futuro desses jovens que têm muito talento. Ouça sem medo e sem preconceito pelo som modernoso, pois realmente É BOM!

O álbum está disponível gratuitamente no site da banda:
http://www.unblackpulse.com/

Track - List:
1 - Get Over
2 - More Than me
3 - On A Cage
4 - Trash
5 - Bodies
6 - Bitter Taste
7 - Lovely Girls
8 - Blood Down
9 - Over My Faith
10 - One More Day

Henrique Gordilho - Vocals & Guitar
Nicolas Aqsenen - Lead Guitar
Caio Gaona - Drums
Deyvis Santana - Bass
Tato Quilici - Percussion

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

NFL Steve Harris


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Iron Maiden: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

King Diamond: O que significa ser Satanista?


Sobre Fernando Queiroz

Fernando Queiroz ama o metal como sua vida. Vive no meio nacional ha 6 anos e não se arrepende de nada. Colabora com o Whiplash desde 2007. Nas horas vagas, Fernando, ou Fe Luppi, como eh chamado pelos amigos, é estudante de Relações Internacionais.

Mais matérias de Fernando Queiroz.