Resenha - Black Flag - Command6

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Comemorando 04 anos de estrada, e estreando sua nova formação, os paulistas do COMMAND6, formado atualmente por Wash (voz), Bruno Luis (guitarra), Attilio Negri (guitarra), Johnny Hass (baixo) e Bugas (bateria), chegam a seu segundo trabalho, "Black Flag", sucessor do aclamado "Evolution?". E a evolução da banda é notória, com canções bem estruturadas e maduras, exalado peso e agressividade em cada segundo da disco.

Cradle of Filth: Chimbinha, do Calypso, usando camiseta?Keith Richards: colocando Justin Bieber em seu devido lugar

E pra você que não conhece, o som dos caras é uma mistura muito interessante entre thrash metal moderno com metalcore, com muito peso e agressividade, mas sem abrir mão de belas melodias, que cativam o ouvinte logo de cara.

A primeira coisa que chama a atenção no material é o excelente trabalho dos guitarristas Bruno e Attílio, com riffs precisos e ultra pesados, além de ótimos solos e variações rítmicas, chegando a impressionar a qualidade apresentada. O vocalista Wash também demonstra grande maturidade, mantendo-se equilibrado tanto nos momentos mais agressivos como nos mais cadenciados, o que torna a audição do material nada cansativa. Por fim, Johnny e Bugas formam uma cozinha excelente, com uma precisão absurda.

Em um disco tão homogêneo, fica até difícil ficar indicando destaques, pois todas as músicas são realmente muito boas e com uma excelente qualidade de gravação, mas se você quer ter uma ideia geral da qualidade do trabalho, indico as pedradas "Crush the World" (um faixa pesadíssima, no melhor estilo thrash metal moderno), "Dawn of Man" (com os melhores riffs do disco, e com uma linha vocal excelente), "So Cold" (mais cadenciada e repleta de groove, lembrando PANTERA em alguns momentos), e "Black Flag" (outra faixa ultra pesada e cativante, com riffs fantásticos). Até a faixa mais cadenciada e melódica "Sunshine", é muito legal, assim como o cover "Maior Abandonado", do Cazuza, que ficou bem interessante em uma versão mais pesada.

Além disso, a temática lírica abordada pela banda também é bem crítica, interessante e forte, combinando muito com o instrumentos.

Eis, pois, um disco de audição obrigatória a todos os amantes do boa música pesada, pouco importando rótulos, e que deverá fincar de vez o nome do COMMAND6 entre as principais bandas de nosso país, e trazer ótimos frutos para os músicos.

E o melhor de tudo, o álbum esta disponível para download de graça no site abaixo. Nem pense em deixar passar este que desde já é um dos melhores lançamentos nacionais de 2012!

http://blackflag.command6.com/

Black Flag - Command6
(2012 - Nacional)

1. CRUSH THE WORLD
2. ACE IN THE HOLE
3. SUNSHINE
4. DAWN OF A MAN
5. SO COLD
6. BRAINWASH
7. BLACK FLAG
8. BRAND NEW DAY
9. LIES SO PURE
10. LOGIC OR NONSENSE
11. BONUS TRACK - MAIOR ABANDONADO


Outras resenhas de Black Flag - Command6

Command6: "Black Flag", o segundo álbum da bandaCommand6: continuando a revelar canções de impactoCommand6: Uma banda muito afiada e coesaCommand6: Black Flag é álbum digno de primeiro mundo




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Command6"


Cradle of Filth: Chimbinha, do Calypso, usando camiseta?Cradle of Filth
Chimbinha, do Calypso, usando camiseta?

Keith Richards: colocando Justin Bieber em seu devido lugarKeith Richards
Colocando Justin Bieber em seu devido lugar

Total Guitar: os 20 melhores riffs de guitarra da históriaTotal Guitar
Os 20 melhores riffs de guitarra da história

Oops!: 10 erros eternizados em gravações de clássicosBackmasking: Existem mensagens ao inverso em discos de rock?Kiss: Paul Stanley explica sua definição para despedidaAlice Cooper: acharam que ele havia feito macumba no Brasil em 1974

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.