Dream Theater: um dos discos mais variados de sua discografia

Resenha - Dream Theater - Dream Theater

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Pela primeira vez compondo ao lado do baterista Mike Mangini, os titãs do prog metal americano do DREAM THEATER chegam a seu 12º álbum de estúdio, que sem dúvida é um dos discos mais variados de sua carreira, o que não é uma tarefa das mais fáceis pela complexidade sonora que a banda sempre apresentou durante toda sua carreira.
106 acessosDream Theater: Saiba por que Petrucci é tão concentrado nos shows5000 acessosKiss: vídeo com Gene Simmons em cena de sexo?

Trazendo o mesmo nome da banda, o disco é uma mescla de tudo que a banda já fez em sua carreira, mas de forma ainda mais potencializada. Assim, temos aqui o metal progressivo em sua mais pura essencial, com músicas complexas, que aliam peso e melodia na medida certa.

Logo na abertura, com a instrumental “False Awakening Suite”, a banda surpreende o ouvinte, com um clima épico que remete a trilha sonora de filmes de ficção científica. Na sequência, já temos uma das melhores faixas do álbum, “The Enemy Inside”, que tem ótimas linhas de teclado, riffs pesadíssimos, e James Labrie com uma de suas melhores performances em tempos, sem exageros. Mas o grande destaque da faixa fica para o monstro Mike Mangini, com sua técnica absurda, em uma performance irrepreensível.

Outros destaques do álbum ficam para a ótima "The Lookig Glass", a mais melódica do disco; “Enigma Machine”, cheia de groove e peso, com várias mudanças insanas de andamento, e que farão os fãs das partes mais progressivas irem à loucura; “Behind the Veil”, que mais uma vez tem Mangini como destaque, transitando entre momentos mais pesados e outros mais atmosféricos e ambientais com precisão; e “Illumination Theory”, um épico de mais de 22 minutos, e que traz influências que vão do jazz ao hard setentista, de forma muito orgânica, sendo certamente uma das melhores faixas da carreira da banda, e como Jordan Rudess mostrando toda sua genialdiade.

E, nessa toada certeira, a banda caminha como a maior representante do metal progressivo de todos os tempos, anos luz de distância das demais, e mais uma vez surpreende seus fãs com uma obra coesa e intrigante. Imperdível!

Dream Theater – Dream Theater
(Roadrunner – Importado - 2013)

Formação:
John Myung - Bass
John Petrucci - Guitars, Vocals
James LaBrie - Vocals
Jordan Rudess - Keyboards
Mike Mangini - Drums

Track List:

1. False Awakening Suite:
I. Sleep Paralysis
II. Night Terrors
III. Lucid Dream
2. The Enemy Inside
4. Enigma Machine
5. The Bigger Picture
6. Behind the Veil
7. Surrender to Reason
8. Along for the Ride
9. Illumination Theory:
I. Paradoxe de la Lumière Noire
II. Live, Die, Kill
III. The Embracing Circle
IV. The Pursuit of Truth
V. Surrender, Trust Passion

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Dream Theater - Dream Theater

5000 acessosDream Theater: Banda escorrega em suas virtudes e se repete3583 acessosDream Theater: Nada diferente dos últimos dez anos3501 acessosDream Theater: Equilíbrio alcançado só pelos raros2431 acessosDream Theater: Ainda capaz de proporcionar poderosas experiências3101 acessosDream Theater: Retornando aos holofotes com um bom disco nas mãos2545 acessosDream Theater: Pura diversidade diversificada e fragmentada5000 acessosDream Theater: A banda se perdeu em si mesma5000 acessosDream Theater: Renovada, banda reencontra criatividade4565 acessosDream Theater: álbum auto intitulado é apoteótico5000 acessosDream Theater: O primeiro material realmente marcante da década5000 acessosDream Theater: álbum não foi autointitulado por acaso

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Dream TheaterDream Theater
Saiba por que Petrucci é tão concentrado nos shows

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dream Theater"

Dream TheaterDream Theater
Ouça um impressionante cover de "Pull Me Under"

Collectors RoomCollectors Room
Alessandro Silveira, colecionador de Dream Theater

Mike PortnoyMike Portnoy
"Quem eu me tornei quando era um alcoólatra"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Dream Theater"

KissKiss
Vídeo com Gene Simmons em cenas de sexo?

Cinco contra um?Cinco contra um?
Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou

DiscórdiaDiscórdia
Alguns dos maiores insultos entre artistas

5000 acessosPorn Metal: Filmes para inspirar os headbangers solitários5000 acessosRock in Rio: algumas das maiores vaias em edições nacionais5000 acessosCover: 15 bandas que são quase tão boas quanto o original5000 acessosCradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religião5000 acessosAvenged Sevenfold: Ouça os vocais de Shadows isolados dos instrumentos5000 acessosVocalistas: Os 10 melhores da história do rock

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online