Bowel Stew: Uma pegada temível, de tão pesada

Resenha - Necrocannibal Rites... The Primitive Sessions - Bowel Stew

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Imagine quase setenta minutes de uma brutalidade fora do normal. Vindo lá dos porões do underground, os italianos do Bowel Stew chegam cheios de gás e ódio para despejar. E o disco saiu aqui, graças à batalhadora Rotten Foetus (www.rottenfoetus.com.br).
5000 acessosKing Diamond: As opiniões do rei sobre Satanismo5000 acessosSeparados no nascimento: Alice Cooper e Emerson Fittipaldi

Esse pessoal está na estrada há mais de quinze anos e, portanto, já aprenderam mais do que suficientemente como fazer um Death/Grind/Gore raivoso, muito raivoso. A verdade é que o estilo puxa mais para o último citado, mas esses caras tiveram uma considerável influência do Metal da Morte e do Moedor também.

Pense em uma sonoridade competente e com uma pegada temível, de tão pesada. Isso é um pouco do que consta neste trabalho. As composições são encorpadas e não ficam na mesmice, o que torna o trabalho ainda mais empolgante e surpreendente.
“Necrocannibal Rites... The Primitive Sessions” é, na realidade, um bom apanhado de vários trabalhos do grupo: “Necrocannibal Rites” (2003), “Demo 2009”, “Demo 2007” e “Demo 2002”. Logo, não se deve achar estranho as diferenças entre as gravações, que estão muito boas, aliás, por se tratar de uma proposta tão doentia quanto o Gore. Parabéns à banda por isso.

É complicado encontrar aqui algum som que chame mais a atenção. Todas as faixas são muito intensas, com uma bateria que só quer saber de velocidade (tenha dó, senhor Ricardo!) e guitarras afinadas lá embaixo (Omar é o nome desse irresponsável), absurdamente pesadas. E o melhor é poder escutar tanta desgraça de forma nítida! Entretanto, para dar um gostinho, se eu tivesse que recomendar, seriam as últimas faixas do play, que fazem parte de “Demo 2002”. São nelas que o grupo mostra seu lado mais criativo.

Sabe aquele vocal que sai meio aguado, como se estivesse vomitando? Pois é, esse disco traz isso de maneira caprichada, obra do referido Omar. Sensacional!

No meio de tanta pancada, sobram covers bem legais das não menos perturbadoras Gut, Anarchus, Unholy Grave, Dismembered Fetus e Regurgitate. Viram que banquete?

Curiosidade dessa coletânea: as demos de 2009 e 2007 não eram consideradas oficiais na discografia do conjunto e assim, não apresentam título! Ah, vale lembrar que esse material saiu aqui no Brasil com exclusividade. Hail, Rotten Foetus!

O encarte é “normal”, ou seja, N-O-J-E-N-T-O, naquela “salada de frutas” características desse tipo de ruído. Não é necessário comentar mais nada.

Você gosta de música extrema? Insana? Bowel Stew irá suprir suas necessidades por barulho bem executado. Boa digestão!

Bowel Stew – Necrocannibal Rites... The Primitive Sessions
Rotten Foetus Records – 2011 - Itália

http://www.myspace.com/officialbowelstew

Necrocannibal Rittes - 2003

1. Invocation of Necrocannibal Rites 02:51
2. Bizarre Ovine Gang Bang 01:51
3. Anal Abortion of a Mongoloid Foetus 01:52
4. Intracranial Malignant Tumour 01:37
5. Mondo Cane 00:31
6. Fulci Metal Jacket 00:56
7. Disgorgement of Squash Clitoris 00:51
8. Coprophiliac Atrocities 02:35
9. Lymphatic Varicosities in the Scrotum 00:59
10. Abnormal Rectal Constipation 00:38
11. Bowel Stew 02:52
12. Stench of Rotten Gore 02:30
13. Purulent Disfigurement 01:54
14. Massaceal Commando 00:09
15. Demented Acts of Anatomical Quartering 03:01
16. Perpetual Sperm Injections (Gut cover) 04:08
17. Syphilitic Warfare 00:58
18. Caonized (Anarchus cover)
19. Another Lie (Unholy Grave Cover)

Demo 2009
20. Untitled 1
21. Untitled 2
22. Untitled 3
23. Untitled 4
24. Untitled 5

Demo 2007
25. Untitled 1
26. Untitled 2
27. Untitled 3
28. Whores (Dismembered Fetus cover)

Demo 2002
29. Invocation of Necrocannibal Rites 03:31
30. Splatterhouse 03:16
31. Bowel Stew 03:38
32. Putrifixion Before Death 02:10
33. Infernal Mass Grave 01:07
34. Brutal to the Bone «Gore version» 04:15
35. The Pulsating Feast (Regurgitate cover)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Bowel Stew"

King DiamondKing Diamond
"Satanismo é mais uma filosofia que uma religião!"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Alice Cooper e Emerson Fittipaldi

Música BrasileiraMúsica Brasileira
Quais os discos mais vendidos da história?

5000 acessosSexo e Satã: as mensagens subliminares em capas de Rock / Metal5000 acessosAC/DC: a história do nome e a idéia do uniforme de Angus5000 acessosAs regras do Metal Neoclássico5000 acessosKerry King sobre Megadeth: "são como fantasmas para nós"4934 acessosPapa Roach: "Em 5 anos, o rock voltará a ser a maior coisa do planeta"5000 acessosIvete Sangalo: "Ouço muito SOAD, Linkin Park, Slipknot e Rush"

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online