Slayer: impressiona pela tamanha excelência musical

Resenha - South Of Heaven - Slayer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Felipe Cipriani Ávila
Enviar Correções  

10


O Slayer é uma banda de extrema importância para o Thrash Metal, assim como para o Heavy Metal, como um todo. Após gravar um clássico do nível de "Reign In Blood", em 1986, lançar um sucessor com qualidade similar não era tarefa das mais fáceis. Porém, a banda, formada à época pelos guitarristas Kerry King e Jeff Hanneman, pelo baixista e vocalista Tom Araya, e pelo baterista Dave Lombardo, "arregaçou as mangas", e não decepcionou!

"South Of Heaven" é o quarto disco de estúdio da banda, lançado no dia cinco de julho, do ano de 1988. Pode-se dizer que o Slayer estava passando por uma excelente fase à época, pois os três discos anteriores contaram com excelente aceitação de público e crítica, principalmente o já mencionado "Reign In Blood", considerado, nos dias de hoje, um dos trabalhos mais consistentes e vangloriados dentro da música pesada, de um modo geral.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em "South Of Heaven", todos os elementos que fizeram o Slayer se tornar uma verdadeira e respeitada instituição do gênero estão presentes. O peso, a catarse, e o caos, inerentes à musicalidade da banda, encontram-se intactos, aliados a uma aura mais obscura, menos agressiva e rápida, do que a apresentada nos trabalhos anteriores, mas, ainda assim, muito pesada.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O disco conta com dez faixas, sendo que uma, "Dissident Aggressor" (contida no clássico "Sin After Sin", de 1977), é uma releitura de uma música de uma das bandas mais clássicas do Heavy Metal, os britânicos do Judas Priest. Todos os músicos impressionam pela técnica e precisão ao tocar os seus respectivos instrumentos e, embora o disco possua certa densidade e um caráter lírico bem obscuro e agressivo, usualmente adotado pela banda, não pecam por excessos ou exibicionismos desnecessários. Todos possuem espaço para mostrar o seu talento e "poder de fogo", sem dúvida alguma! Os guitarristas Kerry King e o, infelizmente, recém-falecido, Jeff Hanneman, desfilam toneladas de riffs, extremamente bem construídos e memoráveis, e solos que não só primam pela velocidade, mas que complementam, com muita melodia, toda a catarse e peso presentes em todas as composições. A cozinha, comandada por Tom Araya e Dave Lombardo, já impressionava pela precisão, peso e agressividade. Os dotes vocais do primeiro é uma das marcas registradas da banda, já que a sua voz é muito "pesada", agressiva, e singular, e, neste trabalho em particular, estava ainda mais diversificada, reforçando as letras ácidas e de teor crítico do conjunto. O baterista Dave Lombardo já se destacava à época como um excelente e exímio músico, não apenas pela sua velocidade e técnica, mas, também, pela sua maneira muito própria de executar o instrumento, complementando e contribuindo bastante para o andamento e consistência de todas as composições. Não é à toa que, atualmente, ele é considerado um dos maiores bateristas do gênero, sendo citado e reverenciado por vários músicos e fãs.

publicidade

O disco já se inicia com a faixa-título, com uma introdução memorável e obscura, que começa calma e depois descamba para um andamento mais agressivo e sombrio. Os solos, executados por ambos os guitarristas, chamam a atenção pelo modo melodioso e, digamos, mais lento, com o qual são executados. Ambos, que em muitas faixas dividem os solos, fazem um ótimo trabalho. O saudoso e ótimo Jeff Hanneman, por exemplo, executa solos de alta qualidade em músicas como "Mandatory Suicide", "Read Between The Lies" e a última música do trabalho, "Spill The Blood", apenas para citar alguns exemplos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"South Of Heaven" é um disco clássico, indispensável para a coleção de qualquer fã de música pesada que se preze. Sem dúvida alguma, e sem medo de errar, um dos destaques da prolífica discografia da banda! Não há destaques, é uma obra para ser ouvida na íntegra, de preferência com o volume no "talo"! E é, sempre, um modo de se recordar de um dos mais emblemáticos e importantes guitarristas do Heavy Metal! O trabalho como compositor, músico, e letrista, de Jeff Hanneman, não só impressiona, assim como possui uma "assinatura própria"! Obras como esta eternizarão a marca de um verdadeiro gênio e trabalhador do gênero! Ouça, sem moderação! Há a possibilidade de dar mais de dez estrelas? Pois, certamente, dez é muito pouco para um trabalho de tamanha qualidade e excelência musical!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Faixas:
1 – South Of Heaven
2 - Silent Scream
3 - Live Undead
4 – Behind The Crooked Cross
5 – Mandatory Suicide
6 – Ghosts Of War
7 – Read Between The Lies
8 – Cleanse The Soul
9 – Dissident Aggressor (Judas Priest Cover)
10 - Spill The Blood

Formação da banda à época:
Tom Araya – Vocal, baixo
Kerry King – Guitarra
Jeff Hanneman - Guitarra
Dave Lombardo - Bateria

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de South Of Heaven - Slayer

Slayer: em 1988, banda pisa um pouco no freio

Slayer: South of Heaven, o divisor de águas na carreira da banda




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Kerrang: os 25 maiores álbuns de thrash metal da históriaKerrang
Os 25 maiores álbuns de thrash metal da história

Metal Hammer: as 10 músicas mais assustadoras do rock e do metalMetal Hammer
As 10 músicas mais assustadoras do rock e do metal

Beloved Ghouls: Dave Lombardo, Gary Holt & Derrick Green lançam música novaBeloved Ghouls
Dave Lombardo, Gary Holt & Derrick Green lançam música nova

Loudwire: as capas mais assustadoras do metalLoudwire
As capas mais assustadoras do metal

Rob Halford: Dueto com Nergal definitivamente vai acontecerRob Halford
Dueto com Nergal "definitivamente vai acontecer"

Pantera: Nova faixa Goddamn Electric é liberada; ouçaPantera
Nova faixa "Goddamn Electric" é liberada; ouça

Anthrax: Big Four foi um título criado pela imprensa, afirma Scott IanAnthrax
"Big Four foi um título criado pela imprensa", afirma Scott Ian

Slayer: Dave Lombardo e Kerry King planejavam banda com Gary HoltSlayer
Dave Lombardo e Kerry King planejavam banda com Gary Holt

Slayer: Lombardo é feliz por ter tocado primeiro e último show com formação originalSlayer
Lombardo é feliz por ter tocado primeiro e último show com formação original

Slayer: esposa de Jeff Hanneman cria perfil no Instagram para celebrar guitarristaSlayer
Esposa de Jeff Hanneman cria perfil no Instagram para celebrar guitarrista


Slayer: alguém na banda não quer mais fazer turnês, diz ex-batera do MegadethSlayer
"alguém na banda não quer mais fazer turnês", diz ex-batera do Megadeth

Sam Westphalen: versões inacreditáveis no violãoSam Westphalen
Versões inacreditáveis no violão


Vinil: quais são os dez discos mais valiosos do mundo?Vinil
Quais são os dez discos mais valiosos do mundo?

Eddie Van Halen: falando sobre o solo de Beat ItEddie Van Halen
Falando sobre o solo de "Beat It"


Sobre Felipe Cipriani Ávila

Headbanger convicto e fanático, jornalista (graduado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas), colecionador compulsivo de discos, não vive, de modo algum, sem música. Procura, sempre, se aprofundar no melhor gênero de música do mundo, o Heavy Metal, assim como no Rock'n'Roll, de um modo geral, passando pelo clássico, pelo progressivo, pelo Hard setentista e oitentista, e não se esquecendo do Blues. Play It Loud!

Mais matérias de Felipe Cipriani Ávila no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 WhiFin Cli336 Cli336 Cli336