Matérias Mais Lidas

imagemA dura bronca dos Titãs em Nando Reis durante gravação de "Titanomaquia"

imagem4 hits do Deep Purple cujos riffs Ritchie Blackmore já confessou ter copiado

imagemThin Lizzy e o álbum picareta de covers do Deep Purple que garantiu sua sobrevivência

imagemConheça o guitarrista brasileiro de 16 anos que estará no próximo clipe do Megadeth

imagemRolling Stones: Keith Richards compara tocar com Brian Jones, Mick Taylor e Ron Wood

imagemA certeira visão de Penélope Nova sobre como pop "absorveu e enfraqueceu" outros estilos

imagemA inteligente estratégia de Prika para não perder gravadora na ruptura da Nervosa

imagemRob Trujillo presta tributo ao Rage Against The Machine após shows em Nova Iorque

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemRoger Waters sobre tocar Pink Floyd sem David Gilmour: "Não tenho problema algum"

imagemO hit dos Engenheiros sobre Humberto não querer ser guru dos jovens igual Renato Russo

imagemPor que o processo de composição da Legião Urbana e Engenheiros era tão diferente?

imagemComo Faustão ajudou Titãs a superar trauma da prisão de Arnaldo Antunes

imagemShow do Iron Maiden pra "pouca gente" é o favorito de Blaze Bayley

imagemSteve Grimmett: vocalista do Grim Reaper morre aos 62 anos


Dream Theater 2022

Tchandala: fiel às raízes do Metal oitentista e europeu

Resenha - Fear Of Time - Tchandala

Por Ben Ami Scopinho
Em 25/11/12

Nota: 7

Com uma carreira que começou nos idos 1996, o Tchandala é um dos nomes veteranos da cena Heavy Metal do Sergipe, tendo na bagagem algumas demos e o álbum "Fantastic Darkness" (02), registros que lhe permitiu tocar ao lado de vários nomes relevantes, sejam nacionais ou gringos. O tempo passou rápido, mas agora está chegando ao público seu mais novo disco, "Fear Of Time".

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O estilo permanece fiel às raízes do Heavy Metal oitentista e europeu, com arranjos bastante simples, mas frequentemente conseguindo manter tudo relativamente interessante, em especial pela sintonia entre a guitarra e teclados. E algo que chama muito a atenção ao longo de "Fear Of Time" é a forma como os sergipenses trabalham com as vozes de fundo, que muitas vezes remetem diretamente ao que foi feito em "The Warning", o primeiro disco liberado pelo norte-americano Queensryche em 1984.

Ainda que a presença do single "One Billion Lights" consiga ofuscar o restante do repertório, persistem ainda boas canções como "Beyond The Power", "The Vision Of A Blind Man" e "The End Of Life". A partir daí o pique cai um pouco pelo fato de algumas canções serem mais longas do que poderiam ser, tendo na soporífera "Angel" um bom exemplo deste fato. Mas o álbum continua funcionando em vários níveis, com muitas passagens cativantes, tanto que ao longo de sucessivas audições o apreço pela coisa toda somente vai crescendo.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

O Tchandala não tem a pretensão em oferecer nada de novo, mas "Fear Of Time" certamente possui canções que fará com que o público levante os punhos involuntariamente durante as apresentações ao vivo. Ou seja, este segundo disco é uma boa aquisição para quem aprecia todo o espírito e tradicionalismo do gênero, e feito por uma banda brasileira. Confiram e tirem suas próprias conclusões!

Contato:

http://www.myspace.com/tchandala

Formação:
Dejair Benjamim - voz
Thamise Ducci - guitarra
Sandro Souza - baixo
Tony Souza - teclados
Pablo Rubino - bateria

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Tchandala - Fear Of Time
(2012 / MS Metal Records – nacional)

01. One Billion Lights
02. Beyond The Power
03. The Vision Of A Blind Man
04. Man´s Enemy
05. The End Of Life
06. Fear Of Time
07. Angel
08. Revenge


Outras resenhas de Fear Of Time - Tchandala

Resenha - Fear of Time - Tchandala

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São Paulo

Oh, não!: clássicos do Rock Heavy Metal e que foram "estragados" pelo tempo


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.