Matérias Mais Lidas

Nicko McBrain: pedal duplo é pra caras como Aquiles PriesterNicko McBrain
Pedal duplo é pra caras como Aquiles Priester

Jon Schaffer: nomes do Iced Earth e Demons & Wizards somem do site da gravadoraJon Schaffer
Nomes do Iced Earth e Demons & Wizards somem do site da gravadora

Greta Van Fleet: Robert Plant odeia aquele vocalistaGreta Van Fleet
Robert Plant "odeia" aquele vocalista

Metallica: veja o primeiro (e curioso) cartão de visitas da bandaMetallica
Veja o primeiro (e curioso) cartão de visitas da banda

Megadeth: Dave Lombardo quase entrou pra banda, mas percebeu a merda que ia darMegadeth
Dave Lombardo quase entrou pra banda, mas percebeu a merda que ia dar

Joe Lynn Turner: detonando gravadora por continuar projeto Sunstorm sem eleJoe Lynn Turner
Detonando gravadora por continuar projeto Sunstorm sem ele

Nervosa: Banda lança videoclipe de Under RuinsNervosa
Banda lança videoclipe de "Under Ruins"

Pantera: as cinco melhores músicas da banda, segundo leitores da RevolverPantera
As cinco melhores músicas da banda, segundo leitores da Revolver

Megadeth: Dave Mustaine, agora, é faixa roxa em jiu-jitsu brasileiroMegadeth
Dave Mustaine, agora, é faixa roxa em jiu-jitsu brasileiro

Iron Maiden: As faixas do clássico The Number Of The Beast, da pior para a melhorIron Maiden
As faixas do clássico "The Number Of The Beast", da pior para a melhor

Pearl Jam: exigindo que banda cover Pearl Jamm mude nome, sob ameaça de processoPearl Jam
Exigindo que banda cover Pearl Jamm mude nome, sob ameaça de processo

Lista: 10 grandes sucessos que farão 30 anos em 2021 e continuam sendo ouvidos até hojeLista
10 grandes sucessos que farão 30 anos em 2021 e continuam sendo ouvidos até hoje

Quiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 1985Quiet Riot
Quebrando disco de banda brasileira em 1985

Loudwire: o melhor álbum de thrash metal de cada ano, de 1983 até 2020Loudwire
O melhor álbum de thrash metal de cada ano, de 1983 até 2020

Dedo x Palheta: Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debateDedo x Palheta
Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debate


Matérias Recomendadas

Metal Brasileiro: 10 bandas recomendáveis fora o SepulturaMetal Brasileiro
10 bandas recomendáveis fora o Sepultura

Lemmy: Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!Lemmy
"Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!"

Power Metal: 10 álbuns essenciais do estiloPower Metal
10 álbuns essenciais do estilo

System of a Down: casamento vai abaixo com Toxicity, vídeo viraliza e Serj divulgaSystem of a Down
Casamento vai abaixo com "Toxicity", vídeo viraliza e Serj divulga

Freddie Mercury: 18 fotos espontâneas ao lado do namorado Jim HuttonFreddie Mercury
18 fotos espontâneas ao lado do namorado Jim Hutton

Stamp
Tunecore

Paradise Lost: Melancolia e preso onipresentes em novo CD

Resenha - Tragic Idol - Paradise Lost

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collector's Room
Enviar Correções  

publicidade

9


Produzido por Jens Bogren (Opeth, Katatonia, Soilwork), também responsável pelos dois últimos discos de estúdio do quinteto - "The Anatomy of Melancholy" (2008) e "Faith Divide Us - Death Unites Us" (2009) -, "Tragic Idol", o décimo-terceiro álbum do grupo, reconecta o Paradise Lost às suas raízes doom e góticas, e é um dos mais pesados da carreira da banda. Com um grande trabalho de composição e arranjos refinados e de muito bom gosto, o disco atesta, mais uma vez, as razões que fazem da banda britânica não somente uma das mais inovadoras, mas, sobretudo, um dos grandes nomes da história recente do heavy metal.

Variando entre faixas mais agressivas como "Theories From Another World" e momentos mais cadenciados e reflexivos como a belíssima faixa-título, "Tragic Idol" traz um Paradise Lost afiado. A melancolia e o peso são onipresentes. O uso constante de melodias dá às faixas um apelo imediato, fazendo com que o trabalho desça redondo já nas primeiras audições.

A banda brilha intensamente em músicas como "Crucify", "Fear of Impending Hell" (com influência do rock gótico dos anos 1980), "Honesty in Death" e "In This We Dwell", além das duas citadas anteriormente, o que faz de "Tragic Idol" o melhor álbum gravado pelo Paradise Lost nos últimos anos.

Um disco poderoso e cativante, que comprova o quanto a maturidade está fazendo bem ao grupo. Prestes a comemorar 25 anos de carreira, o Paradise Lost mantém seu fogo criativo queimando alto, para alegria dos fãs.

Faixas:
Solitary One
Crucify
Fear of Impending Hell
Honesty in Death
Theories From Another World
In This We Dwell
To the Darkness
Tragic Idol
Worth Fighting For
The Glorious End


Outras resenhas de Tragic Idol - Paradise Lost

Paradise Lost: Não se compara aos tempos áureos mas é bom

Paradise Lost: O melhor disco da banda em bastante tempo

Paradise Lost: Um álbum cheio de referências ao passado

Paradise Lost: Ser um ícone nem sempre é uma coisa boa

Paradise Lost: Ainda muito firme em sua proposta musical

Paradise Lost: O álbum mais importante nos anos 2000