Elm Street: As raízes da música pesada ainda estão fortes

Resenha - Barbed Wire Metal - Elm Street

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


A primeira coisa que nos vem à cabeça ao pegarmos em mãos esse disco é a de que estamos diante de alguma banda perdida dos anos 80, tanto pela arte gráfica do material (feita pelo mestre Ed Repka – sim, aquele mesmo...), como pelo nome da banda, em homenagem ao filme “A Hora do Pesadelo”, que fez história naquela década. E após colocar o CD para rolar, essa sensação apenas aumenta! Mas na verdade, este disco foi lançado em 2011, sendo o debut dos australianos do ELM STREET, que mostram que as raízes da música pesada ainda estão fortes, e tem muito a nos proporcionar.
5000 acessosEmos: 23 músicas que já estiveram na sua playlist5000 acessosDave Navarro: conheça a filha atriz pornô do músico

Praticante de um som bem típico dos primórdios do metal, o ELM STREET nos traz apenas 8 faixas, mas que mostram muita competência, com um vigoroso metal tradicional repleto de elementos de thrash metal, com influências que vão de JUDAS PRIEST, IRON MAIDEN e PEGAZUS (conterrâneos dos caras) a MEGADETH e TESTAMENT.

O som do quarteto é muito energético e empolgante, calcado em bases de guitarra "classudas" e memoráveis, uma cozinha sólida, e os excelentes e agressivos vocais de Ben Batres (que em alguns momentos lembra Dave Mustaine), que vocifera líricas críticas e que reverenciam o metal.

Já na primeira música da bolachinha, que leva o nome do álbum, é possível perceber que o ELM STREET não é uma banda comum, quebrando tudo com um thrash/heavy rápido e de tirar o chapéu, cujos riffs e passagens líricas empolgam até defunto, sendo a faixa mais pesada do CD.

E o disco segue essa linha direta e agressiva, e a banda se preocupa mais em criar composições energéticas e vibrantes do que arranjos complexos e progressivos, como se percebe em “Heavy Metal Power” (com belos fraseados e solos de guitarra, além de riffs cortantes), “Letherface” (mais oitentista impossível), e a épica “Metal is the Way”, uma verdadeira ode ao estilo mais amado da música.

Você é fã de metal? Se sim, não deixe de ouvir esse excelente “Barbed Wire Metal”, pois a diversão é garantida.

Confiram o clipe da excelente faixa título.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Barbed Wire Metal – Elm Street
(2011 – Massacre Records - Importado)

Formação:
Ben Batres - Vocals/Rhythm Guitar
Aaron Adie - Lead Guitar
Brendan Farrugia - Bass Guitar
Tomislav Perkovic – Drums

Tracklist:
1. Barbed Wire Metal
2. The Devil's Servants
3. Elm St's Children
4. Heavy Metal Power
5. King of Kings
6. Leatherface
7. Merciless Soldier
8. Metal is the Way

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

NWOTHMNWOTHM
10 bandas novas legais para você conhecer

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Elm Street"

EmosEmos
23 músicas que já estiveram na sua playlist

Dave NavarroDave Navarro
Conheça a filha atriz pornô do músico

Andreas KisserAndreas Kisser
"Eloy Casagrande talvez não seja humano"

5000 acessosHair Metal: Os maiores cabelos da história do rock pesado5000 acessosSeparados no nascimento: Ian Hill e Stênio Garcia5000 acessosBlack Metal: o cotidiano fascinante dos fãs adolescentes5000 acessosDoro Pesch: valorizando a vida por ter morrido na cadeia5000 acessosMegadeth: será que Dave Mustaine voltaria para o Metallica?5000 acessosPaul Gilbert: o Metallica acabou com o Blues no Metal

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online