Amorphead: A Itália mostra que vai além do Metal Melódico

Resenha - Chaos Expression - Amorphead

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Pedro Humangous
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Definitivamente a sensação que temos é que a Itália se cansou do Metal Melódico na qual ficaram tão famosos nos anos noventa. O que tem surgido de banda extrema desse país não é brincadeira. Conheci o AMORPHEAD através do Twitter, e em pouco tempo recebi uma cópia do mais recente trabalho da banda, o EP “Chaos Expression”. O disco conta com cinco músicas que mesclam o Thrash Metal, com bastante groove e melodia.
5000 acessosGuns N' Roses: Em 1992, o histórico show em Paris5000 acessosDave Mustaine: 10 coisas que você não sabia sobre ele

O estilo que a banda busca é bastante moderno, ficando ali entre um DISTURBED e um MACHINE HEAD. Li ainda certa comparação entre DEW SCENTED e FIVE FINGER DEATH PUNCH e achei bastante pertinente. Após uma breve introdução, a pancadaria come solta na faixa que abre o disco, “Scream Inside”. A parte instrumental não exibe tanta técnica e parte mais pro feeling e pra brutalidade. Essa música ainda conta com um belo solo. Destaque total para o vocal de Emiliano Iozzo.

“Depth” vem na seqüência e mantém o mesmo nível de qualidade e estruturas na composição. Me fez lembrar bastante os poloneses do FRONTSIDE. A parte mais lenta e viajante dessa música é bastante interessante, com uma levada meio egípcia/árabe. Dessa vez o destaque fica por conta da dupla de guitarristas que desenvolvem um ótimo trabalho. Os solos em certos momentos parecem um pouco perdidos, mas nada comprometedor.

“5:22” trata-se de uma faixa instrumental, mais lenta e cheia de dedilhados, lembrando as semi-baladas do DREAM THEATER. “Holes”, que também foi a faixa de trabalho escolhida e ganhou um vídeo clipe, é a quarta música do EP. Bastante melódica e mais acessível dentre as demais. Os riffs são muito bons e grudentos. Realmente uma das melhores.

Por fim, “Chaos Expression” – com mais de nove minutos de duração – fecha o trabalho de forma digna, mostrando que os italianos tem bala na agulha e estão prontos para atingir um público ainda maior. Uma excelente pedida para quem curte as bandas supracitadas e quer fugir um pouco do óbvio.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Amorphead"

Guns N RosesGuns N' Roses
Em 1992, o histórico show em Paris

Dave MustaineDave Mustaine
Dez coisas que você não sabia sobre o vocalista

SepulturaSepultura
Os discos que mudaram a vida de Andreas Kisser

5000 acessosZakk Wylde: "o AA é uma viadagem, uma frescura!"5000 acessosElectra Mustaine: a linda filha do Sr. Dave Mustaine5000 acessosPostura: 12 coisas que você nunca deve dizer a um músico5000 acessosBlack Label Society: Zakk explica programa de um passo4905 acessosSlash: 15 grandes registros em músicas de outros artistas4733 acessosNicko McBrain: vídeo de entrevista com vocalista do Matanza

Sobre Pedro Humangous

Pedro Humangous, 28 anos, publicitário headbanger. Dono e editor chefe da revista Hell Divine. Santista apaixonado por música e uma boa cerveja. Atualmente reside em Brasília e não poupa esforços para fazer o metal se fortalecer no país. Já colaborou com as revistas portuguesas Versus e Horns Up, além da coluna “Rolo Compressor” na rádio Nucleo Base. Colecionador de CD´s, DVD´s, Livros e Action Figures, concentra suas forças no metal extremo, sem deixar de lado os demais estilos. Fanático por Opeth, Iron Maiden, Trivium, Kreator, Dream Theater, Baroness, Suicide Silence, entre tantas outras. Siga: @PedroHumangous

Mais matérias de Pedro Humangous no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online