Skeletonwitch: Dica para aficionados por Metal Pesado

Resenha - Breathing The Fire - Skeletonwitch

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruno Mariano
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O que uma banda pode fazer em 32 minutos e 49 segundos? Se estivermos falando de um álbum – que é o caso –, muitos músicos de Heavy Metal diriam que é pouco tempo ou que a duração não permite composições complexas demais. Pois bem, depois de ouvir o fenomenal “Breathing The Fire”, o qual tem exatamente a duração mencionada, você perceberá que, no caso do SKELETONWITCH, essas afirmações são inválidas.
5000 acessosMetal: você acredita na "lenda do terceiro álbum"? - Parte 15000 acessosAs histórias por trás de 11 capas clássicas

Para quem não conhece, o SKELETONWITCH é uma banda americana que nasceu em 2003, na cidade de Athens, Ohio. “Breathing The Fire” é o terceiro álbum de estúdio dos caras e foi lançado em 2009. O full-length em questão foi produzido por Jack Endino (Toxic Holocaust, High On Fire, Bruce Dickinson, The Accüsed, entre outros) e chegou à posição #151 na Billboard 200.

E não é para menos! “Breathing The Fire” é um prato cheio para os aficionados por Metal Pesado. Falo “Metal Pesado” porque é quase uma injustiça enquadrá-los dentro de qualquer subgênero, assim como muitos insistem em fazer, classificando o som do SKELETONWITCH como Thrash/Death Metal, Black/Thrash Metal, Thrash oitentista, ou qualquer outra coisa nesse sentido. Embora não faltem os que discordam, rotulá-los é, ao mesmo tempo, um desafio e uma perda de tempo.

Agora, vamos ao que interessa. “Breathing The Fire” é composto por 12 faixas de tirar o fôlego. Todas as músicas merecem igual atenção, mas algumas são ótimos exemplos do “poder de fogo” alcançado pela banda. Comecemos pela primeira faixa “Submit To The Suffering”, a qual, apesar de brevíssima, possui riffs empolgantes e bem distribuídos, complementados pelos vocais infernais de Chance Garnette, variando entre agudos e graves, o que é bem característico do grupo.

Nas faixas seguintes podemos destacar vários elementos que tornam o SKELETONWITCH acima da média. Nate Garnette e Scott Hedrick são os responsáveis pelas guitarras. Ao longo do álbum, a dupla nos dá um verdadeiro show, vomitando riffs surpreendentes, enérgicos e encaixados de maneira genial. Mas, não se enganem, pois não se trata de uma maçante exposição de técnica. Nate e Hedrick fazem tudo isso com uma grande simplicidade. Se você duvida, então escute com atenção as furiosas “Stand Fight And Die” e “Crushed Beyond Dust”, essa última um verdadeiro convite ao mosh pit.

Há também espaço para algo mais cadenciado, com solos mais melódicos, como em “Released From The Catacombs”. Aliás, uma das coisas que despertou meu interesse é a incrível capacidade do SKELETONWITCH de encaixar melodias – aparentemente improváveis para uma banda como a deles – a sua proposta sonora. Prova disso é a excelente “Repulsive Salvation”, cujos primeiros riffs beiram à melancolia. Só no início, porque, em poucos segundos, a faixa ganha mais corpo e peso. Além disso, não posso deixar de mencionar, é claro, a cozinha afiada de Evan Linger (baixo) e Derrick Nau (bateria), que ficam evidentes em “Strangled By The Unseen Hands” e “...And Into The Flame”, as duas últimas faixas.

Por essas e outras razões, “Breathing The Fire” é uma obra singular e boa pedida para os headbangers que querem escutar algo pesado e original, que não soe experimental e estranho demais.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Breathing The Fire – Skeletonwitch
(2009 – Prosthetic Records – importado)

Formação:
Chance Garnette – vocal
Nate "N8 Feet Under" Garnette – guitarra
Scott "Scunty D." Hedrick – guitarra
Evan "Loosh" Linger – baixo
Derrick "Mullet Chad" Nau – bateria

Track list:
01. Submit to the Suffering
02. Longing for Domination
03. Where the Light Has Failed
04. Released from the Catacombs
05. Stand Fight and Die
06. The Despoiler of Human Life
07. Crushed Beyond Dust
08. Blinding Black Rage
09. Gorge Upon My Soul
10. Repulsive Salvation
11. Strangled by the Unseen Hands
12. ...And Into the Flame

Site oficial:
http://skeletonwitch.com/

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Skeleton Witch"

Thrash MetalThrash Metal
Dez novas promessas, incluindo uma brasileira

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Skeleton Witch"

MetalMetal
Você acredita na "lenda do terceiro álbum"? - Parte 1

CuriosidadesCuriosidades
As histórias por trás de 11 capas clássicas

Mötley CrüeMötley Crüe
A ousada tattoo de modelo paulista em tributo à banda

5000 acessosSeparados no nascimento: Lady Gaga e Eddie5000 acessosIron Maiden: conheça parte da equipe e dos parentes5000 acessosIron Maiden: uma releitura de "The Trooper" pelo Cine5000 acessosMetal Hammer: As melhores músicas da história do Death Metal5000 acessosWikimetal: os 100 maiores álbuns ao vivo já feitos5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1982

Sobre Bruno Mariano

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online