Huldre: invasão do Folk Metal vinda da Europa

Resenha - Intet Menneskebarn - Huldre

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcos Garcia
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Mais que nunca, parece estar existindo uma autêntica invasão do Folk Metal vinda da Europa, com cada vez mais bandas abordando o estilo, fato talvez relacionado ao crescimento do interesse (e consequente busca) dos valores e tradições pagãs do passado, ou seja, o crescimento do Folk Metal pode ser apenas um aspecto de um evento cultural maior e mais amplo.

Metal Neoclássico: como se tornar uma estrela do gêneroOzzy Osbourne: tudo que você sempre quis saber sobre ele

E mais uma banda a trilhar os caminhos do Folk Metal é o sexteto dinamarquês HULDRE, após um Demo CD, chega com seu primeiro Full Lenght, 'Intet Menneskebarn'.

Antes de tudo, é bom ressaltar que o HULDRE não só usa de temática (cantada em dinamarquês) e elementos da Folk Music de seu país, bem visto pelo uso (muito bem feito, diga-se de passagem) de instrumentos característicos do estilo (flauta, violino, sanfona de cordas) e pela forma de cantar de Nanna (que além de bela, mostra uma grande diversidade, ora melodioso, ora mais Folk, e ora um pouco mais agressivo), mas sabe pegar bem pesado, com riffs de guitarra muito fortes e bastante empolgantes, base baixo-bateria sólida e com boa técnica. Se por um lado a banda não chega a ser inovadora, por outro lado tem personalidade e energia de sobra, em um trabalho extremamente coeso e equilibrado, onde a banda se preocupa em soar como um todo, sem virtuosismos individuais que poderiam estragar o charme de sua música.

Produzido pelo sexteto em conjunto com Lasse Lammert, a gravação apresenta um nível muito bom, deixando que cada instrumento fique claro e audível, sem mutilar nenhum aspecto sonoro do grupo e permitindo que o detalhamento de cada faixa fique bem evidente e audível. A arte, feita por Kristina Tandrup Gittesdatter e apresentada no formato Digipack, apesar de não ser nada extremamente complexo, mas muito bem trabalhado e agradável aos olhos, ao mesmo tempo em que complementa o que iremos ouvir.

Por falar em audição, o que podemos dizer é que o CD todo é bem homogêneo, mantendo um nível muito bom por toda sua execução, destacando-se as faixas 'Ulvevinter', com uma boa cadência e peso, se destacando as belas vocalizações Folk e as harmonias entre violinos e guitarras; a um pouquinho mais Folk 'Trold', embora a bateria mostre um trabalho pesado e bem técnico; a pesada e empolgante 'Brandridt', onde as guitarras se destacam bastante, mostrando riffs que grudam nos ouvidos e não saem mais; a mais agressiva (graças ao uso do 1 X 1 da bateria, bem como as intervenções de bumbos duplos) 'Vaageblus', que é uma faixa mais pesada e puxada para o Metal, com alguns elementos mais complexos aqui e ali; a ótima instrumental medieval 'Spillemand', onde a mistura Metal+Folk está muito bem equilibrada; a adaptação de 'Knoglekvad', uma música tradicional dinamarquesa, que ganhou uma roupagem pesada e bem intensa; e a forte e dinâmica 'Skærsild'.

Uma bela revelação, sem sombra de dúvidas, e que esperemos que não fique relegada ao Underground, mas que alcance um bom número de fãs.

Intet Menneskebarn - Huldre
(2012 - Independente - Nacional)

Tracklist:

01. Ulvevinter
02. Trold
03. Skovpolska
04. Brandridt
05. Gennem Marsken
06. Vaageblus
07. Havgus
08. Spillemand
09. Beirblakken
10. Knoglekvad
11. Skærsild

Formação:

Nanna Barslev - Vocais
Lasse Olufson - Guitarras
Bjarne Kristiansen - Baixo
Laura Emilie Beck - Violino
Troels Dueholm Nørgaard - Flauta, Sanfona de cordas
Jacob Lund - Bateria

Contatos:

https://www.facebook.com/Huldre?fref=ts
http://www.huldre.dk
http://www.myspace.com/huldremetal
promotion@metalmessage.de (imprensa)
ria@dedicatedbooking.dk (agente de reservas)


Outras resenhas de Intet Menneskebarn - Huldre

Huldre: foca na sonoridade e temática do povo nórdico




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Huldre"


Metal Neoclássico: como se tornar uma estrela do gêneroMetal Neoclássico
Como se tornar uma estrela do gênero

Ozzy Osbourne: tudo que você sempre quis saber sobre eleOzzy Osbourne
Tudo que você sempre quis saber sobre ele


Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia no Whiplash.Net.