Paradise Lost: Ainda muito firme em sua proposta musical

Resenha - Tragic Idol - Paradise Lost

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

9


Como é bom perceber que, com o passar do tempo, o PARADISE LOST, mesmo com alguns percalços no caminho, consegue se manter firme em sua proposta musical. E nesse seu 13º disco, a banda mostra toda sua força, conseguindo lançar um dos melhores trabalhos de sua carreira.

O interessante deste novo trabalho, é que os caras conseguiram mesclar com maestria elementos de seus excelentes últimos materiais ("In Requiem" e "Faith Divide Us - Death Unites Us") com os discos considerados clássicos da banda, em especial de "Icon" e "Draconian Times", tudo de forma bem homogênea.

publicidade

As 10 faixas apresentadas são excelentes, e mostram um grupo motivada e com muita criatividade, trazendo de volta aquela veia gótica e obscura que marcou seus primórdios, mas sem soar datada, muito pelo contrário. Alias, chega a impressionar como as letras compostas por Nick Holmes, além de suas vocalizações emotivas e carregadas de melancolia, se encaixam perfeitamente às canções criadas por Greg Mackintosh, trazendo um clima pesado e angustiante ao material da banda.

publicidade

E seja nas faixas mais rápidas ou nas mais cadenciadas, a banda consegue manter o nível de qualidade, deixando o ouvinte cada vez mais satisfeito, e pronto para ouvir o disco repetidas vezes em sequência. Não vou citar destaques, pois todas as faixas são ótimas, e o disco é daqueles cuja audição completa não é cansativa, mas sim muito agradável.

publicidade

Outrossim, a qualidade de gravação é a melhor (e mais pesada) que a banda já teve até o momento, graças ao trabalho do produtor Jens Bogren, que soube dosar os elementos modernos com a tendência suja e crua do som do quinteto britânico.

Um disco equiparável aos clássicos da banda, "Tragic Idol" deverá agradar os fãs de todas as fases do PARADISE LOST. Desde já um dos melhores discos de 2012, sendo item indispensável na coleção de todos os fãs desta verdadeira instituição da música pesada.

publicidade

Tragic Idol – Paradise Lost
(2011 – Century Media - Importado)

Solitary One
Crucify
Fear of Impending Hell
Honesty in Death
Theories From Another World
In This We Dwell
To the Darkness
Tragic Idol
Worth Fighting For
The Glorious End

Formação:
Nick Holmes - Vocals
Greg Mackintosh - Lead Guitars
Aaron Aedy - Rhythm Guitars
Steve Edmondson - Bass
Adrian Erlandsson - Drums

publicidade


Outras resenhas de Tragic Idol - Paradise Lost

Paradise Lost: Não se compara aos tempos áureos mas é bom

Paradise Lost: O melhor disco da banda em bastante tempo

Paradise Lost: Um álbum cheio de referências ao passado

Paradise Lost: Ser um ícone nem sempre é uma coisa boa

Paradise Lost: Melancolia e preso onipresentes em novo CD

Paradise Lost: O álbum mais importante nos anos 2000




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Paradise Lost: Draconian Times ganha edição comemorativa de 25 anos com faixas bônusParadise Lost
Draconian Times ganha edição comemorativa de 25 anos com faixas bônus

Paradise Lost: biografia oficial é lançada no Brasil

Consequence Of Sound: os melhores álbuns de metal lançados em 2020Consequence Of Sound
Os melhores álbuns de metal lançados em 2020

Metal Hammer: 10 álbuns lendários que fazem 25 anos em 2020Metal Hammer
10 álbuns lendários que fazem 25 anos em 2020


Bandas extremas: 10 álbuns que causaram surpresaBandas extremas
10 álbuns que causaram surpresa

Capas: mais feias e ridículas feitas por artistas dos quadrinhosCapas
Mais feias e ridículas feitas por artistas dos quadrinhos


Traduções: Letras de rock relacionadas a ocultismo e satanismoTraduções
Letras de rock relacionadas a ocultismo e satanismo

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São PauloMick Jagger
Em cerimônia na escola do filho em São Paulo


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin