RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA opinião de Slash sobre Dave Mustaine e "Rust In Peace", clássico do Megadeth

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemComo Tommy Lee e o Mötley Crüe ajudaram Axl Rose a escrever "November Rain"

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal

imagemOs 4 fatores determinantes que levaram Renato Russo a dependência química

imagemPara John Lennon, os Beatles poderiam ter acontecido sem George e Ringo

imagemRolê aleatório: Geoff Tate e Rhapsody se divertem em aeroporto no aeroporto

imagemOs 10 maiores álbuns da história do grunge, em lista do Brave Words

imagemEx-guitarrista do Megadeth não liga para Mustaine e diz que está "fazendo dinheiro para ele"

imagemQual era a opinião de Tony Iommi sobre Ozzy Osbourne solo e Randy Rhoads em 1984?

imagemMike Portnoy comprou "Piece Of Mind", do Maiden, em excursão escolar

imagemA medida extrema que Dio pensou em tomar por não curtir "Rainbow in the Dark"

imagemPaul McCartney quase foi atropelado ao tentar recriar famosa cena de capa de disco

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical


Avantasia: menos ambicioso que seus predecessores

Resenha - Mystery of Time - Avantasia

Por Victor de Andrade Lopes
Fonte: Sinfonia de Ideias
Postado em 17 de abril de 2013

Nota: 8

De volta após três anos, a metal opera AVANTASIA, uma das mais bem sucedidas da história, lança seu sexto trabalho: The Mystery of Time. Assim como The Scarecrow, é um trabalho bem compacto, de apenas dez faixas (mais duas bônus) e "solteiro", ou seja, desacompanhado de uma parte II (como nos Metal Opera) ou de um disco-gêmeo, como no caso de The Wicked Symphony e Angel of Babylon. Mas isto é totalmente compensado pela presença de uma orquestra. Pela primeira vez, o vocalista, baixista e mentor do projeto TOBIAS SAMMET convida um exército de músicos eruditos para acompanhá-lo na execução das peças avantasianas. No caso, são os membros da Deutsches Filmorchester Babelsberg (algo como "Orquestra de Filmes Alemã de Babelsberg"), a mesma que atuou em Hellfire Club, do Edguy.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A abertura "Spectres" lembra "The Wicked Symphony", que também serviu de abertura, no caso, para o álbum homônimo, de 2010: orquestrada e marcada por um belo trabalho no vocal de TOBIAS, que divide espaço com o estadunidense JOE LYNN TURNER. Logo em seguida, "The Watchmaker's Dream" repete a fórmula TOBIAS+TURNER, mas sem a orquestra. Aqui, o ponto alto fica nos solos: primeiro, a única e breve participação de ARJEN ANTHONY LUCASSEN, multi-instrumentista holandês e líder do AYREON, que traz um solo inspirado e com toques de LORI LINSTRUTH, seguido por outro solo, agora de órgão, por MIRO, tecladista que acompanha o projeto desde o terceiro disco.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em "Black Orchid", a orquestra volta, e TOBIAS canta com BIFF BYFORD, do SAXON - desnecessário dizer que o resultado foi bom. Em "Where Clock Hands Freeze", o inconfundível MICHAEL KISKE, que marcou presença em todos os discos do projeto, faz uma de suas melhores performances num CD do AVANTASIA.

"Sleepwalking", lançada previamente como single, marca a única participação feminina do disco, na qual TOBIAS faz um dueto com CLOUDY YANG. A balada, que ganhou um clipe ambientado numa bela floresta nevada, quebra um pouco o clima metal do disco e traz algo com um apelo mais hard rock, estilo com o qual TOBIAS gosta de flertar. Esta não é a única balada do disco: "What's Left of Me" é mais pesada, mas ainda tem os toques emotivos, reforçados pelo trabalho da orquestra. Aqui, TOBIAS canta com nítida emoção, talvez para fazer jus à presença de ERIC MARTIN, vocalista do MR. BIG, que faz aqui sua participação no disco.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O respiro de "Sleepwalking" logo dá lugar a "Savior in the Clockrwork", a mais longa do disco, que combina os vocais de TURNER, BYFORD, KISKE e TOBIAS, produzindo uma poderosa faixa. "Invoke the Machine" e "Dweller in a Dream", separadas pela já mencionada "What's Left of me", são como "The Watchmaker's Dream": rápidas e cruas. A primeira já era conhecida dos fãs, por ter sido liberada previamente, e traz a participação de RONNIE ATKINS, do grupo holandês PRETTY MAIDS.

Fechando o álbum, "The Great Mystery", com TOBIAS, TURNER, BYFORD e BOB CATLEY, fazendo aqui sua única participação no disco. Como que sintetizando o disco, a faixa combina o peso das faixas mais power metal com a orquestração das mais sinfônicas e a emoção das baladas.

Não há muito o que reclamar do disco, mesmo sendo uma proposta nitidamente menos ambiciosa que os trabalhos anteriores. Destaque para "Spectres", "The Watchmaker's Dream", "Black Orchid" e "What's Left of Me". Vale lembrar os outros músicos que participaram do disco: além dos veteranos SASCHA PAETH (guitarra base e produção), OLIVER HARTMANN (guitarra solo) e MIRO (teclados); TOBIAS também convidou RUSSELL GILBROOK, do URIAH HEEP, para assumir as baquetas; e o guitarrista BRUCE KULICK, do GRAND FUNK RAILROAD, para alguns solos.

Como dito anteriormente, o disco é menos ambicioso que seus predecessores. Contudo, dentro das possibilidades (10 faixas, a maioria curta, preenchidas pelo trabalho de menos músicos convidados que o usual), TOBIAS conseguiu fazer mais um bom trabalho, mostrando que o AVANTASIA ainda tem fôlego para mais discos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Abaixo, o vídeo de "Sleepwalking":

Track-list
1 Spectres
2 The Watchmaker's Dream
3 Black Orchid
4 Where Clock Hands Freeze
5 Sleepwalking
6 Savior in the Clockwork
7 Invoke the Machine
8 What's Left of Me
9 Dweller in a Dream
10 The Great Mystery

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Mystery of Time - Avantasia

Resenha - Mystery of Time - Avantasia

Resenha - Mystery of Time - Avantasia

Resenha - Mystery of Time - Avantasia

Resenha - Mystery of Time - Avantasia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Marina La Torraca: "Foi uma experiência incrível substituir Amanda no Avantasia"


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Victor de Andrade Lopes

Victor de Andrade Lopes é jornalista (Mtb 77507/SP) formado pela PUC-SP com extensões em Introdução à História da Música e Arte Como Interpretação do Brasil, ambas pela FESPSP, e estudante de Sistemas para Internet na FATEC de Carapicuíba, onde mora. É também membro do Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil e responsável pelo blog Sinfonia de Ideias. Apaixonado por livros, ciências, cultura pop, games, viagens, ufologia, e, é claro, música: rock, metal, pop, dance, folk, erudito e todos os derivados e misturas. Toca piano e teclado nas horas livres.
Mais matérias de Victor de Andrade Lopes.