Silent Cell: um disco ótimo e bem diferente

Resenha - Absence Of Hope - Silent Cell

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marco
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


É incrível como as misturas e queda de fronteiras causaram no Metal como um todo uma ruptura: ou se ama ou se odeia o trabalho das bandas, sem muitas vezes se dar ao trabalho de uma ouvida, apenas porque alguns infelizes nos anos 80 tiveram a terrível idéia de criar os malditos rótulos e moldar opiniões com frases pré-fabricadas como 'isso é falso' e 'aquilo é verdadeiro'.
5000 acessosHall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do Metal5000 acessosPsicografia: uma suposta carta do espírito de Cássia Eller

Uma pena, pois acabam se privando de ótimas revelações, como o ótimo quarteto de Bragança Paulista (SP) SILENT CELL acabam sendo muito injustiçados, pois 'The Absence of Hope' é um disco ótimo e bem diferente de muitas bandas 'mais do mesmo' que andam por aí e são idolatradas (por mais cópia que sejam dos originais).

Mixando agressividade, melodias, alguns elementos do Metal Industrial e uma boa técnica, o trabalho da banda é bem diferente do que estamos acostumados a ouvir em termos de Metal/Rock no Brasil, pois imaginem uma banda que joga em um liquidificador influências como SLIPKNOT, SISTEM OF A DAWN, STONESOUR, alguns elementos do Death Metal melódico de Gotemburgo e do Metalcore mais rasgado, e temos uma banda com uma música única, ora agressiva e vibrante, ora agressiva e cheia de garra, intensa e com feeling diferenciado.

Vocais mixando passagens melódicas e berros guturais sem pudores (e muito bem, diga-se de passagem); guitarras agressivas e graves em riffs e solos; baixo e bateria seguros e afinados na base rítmica, mas que sabem se alternar muito bem e mostram boa técnica. Mas nenhum deles busca se sobressair aos outros, uso de efeitos eletrônicos muito bem colocados, e isso resulta em uma música bem homogênea, densa, algo bem pessoal do quarteto.

Tendo a produção e engenharia de som toda feita por Marcos Maluf, a mixagem de Alexandre Garcia, tudo feito nos PIRES Musical Studios, em Bragança Paulista, a sonoridade que flui do disco é forte, encorpada e limpa, dando agressividade à música, mas sem abrir mão das melodias bem feitas, algo bem raro de ser conseguido. A arte do CD é muito boa, elaborada com esmero e longe de ser simplista, com tons de cinza, preto e branco se harmonizando bem com as cores que quebram o domínio da paleta principal.

Sonoramente falando, o disco tem composições ótimas, sendo que o nível do quarteto é bem elevado, como podemos comprovar nos destaques 'Devoted', uma faixa pesada, com vocais se alternando entre berros guturais e outros normais muito bons, fora uma bateria fantástica; a mais cadenciada e pesadona 'Addicted', com ótimas guitarras, e refrão forte e grudento; a empolgante 'Broken Mir', onde melodias ganchudas e vocais guturais mostram um trabalho diferenciado; a emotiva 'All That You Left Behind', uma semibalada intensa e que transpira sentimento; a peso-pesado e melancólica 'In the Absence of Hope'; a quebra-pescoços 'Stronger Alone'; a versão pesada e bruta para 'What's on Your Mind (Pure Energy)', um antigo sucesso da banda de Dance Music INFORMATION SOCIETY, que ganhou peso e agressividade absurdas, com ótimos vocais, e a cozinha ritmica mostrando um trabalho ótimo; e a modernosa 'The Lazenby Effect', com a banda toda se nivelando bastante na execução de mais uma faixa bastante empolgante.

Uma das grandes revelações de 2012, sem sombra de dúvidas, e merecem aplausos, logo, concedam uma chance à banda. Ou melhor, concedam uma chance a si mesmos de ouvir um ótimo trabalho 'made in Brazil', feito com muito carinho e esmero.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Absence Of Hope - Silent Cell

277 acessosSilent Cell: Investindo na tradição e na modernidade625 acessosSilent Cell: no rastro do metal alternativo576 acessosSilent Cell: Equilíbrio entre o caótico e a leveza musical

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Silent Cell"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Silent Cell"

Hall Of ShameHall Of Shame
As melhores músicas ruins da história do Metal

PsicografiaPsicografia
Uma suposta carta do espírito de Cássia Eller

Fãs de RockFãs de Rock
Você conhece o estilo de se vestir de cada um

5000 acessosSlipknot: Veja membros atuais sem máscara5000 acessosAngra: Aquiles detona ex-companheiros de banda em workshop5000 acessosQueen - Perguntas e Respostas5000 acessosReligião: pastor americano acusa Pantera, Sabbath e Priest de satanismo4020 acessosMetal Nacional: as 10 melhores músicas de 20155000 acessosSystem Of A Down: Daron Malakian ensina como ser músico

Sobre Marco

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online