Matérias Mais Lidas

imagemO mega sucesso do Led Zeppelin que era pra ser uma piada mas se tornou um hino

imagemA banda de hard rock dos anos 1970 que é a queridinha de Xande de Pilares

imagemMorre Patricia Kisser, esposa do guitarrista Andreas Kisser

imagemAerosmith: Steven Tyler deixa reabilitação e morre esposa de Joey Kramer

imagemAxl Rose teria sofrido ataque de ansiedade antes de show, diz jornal

imagemMetallica em "Stranger Things" deixa fãs preocupados com a "popularização" da banda

imagemLed Zeppelin ou Pink Floyd, qual dos dois vendeu mais discos de estúdio?

imagemGuns N' Roses: A crítica de Portnoy ao trabalho de Matt Sorum

imagemAngra: vídeos e setlist de show celebrando "Rebirth" em SP, com convidada especial

imagemMédico que tratou câncer de Mustaine escreveu letra de faixa do Megadeth

imagemThe Troops of Doom: Jairo Guedz conta porque não consegue falar mal do Iron Maiden

imagemFilho de Trujillo fez guitarra na "Master of Puppets" que toca em Stranger Things

imagemOzzy Osbourne gastou dinheirão em maconha, mas não fumou nada

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemRob Halford posa para foto ao lado de Paul Stanley


Stamp

Tchandala: um grande capítulo do Metal nordestino

Resenha - Fear of Time - Tchandala

Por Vicente Reckziegel
Em 11/08/13

Nota: 8

Hoje em dia ficou fácil termos acesso a tudo que é lançado no mundo inteiro, apenas com um simples clique. Da mesma forma, a tecnologia trouxe consigo uma enxurrada sem fim de bandas de todos os estilos, de todos os recantos do mundo. Então, para que uma banda chame a atenção do público, ela tem que sair do tradicional arroz com feijão. Ela tem que ter algo a mais, e a banda sergipana Tchandala demonstra, neste "Fear of Time", possuir esse "algo a mais", nos presenteando com este grande disco.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Se o núcleo do som da banda é o Heavy Metal, o Tchandala flerta com o Power, Progressive, algumas bases mais Rock n’roll e, me atrevo a dizer, chegam a pintar aqui alguns toques quase Gothic/Doom Metal, em faixas mais lentas/cadenciadas, como Angel e Beyond the Power. E o mais bacana disso, é que essa junção de estilos não descaracterizou o som da banda. Um ponto para fugir do lugar comum.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Obviamente que em uma primeira audição, a faixa que chama maior atenção é a de abertura e a escolhida como Single, "One Billion Lights", com seu riff de abertura totalmente rocker, daqueles que ficam facilmente na memória. Mas o grande destaque de "Fear of Time" é a faixa-título, uma pequena obra-prima do metal nacional. Apesar de seus 7 minutos de duração, a sensação que fica é que a música poderia prosseguir por muito mais tempo. Uma aula de como fazer Heavy Metal de fácil assimilação e, ao mesmo tempo, de grande complexidade. Algumas partes mais progressivas em sua duração Lembram inclusive a fase Derek Sherinian no Dream Theater. E tem aquele refrão que na primeira vez que ouvimos já saímos cantando junto. Outras faixas mais diretas, como "Revenge" e "The End of Life" mostram uma faceta diferente da banda, onde os teclados assumem uma posição mais de apoio, deixando o peso das guitarras e da cozinha ressoarem com força.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Com relação os integrantes, somente elogios. Dejair Benjamim solta sua voz de várias formas, encaixando perfeitamente quando a música pede maior agressividade ou quando a melodia é solicitada na música. Um vocalista que sabe como utilizar sua voz de maneira correta, algo nem sempre tão comum no cenário. O guitarrista Thamise Ducci esbanja riffs e solos inspirados, ora mais voltados para o rock, outros para o mais puro Heavy Metal. Pablo Rubino manda muito bem na bateria, conseguindo uma grande variação de batidas e ritmos. Sandro Souza detona no baixo que, ao contrário de algumas gravações onde fica mais escondido, aqui soa com vida própria, um dos grandes destaques de "Fear of Time". E Tony Souza, que saiu da banda em Julho, que, como descrito acima, fica um pouco mais contido nas músicas mais diretas, nas demais tira sons fantásticos, tornando o teclado não um instrumento secundário no som do Tchandala, mas sim primordial. Enfim, uma formação que gravou um disco que não poderia dar errado, e demonstra toda a força do Metal sergipano.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Tracklist:
01. One Billion Lights
02. Beyond The Power
03. The Vision Of A Blind Man
04. Man´s Enemy
05. The End Of Life
06. Fear Of Time
07. Angel
08. Revenge


Outras resenhas de Fear of Time - Tchandala

Resenha - Fear Of Time - Tchandala

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel.