Matérias Mais Lidas

Quiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 1985Quiet Riot
Quebrando disco de banda brasileira em 1985

Megadeth: Dave Mustaine, agora, é faixa roxa em jiu-jitsu brasileiroMegadeth
Dave Mustaine, agora, é faixa roxa em jiu-jitsu brasileiro

Greta Van Fleet: Robert Plant odeia aquele vocalistaGreta Van Fleet
Robert Plant "odeia" aquele vocalista

Lista: 10 grandes sucessos que farão 30 anos em 2021 e continuam sendo ouvidos até hojeLista
10 grandes sucessos que farão 30 anos em 2021 e continuam sendo ouvidos até hoje

Loudwire: o melhor álbum de thrash metal de cada ano, de 1983 até 2020Loudwire
O melhor álbum de thrash metal de cada ano, de 1983 até 2020

Rock in Rio: há 30 anos, Axl Rose exigia VJ desconhecida da MTV para entrevistá-loRock in Rio
Há 30 anos, Axl Rose exigia VJ desconhecida da MTV para entrevistá-lo

Iced Earth: Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de voltaIced Earth
Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de volta

Dream Theater: Show de comeração de 25 anos do Images & Words será transmitidoDream Theater
Show de comeração de 25 anos do Images & Words será transmitido

Enjaulados: Os crimes mais chocantes da história do rockEnjaulados
Os crimes mais chocantes da história do rock

Metallica: Dave Lombardo diz que tocar com o Metallica ao vivo foi históricoMetallica
Dave Lombardo diz que tocar com o Metallica ao vivo foi histórico

Iced Earth: fotos mostram Jon Schaffer segurando spray de urso no CapitólioIced Earth
Fotos mostram Jon Schaffer segurando spray de urso no Capitólio

Robert Fripp: novo cover de Billy Idol, agora com esposa vestida de cheerleaderRobert Fripp
Novo cover de Billy Idol, agora com esposa vestida de cheerleader

Max Cavalera: O único presidente bom do Brasil foi mortoMax Cavalera
"O único presidente bom do Brasil foi morto"

Épicas: 10 músicas com mais de 10 minutos de duração (e nenhuma é do Dream Theater)Épicas
10 músicas com mais de 10 minutos de duração (e nenhuma é do Dream Theater)

Inesquecíveis: 50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de modaInesquecíveis
50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de moda


Matérias Recomendadas

Guitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista FuzzGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

Metal Sucks: Top 25 vocalistas do metal modernoMetal Sucks
Top 25 vocalistas do metal moderno

Metallica: Jason explica o baixo apagado de And Justice For AllMetallica
Jason explica o baixo apagado de And Justice For All

O Surto: Fora Queen, só nós fizemos 250 mil cantarem no Rock in RioO Surto
"Fora Queen, só nós fizemos 250 mil cantarem no Rock in Rio"

Motörhead: Amy Lee no colo de Lemmy KilmisterMotörhead
Amy Lee no colo de Lemmy Kilmister

Stamp

Aerosmith: Em 1975, a transposição do Classic para o Hard

Resenha - Toys In The Attic - Aerosmith

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Severo da Costa
Enviar Correções  

10


Se há uma banda que soube transpor a linguagem do classic rock para o hard, é justo conceder a honra ao AEROSMITH. Veja bem: não me refiro ao som em si - o CREAM e outros já haviam feito isso antes - mas sim dos estereótipos clássicos do rock n´roll daquela época: o vocalista andrógino, o guitarrista boa pinta fazendo backing no mesmo microfone, o show festeiro e bem produzido. Não vou comparar como muitos já fizeram a dupla de frente do quinteto de Boston com JAGGERS e RICHARDS- prefiro dizer que eles ampliaram o repertório dos bastidores do rock n´roll, fazendo a coisa "certa" de acordo com o manual dos anos setenta.

Depois de gravar dois tremendos discos - "Aerosmith" (1973) e "Get your Wings" (1974) - no ano seguinte, foi registrado o clássico seminal da banda: "Toys in The Attic" apresentava uma linguagem ampla, recheado de influências de country rock, swing e jump blues, bem dosados e distribuídos em oito cacetadas certeiras.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Produzido por Jack Douglas (o mesmo do disco anterior), o disco foi recepcionado pelo jornalista da AllMusic, Stephen Erlewine - conhecido pela crítica ácida - como "uma mistura de LED ZEPPELIN com ROLLING STONES". De fato, o que se observa aqui é uma feliz mistura entre o amplo vocabulário de PLANT e companhia com a simplicidade e energia dos registros dos STONES naquela década.

"Toys In The Attic" abre o disco, na melhor linha "quebrando tudo" - explosiva e com uma qualidade de registro de som excelente. A música que já foi regravado por grupos tão distantes quanto REM e METAL CHURCH possui um clima levemente sombrio graças a sua estrutura melódica em tom menor - o que provou ser uma aposta certa da banda para uma pancada como essa. "Uncle Salty" é sensacional e seus versos foram claramente usurpados por SHANIA TWAIN, vinte anos depois para "Man I feel Like a Woman" - escute e confira. Ou melhor ainda, não dê moral- é plágio mesmo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na sequência, "Adam´s Apple" vem quebrando tudo, mostrando que JOE PERRY é mesmo o cara quando põe um bottleneck no dedo. "Walk This Way" e "Sweet Emotion" são os exemplo máximos do quanto essa banda consegue atingir uma amplitude musical induvidosa: a primeira - que foi responsável pelo ressurgimento artística da banda em 1986 - é totalmente "para cima" - swingada e com o melhor riff da carreira do AEROSMITH. Já "Sweet", com seu conceito futurista na introdução, é repleta de dinâmicas de primeira - da calmaria à energia total - e vice versa.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A atmosfera "New Orleans" fica por conta de "Big Ten Inch Record", em clima de jam session total, recheado de solos curtos e eficientes. "No More No More" é boa até o talo, com cara de clássico ao vivo e "You See Me Crying" mostra o quanto a banda era boa em fazer baladas- porque convenhamos as feitas nos últimos anos pelo grupo são de doer.

Conclusão: necessário!!

Track List:

1. "Toys in the Attic"
2. "Uncle Salty"
3. "Adam's Apple"
4. "Walk This Way"
5. "Big Ten Inch Record"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

1. "Sweet Emotion"
2. "No More No More"
3. "Round and Round"
4. "You See Me Crying"


Outras resenhas de Toys In The Attic - Aerosmith

Resenha - Toys In The Attic - Aerosmith

Aerosmith: Tirando os brinquedos do sótão