Pandemmy: ótimo trabalho com som variando entre o Thash e o Death

Resenha - Reflections & Rebellions - Pandemmy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Júlio Neto
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


E lá vem mais uma ótima banda nordestina com trabalho novo. Após os EPs Idiocracy e Dialetic, a Pandemmy lança o seu primeiro trabalho full, intitulado Reflections & Rebellions, trazendo um som variando entre o Thrash e o Death Metal, mostrando uma banda madura, entrosada e absolutamente consciente de sua qualidade.
5000 acessosRita Lee: Ela participou de suruba com o Yes e furtou a cobra de Alice Cooper5000 acessosMetal: por que os metalheads vivem presos no passado?

O disco começa com uma intro bonita, com instrumentos de corda e logo em seguida chega a pancada Mind Effigies, forte candidata a melhor do álbum, com um excelente trabalho de guitarras, com solos longos, levada bem Thrash, mas com baterias Blast Beats e fortes referências ao Heavy Metal tradicional. Common is Different than Normal é uma regravação do EP Dialetic, tem um andamento mais cadenciado com passagens para banguear à vontade e ainda conta com um solo de baixo. Involution of a Lost Society também merece destaque por se diferenciar das demais, em um Thrash, Speed Metal bem rápido e variado. O disco fecha com chave de ouro com a ótima Ode To The Renegade que começa com um solo de guitarra e tem um andamento Death com levada meio punk e outro grande solo de guitarra no meio da música. Diferente e muito boa!

Este álbum foi produzido pelo experiente Fabiano Penna, que inclusiva participa com um solo de guitarra na faixa Whitout Opinion e foi quem compôs a intro. Antonio Araújo (Korzus) fez um solo de guitarra na faixa Heretic Life, música que também conta com a participação de Alcides Burn (Inner Demmons Rise) nos vocais. Raíssa Leal participou da faixa Coomon Is Different Than Normal e finalizando as participações, Alejandro Flores (Inner Demons Rise) gravou um dos solos da música Rubicon (Point of No Return).

Reflections &Rebellions é um disco que foi lançado para consolidar de vez a Pandemmy como um dos nomes fortes do underground nacional. Corra e adquiria logo o seu para curtir 11 músicas e 43 minutos de diversão!

Line Up:
Rafael Gorga – Vocals
Pedro Valença – Guitar
Diego Lacerda – Guitar
Augusto Ferrer – Bass
Ricardo Lira – Drums

Faixas:
01 – Farewell
02 – Mind Effigies
03 – Self Destruction
04 – Common is Different Than Normal
05 – Idiocracy
06 – Whitout Opinion
07 – Heretic Life
08 – Involution of a Lost Society
09 – The Price of Dignity
10 – Rubicon (Point of No Return)
11 – Ode to The Renegade

https://www.facebook.com/pandemmyofficial?fref=ts

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Reflections & Rebellions - Pandemmy

178 acessosPandemmy: Primeiro álbum superando expectativas356 acessosPandemmy: Thrash/Death Metal na veia

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pandemmy"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Pandemmy"

Rita LeeRita Lee
Ela participou de suruba com o Yes e furtou a cobra de Alice Cooper

MetalMetal
Por que os metalheads vivem presos no passado?

Metal Up Your AssMetal Up Your Ass
Os primórdios do Metallica até o álbum "Kill Em All"

5000 acessosBon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de fora5000 acessosSlayer: "Não sei improvisar", diz Kerry King5000 acessosSlipknot: Mick Thomson esfaqueado em briga com irmão4540 acessosBlack Sabbath: vocalista de 10 anos faz cover de "War Pigs"5000 acessosKiss: Gene Simmons não usa drogas nem bebe por respeitar a mãe5000 acessosKiss: a trágica história que inspirou "Detroit Rock City"

Sobre Júlio Neto

Ligado ao Heavy Metal há mais de 25 anos. Zineiro, produtor de shows underground. Colecionador voraz de CDs, vinil e livros. Fã incondicional do metal nacional, sempre apoiando as bandas e não deixando de adquirir seus materiais. Mora no sul da Bahia e apesar da distância, sempre a par do que acontece no underground.

Mais matérias de Júlio Neto no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online