Kamala: pecados e chakras em maior gama de opções sonoras

Resenha - Seven Deadly Chakras - Kamala

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho, Tradução
Enviar Correções  

9


Muitos dizem que é com o terceiro disco que uma banda se define musicalmente. Talvez, mas, ainda que o Kamala mantivesse o Thrash Metal como fio condutor de sua proposta, o fato é que esse pessoal de Campinas (SP) possui a tendência em simplesmente não seguir uma linha musical rígida, o que se tornou evidente na transição entre o debut "Kamala" (08) e "Fractal" (09). E a reputação de se reinventar cristaliza-se com "The Seven Deadly Chakras", que chega agora ao mercado em parceria com a MS Metal Records.

Para melhor compreender este novo trabalho, é necessário atentar que "The Seven Deadly Chakras" se caracteriza por ser conceitual, onde o Kamala explorou algumas opções inerentes ao nº 7, cuja metade das 14 faixas aborda cada um dos sete pecados capitais, e a outra metade recai sobre os sete chakras do corpo humano, com ambas as partes almejando um equilíbrio entre si. E, para explorar essa temática, o grupo investiu em uma maior gama de opções sonoras.

publicidade

O resultado continua moderníssimo e muitas vezes a faceta Thrash está diluída em função de arranjos mais melódicos e até mesmo elementos eletrônicos que ficaram espetaculares. As linhas de voz estão mais diversificadas, os solos estão melhores do que nunca e, mesmo que tudo siga pelos tortuosos caminhos da agressão, várias composições possuem fácil assimilação, são grudentas mesmo.

publicidade

Destaques? Tarefa difícil... Ainda que mantenha uma linha de coesão, o repertório possui músicas consideravelmente contrastantes, fato bem representado por ocasiões como a pesadíssima "Envy", a veia mais acessível de "Root" e, principalmente, a presença de "Heart", recheada de efeitos eletrônicos nervosíssimos e que a tornam diferente de tudo o que o Kamala ofereceu desde que começou sua carreira.

publicidade

Todo o projeto gráfico é do designer Luiz Moura (Thriven) e prima pela diagramação límpida e de extremo bom gosto ao abraçar as cores amarelo e preto – que representam respectivamente a riqueza espiritual e o lado profano do Homem. E, mantendo a tradição, a produção, mixagem e masterização de "The Seven Deadly Chakras" novamente contou com a assinatura do produtor Ricardo Piccoli. Confiram, o Kamala continua em ótima fase!

publicidade

Contato:
http://www.kamala1.net

http://www.myspace.com/kmlthrash

Formação:
Raphael Olmos - voz e guitarra
Andréas Dehn - guitarra
André Rudge - baixo
Nicolas Andrade - bateria

Kamala - The Seven Deadly Chakras
(2012 / MS Metal Records – nacional)

publicidade

01. Envy
02. Gluttony
03. Root
04. Heart
05. Solar Plexus
06. Third Eye
07. Greed
08. Pride
09. Sloth
10. Sacral
11. Lust
12. Wrath
13. Throat
14. Crown


Outras resenhas de Seven Deadly Chakras - Kamala

Kamala: na direção contrária dos clichês do Thrash Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Thrash Metal: 20 bandas brasileiras de qualidade inquestionávelThrash Metal
20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável


Chris Cornell: ele não dava sinais de que se mataria, diz esposaChris Cornell
Ele não dava sinais de que se mataria, diz esposa

Slipknot: veja a evolução das máscaras de cada integrante da estreia aos dias atuaisSlipknot
Veja a evolução das máscaras de cada integrante da estreia aos dias atuais


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin