Matérias Mais Lidas

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagem"Não existe esta coisa de New Wave of British Heavy Metal", diz Paul Di'Anno

imagemComo o clássico "Angel Dust" fez o guitarrista Jim Martin sair do Faith No More

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemPor motivo de saúde, Tracii Guns faz show inteiro do L.A.Guns dentro do banheiro

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemMarky Ramone sobre o CBGB: "Era como um lixão, mas era o nosso lixão"

imagemTico relembra trauma que o fez entrar na Fazenda e briga bizarra com Sérgio Mallandro

imagemA opinião sincera de Lemmy Kilmister sobre os Beatles e os Rolling Stones

imagemEdu Falaschi e as versões de "Bleeding Heart" que "dá uma tristezinha" de ouvir

imagemVídeo mostra o Guns N' Roses novamente tocando "Back in Black" do AC/DC


In-Edit

Paradise Lost: Ainda muito firme em sua proposta musical

Resenha - Tragic Idol - Paradise Lost

Por Junior Frascá
Em 02/05/12

Nota: 9

Como é bom perceber que, com o passar do tempo, o PARADISE LOST, mesmo com alguns percalços no caminho, consegue se manter firme em sua proposta musical. E nesse seu 13º disco, a banda mostra toda sua força, conseguindo lançar um dos melhores trabalhos de sua carreira.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O interessante deste novo trabalho, é que os caras conseguiram mesclar com maestria elementos de seus excelentes últimos materiais ("In Requiem" e "Faith Divide Us - Death Unites Us") com os discos considerados clássicos da banda, em especial de "Icon" e "Draconian Times", tudo de forma bem homogênea.

As 10 faixas apresentadas são excelentes, e mostram um grupo motivada e com muita criatividade, trazendo de volta aquela veia gótica e obscura que marcou seus primórdios, mas sem soar datada, muito pelo contrário. Alias, chega a impressionar como as letras compostas por Nick Holmes, além de suas vocalizações emotivas e carregadas de melancolia, se encaixam perfeitamente às canções criadas por Greg Mackintosh, trazendo um clima pesado e angustiante ao material da banda.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

E seja nas faixas mais rápidas ou nas mais cadenciadas, a banda consegue manter o nível de qualidade, deixando o ouvinte cada vez mais satisfeito, e pronto para ouvir o disco repetidas vezes em sequência. Não vou citar destaques, pois todas as faixas são ótimas, e o disco é daqueles cuja audição completa não é cansativa, mas sim muito agradável.

Outrossim, a qualidade de gravação é a melhor (e mais pesada) que a banda já teve até o momento, graças ao trabalho do produtor Jens Bogren, que soube dosar os elementos modernos com a tendência suja e crua do som do quinteto britânico.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um disco equiparável aos clássicos da banda, "Tragic Idol" deverá agradar os fãs de todas as fases do PARADISE LOST. Desde já um dos melhores discos de 2012, sendo item indispensável na coleção de todos os fãs desta verdadeira instituição da música pesada.

Tragic Idol – Paradise Lost
(2011 – Century Media - Importado)

Solitary One
Crucify
Fear of Impending Hell
Honesty in Death
Theories From Another World
In This We Dwell
To the Darkness
Tragic Idol
Worth Fighting For
The Glorious End

Formação:
Nick Holmes - Vocals
Greg Mackintosh - Lead Guitars
Aaron Aedy - Rhythm Guitars
Steve Edmondson - Bass
Adrian Erlandsson - Drums

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Outras resenhas de Tragic Idol - Paradise Lost

Resenha - Tragic Idol - Paradise Lost

Resenha - Tragic Idol - Paradise Lost

Resenha - Tragic Idol - Paradise Lost

Resenha - Tragic Idol - Paradise Lost

Resenha - Tragic Idol - Paradise Lost

Resenha - Tragic idol - Paradise Lost

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá.