Tihuana: banda está de volta com seu sexto disco de estúdio

Resenha - Agora É Pra Valer - Tihuana

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por David Oaski
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Após sete anos desde o lançamento do último álbum de inéditas, os paulistas do Tihuana estão de volta com seu sexto disco de estúdio: "Agora É Pra Valer", resgatando a sonoridade das origens da banda.
1003 acessosTihuana: banda encerra atividades por tempo indeterminado5000 acessosLars Ulrich: jucando no camarim do Guns N' Roses

A banda surgiu em 2000, com o lançamento do seu mais bem sucedido álbum: "Ilegal", que continha os hits "Pula" e a canção que viria a se tornar conhecida dez anos depois através do filme homônimo, "Tropa de Elite". Desde então a banda segue uma carreira consistente fazendo rock, com elementos do pop e da música latina, mas sempre livre de qualquer rótulo e sendo muito competentes dentro da proposta que seguem.

"Agora É Pra Valer" sacia a sede dos fãs da banda e do rock nacional que estavam carentes pelos sons irreverentes e alto astrais da banda. Ao longo das 15 faixas, o Tihuana põe de lado as baladas românticas do álbum antecessor "Um Dia De Cada Vez", retomando o pop rock radiofônico que eles fazem como poucos.

O disco abre com "Minha Rainha" que conta com a participação de Digão dos Raimundos. O convite, conforme declarado pela banda, se deu porque eles acharam que a canção tinha uma levada parecida com a da banda brasiliense. O resultado ficou muito bom e a faixa é um dos destaques do álbum. Aliás, é curioso notar que nessa época de cada vez mais bandas independentes vemos tantas participações especiais em álbuns, fato que não ocorria quando os burocratas das gravadoras tomavam conta do mercado fonográfico nacional.

O álbum marca também a substituição do percussionista Baía por Fouad, que mantém a pegada da barulheira da cozinha. Os destaques nas melodias seguem com as guitarras de Léo ( o Seu Ronaldão do Rockgol), seguido pelo baixo e bateria extremamente coesos de Román e P.G., respectivamente. Os vocais de Egypcio seguem com variações mais suaves até tons mais sacanas e agressivos que sempre me lembram Zack de La Rocha.

Algumas das canções já eram conhecidas pelo público mais atento, pois já haviam sido lançadas pela banda na Internet, tais como "Vem Pra Festa" (antes "Festa de Louco") e "Minha Rainha", além de "Comboio do Terror", que já havia sido lançada na trilha do filme Tropa de Elite 2.

Outros destaques são a pesada faixa título; "Perto de Você, Longe De Mim", que possui ótimo acompanhamento de violão; "Vento Do Sul" que pode se dizer que é um misto de country norte americano com rockabilly; a balada cantada em espanhol "Mi Corazón"; e "Herói de Plástico" que fala sobre sustentabilidade.

Como tenho dito, sinto falta de bandas de rock com pretensão de tocarem em rádio e estarem presentes nos programas de palco da tv, brigando por espaço com o sertanojo universitário e pagodes mela cueca. Não adianta as bandas seguirem com essa síndrome de underground e o rock perdendo cada vez mais espaço em todos os seguimentos. Goste-se ou não do som do Tihuana, Detonautas, CPM 22 e afins, é preciso reconhecer seu valor e empenho em buscarem seu lugar ao sol entre os espaços contaminados pelas modas da estação.

Como o título do álbum sugere, o Tihuana voltou pra valer, inserindo no disco tudo que os consagrou ao longo da carreira: reggae, harcore, pop, música latina, baladas, tudo isso sempre conectado pela boa vibração que suas canções e álbuns transmitem.

Que outras bandas nacionais ponham a mão na massa pra valer e não fiquem arrecadando fundos milionários com a lei rouanet para fazerem turnês caça níquel.

David Oaski

Também disponível em:
http://rockideologia.blogspot.com.br/2013/06/resenha-tihuana...

Curtam a página:
facebook.com/IdeologiaRock

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

1003 acessosTihuana: banda encerra atividades por tempo indeterminado1517 acessosTihuana: vocalista Egypcio deixa a banda após 18 anos0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Tihuana"

Importando MetalImportando Metal
Músicos gringos que atuam ou já atuaram em bandas brasileiras

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Tihuana"

Lars UlrichLars Ulrich
Vomitando no camarim do Guns N' Roses

NirvanaNirvana
Lendário show no Hollywood Rock completa 20 anos

MetallicaMetallica
As 10 melhores músicas segundo a Loudwire

5000 acessosCristina Scabbia: "Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!"5000 acessosFilhos de Rockstars: qualquer coincidência é semelhança5000 acessosRodolfo: "O rock brasileiro entrou numa crise desde o começo dos anos 2000"5000 acessosOlimpíadas: judoca brasileiro usa Heavy Metal pra se aquecer5000 acessosSonata Arctica no Brasil: "Achavam que éramos os caras do Guns"4902 acessosNikki Sixx: "perco para meu filho no Rock Band"

Sobre David Oaski

David Oaski é editor do blog Ideologia Rock, colunista do site Stereo Pop Club e colabora frequentemente com os sites Galeria Musical e Whiplash, além de já ter escrito para outras plataformas online. Amante de música (principalmente rock) independente de rótulos, escreve por hobby e para exercitar o senso crítico.

Mais matérias de David Oaski no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online