Firewind: Sonoridade bem densa e pesada, mas translúcida

Resenha - Few Against Many - Firewind

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcos Garcia
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Após seu trabalho no CD 'Scream', de OZZY OSBOURNE, o guitarrista grego Gus G. se tornou um músico mais conhecido, mas sua banda principal, o FIREWIND, ainda está meio que escondida no underground, apesar de seus agora sete discos de estúdio, mas 'Few Against Many' deve mudar isso, e se mostra um disco forte e bastante consistente, capaz de levar o grupo a um novo patamar.
5000 acessosHard Rock: as 100 maiores bandas do estilo segundo a VH15000 acessosSlipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

Apesar de aparentar para muitos que a banda seria mais uma daquelas que só existem para exercitar o ego de um guitar hero pentelho, as músicas do CD mostram uma banda bem homogênea, fazendo um Metal Tradicional bem moderno com toques Power de primeira, tendo ótimas melodias e composições fortes, ótimos riffs e solos de guitarra, zaga rítmica forte e pesada o tempo todo, teclados bem postados e ótimos vocais por conta de Apollo Papathanasio.

Com a supervisão de Jason Suecof e Eyal Levi na mixagem do disco nos Audiohammer Studios, enquanto Alan Douches nos West West Side Music ficou na masterização, a banda conseguiu uma sonoridade bem densa e pesada, mas translúcida, assim, o peso e bom gosto de faixas como a ótima abre-alas 'Wall of Sound', uma autêntica cacetada nos tímpanos com ótimas guitarras (novidade...), bem como a climática e pesada 'Losing My Mind', a variada 'Few Against Many', onde temos alternância entre momentos mais secos e outros mais melodiosos, onde o solo de guitarra arrasa (novidade...), e 'Another Dimension' segue esta mesma linha, com um belo refrão, a linda 'Edge of a Dream ', onde o pessoal do APOCALYPTICA dá uma bela canja nos celos, além da mezzo pancada, mezzo lenta 'No Heroes, No Sinners'. A versão europeia Digipack ainda tem dois bônus, 'Battleborn' e 'No Heroes, No Sinners' em uma bela versão acústica.

Um disco que quem já era fã vai adorar, e que deve angariar alguns novos, pois o nível é alto, e este é um disco que vale a pena.

Few Against Many – Firewind
(2012 – Century Media Records – Importado)

Tracklist:

01. Wall Of Sound
02. Losing My Mind
03. Few Against Many
04. The Undying Fire
05. Another Dimension
06. Glorious
07. Edge of a Dream
08. Destiny
09. Long Gone Tomorrow
10. No Heroes, No Sinners

Formação:

Apollo Papathanasio – Vocais
Gus G. – Guitarras
Petros Christo – Baixo
Bob Katsionis - Teclados, guitarras adicionais
Jo Nunez – Bateria

Contatos:

http://www.firewind.gr
http://www.facebook.com/firewindofficial
http://www.myspace.com/firewind
http://twitter.com/firewindmusic

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 08 de junho de 2012


0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Firewind"

MotivaçãoMotivação
10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estima

Gustavo SazesGustavo Sazes
Obras de arte em capas de álbuns de grandes bandas

Gus GGus G
Ele não fazia solos longos até entrar na banda de Ozzy

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Firewind"


Hard RockHard Rock
As 100 maiores bandas do estilo segundo a VH1

SlipknotSlipknot
Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

SlashSlash
"O Led Zeppelin tem o maior acervo de riffs matadores!"

5000 acessosKeith Richards: Metallica e Black Sabbath são "grandes piadas"5000 acessosBlack Metal: o cotidiano fascinante dos fãs adolescentes5000 acessosIron Maiden: as dez melhores músicas, segundo a Loudwire5000 acessosPor trás das asas dos besouros5000 acessosBurzum: Vikernes diz que não se arrepende de nada5000 acessosUltimate Classic Rock: as dez melhores duplas de guitarristas

Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online