Silent Cell: Investindo na tradição e na modernidade

Resenha - Absence Of Hope - Silent Cell

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 9


Belo trabalho dessa banda do interior de São Paulo, mais precisamente de Bragança Paulista. Desde a sonoridade contida em suas composições, passando pela produção sonora e ótima arte gráfica, o primeiro trabalho do quarteto surpreende com o nível de profissionalismo.

Sgt. Peppers: O mais importante disco da história?Vocalistas: belíssimos timbres de alguns cantores de rock

Falando das músicas, que é o que realmente importa, passe adiante se você é daqueles que não aturam o Metal moderno. Afinal, o Silent Cell não tem medo de ousar e incluir elementos atuais em suas composições, porém prioriza o tempo todo o peso e a agressividade.

Não há como rotular o som da banda, já que vários elementos são mesclados. O fato é que bons riffs de guitarras se unem a uma cozinha nervosa e melodias muito interessantes que trazem certo nível de acessibilidade às composições. Acessibilidade essa que contrasta com momentos muito carregados.

O trabalho vocal é o grande destaque. Michael Matt tem um bom timbre e sabe variar entre o sutil e o agressivo, e ainda conta com o apoio do baterista Marco de Sordi que solta uns guturais nervosos para agradar os ouvidos mais 'durões'.

A produção, a cargo de Marco Maluf, é mais um ponto positivo com qualidade de ponta. Destaque para as faixas Devoted (veja o vídeo ao final da resenha), Addicted e a semi balada All That You Left Behind. Não posso deixar de mencionar o ótimo cover inusitado para What's On Your Mind (Pure Energy), do Information Society. Um baita disco!

http://www.silentcellmusic.com/
https://www.facebook.com/silentcellmusic


Outras resenhas de Absence Of Hope - Silent Cell

Silent Cell: um disco ótimo e bem diferenteSilent Cell: no rastro do metal alternativoSilent Cell: Equilíbrio entre o caótico e a leveza musical




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Silent Cell"


Sgt. Peppers: O mais importante disco da história?Sgt. Peppers
O mais importante disco da história?

Vocalistas: belíssimos timbres de alguns cantores de rockVocalistas
Belíssimos timbres de alguns cantores de rock

Heavy Metal: as piores capas dos grandes artistas do gêneroHeavy Metal
As piores capas dos grandes artistas do gênero

Iron Maiden: o passado vergonhoso registrado em fotosIron Maiden
O passado vergonhoso registrado em fotos

Megadeth: Magia negra arruinou minha vida, diz MustaineMegadeth
"Magia negra arruinou minha vida", diz Mustaine

Megadeth: fã tem siricutico ao encontrar Mustaine; veja vídeoMegadeth
Fã tem siricutico ao encontrar Mustaine; veja vídeo

Slipknot: banda pode trocar, um dia, todos os membrosSlipknot
Banda pode trocar, um dia, todos os membros


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336