Airbourne: cada vez menos uma reprodução do som do AC/DC

Resenha - Black Dog Barking - Airbourne

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Victor de Andrade Lopes, Fonte: Sinfonia de Ideias
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Três anos após seu segundo disco de estúdio, o AIRBOURNE, quarteto australiano que vem conquistando fãs com seu som fortemente influenciado por AC/DC e outras bandas de hard rock, retorna com Black Dog Barking. Segundo eles, o trabalho foi feito com muito esforço por parte da banda e do pessoal de estúdio. E isso não é difícil de perceber: o som está bastante polido, os instrumentos estão perfeitamente equalizados, enfim, não há nada aqui que deixe a desejar.
444 acessosAirbourne: mudança de guitarristas no line-up da banda5000 acessosTrujillo sobre Zakk Wylde: "ele é uma máquina de beber"

Quanto à música, nada de novo: o bom e velho hard rock clássico. Contudo, algo chama a atenção aqui: o quarteto parece querer se distanciar um pouco do som do AC/DC. Não que a sonoridade não continue sendo parecida. Mas são notáveis algumas doses diminutas de outros sons aqui e ali. Em "Back in the Game", por exemplo, é possível perceber um pouquinho de glam. Já em "Hungry", a abertura traz uns toques curiosos de música espanhola. É assim, de pouco em pouco, que a banda começa a criar um som cada vez mais particular, sem deixar de escancarar suas influências.

Afora isso, não há muito o que comentar sobre o álbum. Com pouco menos de 35 minutos de duração (sem contar faixas-bônus), é um trabalho curto; na verdade, é o mais compacto dos três discos da banda. Mas não deixa der ser um bom lançamento. O grupo mais uma vez soube combinar riffs nervosos, solos respeitáveis e vocais rasgados numa música que deve agradar aos fãs, conquistar alguns novos e conseguir algum sucesso nas paradas.

Agradável, Black Dog Barking é o terceiro golpe do AIRBOURNE na cara dos que decretaram prematuramente a morte do rock 'n' roll. O autor da resenha recomenda o mesmo que a própria banda indicou: abra uma cerveja, aumente o volume e divirta-se com as dez faixas do disco.

Abaixo, o single "Live it Up":

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Track-list:
1 - "Ready to Rock"
2 - "Animalize"
3 - "No One Fits Me (Better Than You)"
4 - "Back in the Game"
5 - "Firepower"
6 - "Live It Up"
7 - "Woman Like That"
8 - "Hungry"
9 - "Cradle to the Grave"
10 - "Black Dog Barking"

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

444 acessosAirbourne: mudança de guitarristas no line-up da banda471 acessosAirbourne: tributo a Lemmy em novo vídeo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Airbourne"

Sempre a mesma coisaSempre a mesma coisa
12 bandas que nunca mudam

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Airbourne"

Rob TrujilloRob Trujillo
Sobre Zakk Wylde: "Ele é uma máquina de beber!"

Sebastian BachSebastian Bach
"São Paulo foi o melhor show da minha vida!"

Yngwie MalmsteenYngwie Malmsteen
O guitarrista comenta a sua esmerada educação musical

5000 acessosKerrang!: listando 30 bandas que mudaram sua vida5000 acessosLed Zeppelin: 10 músicas para ouvir quando estiver na fossa5000 acessosMetallica: Rock In Rio explica pane que ocorreu durante o show4922 acessosAudioslave: Morello, Bettencourt e Kotzen tocam "Cochise"5000 acessosA Música É O Que Importa: e mais 16 mentiras em que músicos creem5000 acessosCinema: 60 filmes pra quem ama Rock e Metal

Sobre Victor de Andrade Lopes

Victor de Andrade Lopes é jornalista (Mtb 0077507/SP) formado pela PUC-SP e membro do Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil. Paulistano e morador de Carapicuíba (Granja Viana), tem um blog de resenhas musicais e outros assuntos chamado Sinfonia de Ideias. Apaixonado por livros, ciências, cinema, games, viagens, ufologia, e, é claro, música: rock, metal, pop, dance, folk, erudito e todos os derivados. Além de ouvir, também toca piano e teclado, compondo algumas bobagens de vez em quando.

Mais matérias de Victor de Andrade Lopes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online