Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemBaixista do Faith No More diz que integrantes odiavam músicas do "The Real Thing"

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemO álbum de David Bowie que Mick Jagger disse que achou "horrível"

imagemA história da capa de "Christ Illusion", que fez o Slayer ter problemas

imagemMetallica: a explicação da banda para o volume do baixo no And Justice For All

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemLars Ulrich: "Não sou um baterista particularmente talentoso"

imagemOzzy acha que suas novas músicas deveriam ter sido gravadas pelo Black Sabbath

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemSem ter o que fazer, guitarrista do Journey comprou 150 guitarras durante a pandemia

imagemRevista Veja diz que Rock in Rio virou "túmulo do rock" e explica motivo

imagemAntes mesmo do fim do primeiro semestre, Mike Portnoy escolhe seu "Álbum do ano"


In-Edit

Tempo De Cinzas: fazendo um som focado na nova onda do Metal

Resenha - Tempo De Cinzas - Tempo De Cinzas

Por Vitor Franceschini
Em 15/01/13

publicidade

Nota: 8

Que o Metalcore é o retrato do som pesado moderno todo mundo sabe. E assim como toda tendência, há coisas muito boas e outras (a maioria) que caem na mesmice, além daqueles que realmente são descartáveis. O caso do Tempo De Cinzas, graças à competência da banda, é o primeiro.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Fazendo um som focado na nova onda do Metal, os caras ainda possuem influências de Prog Metal e Melodic Death Metal. Sim, a sonoridade é moderna, mas dá pra perceber fácil essas influências quando ouvimos as duas composições que contém neste trabalho. Riffs pesados, cozinha concisa e quebradas insanas, fazem do som dos caras um diferencial.

Outro fator que chama atenção são os vocais de Danilo Valle. O cara urra muito bem e quando se envereda para os vocais limpos (muito comuns no estilo) foge daquele padrão 'bonitinho pra conquistar as menininhas' e prima pela agressividade.

As duas composições são muito boas, ambas cantadas em português e com bom refrão, mas confesso que ainda estou cantarolando Trilhas Das Mentiras. Para uma banda que surgiu em 2011 eles estão um passo a frente de muitos ditos ícones do estilo, basta não se deixar levar pelo ostracismo.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Baixe o disco aqui
http://www.facebook.com/tempodecinzas
http://www.youtube.com/user/tempodecinzas?feature=guide

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini.